sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019

CODEC discute serviço da COPASA em Cataguases



O Conselho de Desenvolvimento de Cataguases – CODEC realizou na noite desta quinta-feira (21), no auditório do Sindicato dos Trabalhadores da Indústria de Energia Elétrica de Cataguases, uma reunião para tratar do assunto COPASA no Município. Foram convidados os vereadores Maria Ângela Girardi (PROS), Hercyl Neto (PROS) e o advogado Rafael Vilela Andrade que recentemente trabalharam em uma Comissão Especial de Inquérito (CEI), sobre a empresa de tratamento de água e saneamento.

Também participaram da reunião o secretário municipal de Desenvolvimento e Gestão Institucional, Anísio Araújo Silva que também é secretário administrativo do conselho; o Secretário Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, José Emilton Silva e o promotor de justiça, Dr. Gustavo Garcia Araújo, que também integra uma das Câmaras Técnicas, além de empresários e lideranças locais. Representantes da COPASA também foram convidados, mas eles não compareceram.

Os vereadores Hercyl e Maria Ângela e o advogado Rafael Vilela, exibiram o relatório final da CEI para os membros do CODEC e demonstraram a conclusão pela má qualidade dos serviços da COPASA tanto no tratamento da água quanto do projeto de tratamento do esgoto. Conforme o relatório, vários reservatórios da empresa ficam sem funcionários, com vazamentos, sem telas de proteção para impedir a entrada de insetos e ratos. Crianças chegam a tomar banho em reservatórios que são insuficientes para atender a demanda do município pois 8 reservatórios previstos para ser construídos até o momento não o foram, motivo pelo qual falta água em vários bairros da cidade. 

Com relação ao tratamento do esgoto, a CEI demonstrou que caso o projeto, que já se encontra com atraso de 5 anos, seja concluído, apenas 60% do esgoto serão tratados. Existem interceptoras que não foram ligadas nas elevatórias e o esgoto é devolvido para o rio sem tratamento, explicou a doutora Maria Ângela. 

O promotor Dr. Gustavo Araújo, explicou que embora o Município seja o responsável direto, caso queira rescindir o contrato, precisará colocar imediatamente outra empresa para cuidar do tratamento da água e do esgoto e que não existe interesse do Governo de Minas, que passa por uma crise sem precedentes, qualquer prejuízo para a empresa como multas ou rescisões, tornando ainda mais difícil a negociação. Ele propôs a criação de uma comissão, composta pelo Executivo, Legislativo, empresários e lideranças para ir a Belo Horizonte conversar com a direção da COPASA juntamente com a ARSAE, agência reguladora. 

Embora a sugestão dos vereadores seja uma decisão administrativa por parte do gestor municipal, outra proposta está sendo discutida com o Executivo, que é a realização de nova licitação para tratamento de água e de saneamento, onde a própria COPASA poderia participar, mas com outras regras. A empresa vencedora também ficaria responsável pelo pagamento das multas caso ocorra, explicou o vereador Hercyl.


Com base no que foi exposto, o CODEC pretende propor uma pauta de ações para ajudar ao Executivo a tomar decisões, ressaltou o presidente Humberto Lanzieri.


Adolescente é apreendido com droga e 3 revolveres em São João Nepomuceno

A Polícia Militar apreendeu com um menor de 15 anos de idade, drogas e armas em São João Nepomuceno na noite desta quinta-feira (21).

Segundo a PM, uma denuncia anônima levou os policiais até o adolescente que estaria escondendo a droga em um terreno baldio. Após buscas foi encontrada no terreno, localizado na Rua Genaro de Moraes Sarmento, uma bolsa rosa contendo pinos e papelotes de cocaína e R$ 120,00 em moeda corrente. Na residência do menor, foi localizado em seu quarto 3 revólveres e uma balança digital. O adolescente assumiu a propriedade da droga dizendo ainda que vendia cada papelote por R$ 10 e cada pino por R$ 25. Segundo ele, as armas foram adquiridas em Juiz de Fora por R$ 800 cada.


O menor foi apreendido e apresentado à autoridade de Polícia Judiciária na Delegacia de Plantão em Juiz de Fora juntamente com todo material.

Foto: Reporter Kadu Fontana

Temporal causa estragos em Muriaé

Em aproximadamente 1 hora de chuva e vendaval foram registradas pelo menos 10 quedas de árvores e destelhamentos em vários pontos da cidade

Foto: Site do Silvan Alves

Foto: Site do Silvan Alves
Foto: Rádio Muriaé

Foto: Rádio Muriaé
Um forte temporal registrado na tarde desta quinta-feira (21) em Muriaé causou alagamentos em alguns locais da cidade e quedas de árvores em vários pontos, trazendo transtornos e prejuízos. De acordo com a Defesa Civil, choveu 16 milímetros no período de uma hora.

Corpo de Bombeiros e Defesa Civil receberam mais de 10 chamados de quedas de árvores em diversos pontos da cidade.

O cenário mais crítico ocorreu no entorno da Casa de Saúde, na região Central, onde uma grande árvore caiu sobre um automóvel estacionado e danificou muito o veículo. Não há relato de feridos.

No bairro Safira, outra árvore caiu sobre uma motocicleta. A Rua José de Freitas Lima Jr, onde fica a 4ª Delegacia Regional da Polícia Civil e o 47º Batalhão da Polícia Militar ficou alagada.

Em outras regiões da cidade os ventos arrancaram telhados e coberturas de terraços.


Vários pontos ficaram sem energia elétrica.

Com informações e fotos dos sites: 
Rádio Muriaé e Silvan Alves

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019

Reforma da Previdência: Tire suas dúvidas

Garantir o pagamento das aposentadorias no futuro e tornar o sistema mais igualitário é o objetivo da proposta da Nova Previdência. Atualmente, as contas previdenciárias são o maior fator de desequilíbrio das contas públicas.

Aposentados e pensionistas não precisam se preocupar com as mudanças propostas pelo governo: o direito adquirido é garantido pela Constituição Federal. Como se trata de uma cláusula pétrea, ela não pode ser mudada.

Como acessar a aposentadoria?

Um dos pilares da reforma é estabelecer uma idade mínima para os trabalhadores brasileiros: 65 anos para homens e 62 para mulheres. Será necessário também contribuir pelo menos 20 anos para o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Quem está na reforma da Previdência?

Todos estão na proposta. Deputados, senadores e políticos em geral, servidores públicos e trabalhadores da iniciativa privada terão novas regras para se aposentar. O texto também prevê a criação de um sistema de capitalização, cujas regras devem ser definidas após a proposta de emenda à Constituição, por lei complementar. É uma forma de poupança que garantirá o pagamento dos benefícios futuros.

O que acontece sem reforma da Previdência?

Sem um novo sistema, o Brasil vai precisar tirar cada vez mais dinheiro de áreas importantes como saúde, educação e segurança. Hoje, o governo federal destina valor equivalente a 10% de todas as riquezas produzidas em um ano no País apenas para manter a folha de pagamento de trabalhadores inativos e dos demais beneficiários da Previdência. Dados da Lei de Diretrizes Orçamentárias 2019 mostram que essas despesas podem saltar para R$ 12,5 trilhões em 2060.

Economia gerada com a reforma


Na prática, o cidadão contará com um sistema de aposentadorias sustentável, que contribuirá para um País mais organizado e mais forte frente a crises. Ficará mais fácil para o governo incentivar a economia e a geração de empregos, e haverá mais recursos para investir no que importa para a sociedade. Em 10 anos, a expectativa é gerar uma economia superior a R$ 1 trilhão.

Igualdade

Pela proposta do governo federal, os brasileiros terão regras iguais de aposentadoria após o período de transição, sejam trabalhadores da iniciativa privada ou servidores públicos, em todas as esferas do sistema federativo (municípios, estados, Distrito Federal e União). Categorias profissionais expostas a riscos, como agentes penitenciários e policiais, por exemplo, terão regras específicas e mais amenas.

Novas regras e transição

Dentro desse processo, os trabalhadores que já se encontram no mercado de trabalho contarão com regras de transição para se adequar à Nova Previdência.

Uma das alternativas é a fórmula de pontos, resultado da soma do tempo de contribuição com a idade do trabalhador. Inicialmente, essa soma deverá atingir 86 (para mulheres) e 96 (para homens), patamar que aumentará até o limite de 100/105 até 2033.

O trabalhador poderá optar por aguardar a idade mínima, iniciando em 56 anos para mulheres, com 30 anos de contribuição, e 61 anos para homens, com 35 anos de contribuição. Essa idade será de 65 anos para homens, após oito anos de transição, e de 62 para mulheres, após 12 anos de transição.

Transição menor


Aqueles que já estiverem muito próximos de se aposentar e tiverem ao menos 28 anos de contribuição (mulheres) e 33 anos de contribuição (homens) na data de promulgação da emenda constitucional terão de cumprir 50% do tempo que falta para atingir o tempo de contribuição.

Como será a transição por sistema de pontos

Prevista na proposta da Nova Previdência, a fórmula de pontos soma o tempo de contribuição de serviço pelo servidor público com a idade mínima prevista para cada gênero. Inicialmente, o resultado terá de atingir 86 para mulheres e 96 para homens.

Para aderir a essa fórmula, homens precisam ter pelo menos 61 anos de idade e 35 anos de contribuição; já as mulheres devem atingir 56 e 25 anos, respectivamente. Respeitados esses requisitos, é possível entrar pela fórmula 86/96, se respeitados os requisitos de 20 anos de tempo de serviço público e cinco anos de tempo de cargo.


Em 2022, essas idades mudam para 62 anos para homens e 57 anos para mulheres, sendo que a fórmula de pontos vai aumentando gradualmente até 2033, quando haverá o limite de 100 pontos para mulheres e 105 pontos para homens.

Como ficam as alíquotas de contribuição para o INSS

Entre as mudanças previstas na proposta da Nova Previdência, estão duas tabelas de alíquotas para contribuição, uma para servidores públicos e outra para trabalhadores da iniciativa privada. Quem ganha mais pagará uma taxa maior; quem recebe menos terá uma cobrança menor, lógica semelhante à do Imposto de Renda.


Quem recebe até um salário mínimo terá um desconto. Ao invés de pagar 8% sobre o salário, irá desembolsar 7,5%. Isso vale para os trabalhadores do setor público e do privado. Acima dessa faixa de renda, as alíquotas variam de forma progressiva, seguindo a mesma lógica do imposto de renda, conforme a tabela abaixo.



Mudança vai ampliar crescimento e melhorar grau de investimento do Brasil, afirma Guedes

Proposta de novo sistema previdenciário foi enviada ao Congresso Nacional - Foto: Marcos Corrêa/PR
Com a aprovação da proposta da Nova Previdência, a economia brasileira vai recuperar o grau de investimento e passar a crescer de forma mais intensa no futuro, afirmou, nesta quarta-feira (20), o ministro da Economia, Paulo Guedes, em entrevista ao Governo do Brasil.

Considerada essencial para o equilíbrio das contas públicas, a proposta de reforma da Previdência apresentada pelo governo federal nesta quarta prevê a adoção de uma idade mínima para homens e mulheres dos setores público e privado, eliminando privilégios e com regras de transição. 

“Sem essa reforma, estaríamos prisioneiros do baixo crescimento”, pontuou Guedes. “Removendo esse buraco estruturalmente com uma reforma, nós vamos melhorar o grau de investimento da economia, vamos acelerar os investimentos, vamos voltar ao equilíbrio fiscal”, ressaltou.

O grau de investimento funciona como um "selo de bom pagador" dado por agências internacionais de avaliação de risco. Ele atesta o quanto um país é capaz de honrar seus compromissos e o quanto ele é seguro para receber investimentos de longo prazo, mostrando o risco de os investidores levarem um calote. Quanto melhor essa classificação, mais investimentos são feitos e mais estável fica a economia do País.

Segundo o ministro, a reforma do sistema previdenciário vai reequilibrar as contas públicas, abrindo espaço para mais investimentos, juros mais baixos, geração de mais empregos e crescimento econômico.“Nós vamos aumentar o ritmo de crescimento do País, aumentar a produção, a acumulação de capital, gerar empregos”, disse ele. “É um novo Brasil se conseguirmos fazer as reformas que precisamos. E essa reforma da Previdência é a primeira e mais importante”, enfatizou.

Oposição

Foto: Luiz Macedo / Câmara dos Deputados
A oposição não gostou do projeto de Reforma da Previdência. O deputado federal Ivan Valente (PSOL-SP) bateu duro na proposta elaborado pelo governo  de Jair Bolsonaro.

"A máscara do Bolsonarismo continua a cair A nova proposta de desmonte da previdência aumenta o tempo de trabalho para se aposentar, prejudica ainda mais as mulheres, reduz os valores e deixa de fora os militares. Vergonhosa, indecente e maléfica aos trabalhadores brasileiros", escreveu o parlamentar no Twitter.

A proposta prevê idade mínima de 65 anos para homens e 62 para mulheres se aposentarem. Também consta no projeto 40 anos de contribuição para ter 100% do benefício.

O governo também pretende implementar o chamado regime de capitalização, em que o trabalhador abre uma conta individual e faz uma poupança para se aposentar no futuro. 


Uma das maiores críticas foi com relação ao Benefício de Prestação Continuidade (BPC) que aumentou a idade para 70 anos para que os idosos recebam 1 salário mínimo. Atualmente a idade é de 65 anos. Para idosos nesta faixa etária, o valor será de R$ 400.

Com informações do Governo Federal e Brasil 247

PM apreende mais uma arma de fogo em Cataguases

No início da noite desta quarta-feira (20), a Polícia Militar apreendeu mais uma arma de fogo em Cataguases, em poder de um adolescente. Foi a segunda arma apreendida na noite, a primeira apreensão aconteceu durante cumprimento de mandado de busca e apreensão na Vila Leonardo.

Conforme informou a PM, após a ação no Leonardo, a equipe policial deslocou para o bairro Guanara onde avistou um adolescente, "D.S.S.", de 17 anos, que empreendeu fuga, por um beco existente na Rua Teófilo de Almeida, ao visualizar as viaturas policiais.

O jovem foi perseguido e contido pelos policiais. Nada de ilícito foi encontrado com o suspeito, mas após buscas nas imediações foi localizado próximo ao portão de sua residência, um revólver calibre 22. Questionado, o rapaz confessou que a arma lhe pertencia.

O adolescente foi apreendido juntamente com a arma e encaminhado à Delegacia de Plantão em Leopoldina para demais providências.

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019

PM de Cataguases cumpre mandado de busca no Leonardo e apreende arma e droga com adolescente

Ação teve o auxílio da ROCCA de Ubá


Uma operação da Polícia Militar de Cataguases na noite desta quarta-feira (19), na Vila Leonardo, cumpriu mandado de busca e apreensão na residência de um adolescente de 16 anos que seria suspeito de participar da gangue que vem rivalizando com outra gangue do Ana Carrara. Informações davam conta de que outro adolescente que seria o autor da tentativa de homicídio no bairro Ana Carrara nesta terça-feira, também estaria escondido em uma casa ao lado.

Segundo tenente Marinato que comandou a operação, após efetuarem as buscas, que contou com auxílio da equipe de Rondas Ostensivas Com Cães - ROCCA, de Ubá, foi encontrado em uma residência que não tem morador, ao lado da residência do adolescente,  um revolver calibre 38, oito munições intactas e um cartucho, 18 pedras de crack, um facão, um aparelho celular, um vaso com um pé de maconha e uma toca ninja.

O adolescente foi apreendido e encaminhado para a delegacia de plantão em Leopoldina para as providências cabíveis. O outro adolescente, autor da tentativa de homicídio não foi localizado.


Automóvel bate na entrada da Granjaria em Cataguases




Três pessoas ficaram feridas em um acidente no início da noite desta quarta-feira (20), no bairro Granjaria, na entrada de Cataguases pela MG-285.

Segundo a PM, o condutor do automóvel Fiat Pálio Fire, placas de Juiz de Fora, informou que a barra de direção teria travado quando chegava a Cataguases, vindo a bater em uma barra de proteção no acostamento da via. O carro estava sendo trazido para uma revendedora de veículos e seria vendido na cidade.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) esteve no local e socorreu as vítimas, o condutor, um homem e uma que foram levados para o Hospital de Cataguases com ferimentos leves. A Polícia Militar foi acionada, colheu as primeiras informações, sinalizou a via e até o final desta matéria aguardava a chegada da Polícia Militar Rodoviária (PMR) de Dona Eusébia que irá assumir a ocorrência.

Secretaria Municipal de Cultura de Cataguases realiza Chamada Pública para cadastramento e seleção de projetos audiovisuais

A Secretaria Municipal de Cultura de Cataguases está convocando, por meio de chamada pública, produtores culturais interessados em captar recursos para projetos de produção de obras audiovisuais através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Estado de Minas Gerais. Participam da iniciativa, como parceiros, a Agência de Desenvolvimento do Polo Audiovisual da Zona da Mata, a Energisa Minas Distribuidora S/A e a Agência Nacional de Cinema (Ancine).

Para acessar a chamada pública clique AQUI.

Fonte: Prefeitura de Cataguases

Desembargador dá prazo para Câmara de Cataguases se manifestar em Ação de Inconstitucionalidade na Lei que ampliou prazos para licitação de ambulantes

Foi lida na sessão da Câmara desta terça-feira (19), ofício do desembargador Wander Paulo Marotta Moreira, do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais, que é relator da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADIn) relativa à Lei do ex-vereador Serafim Spíndola que ampliou o prazo para que o Município realize licitação de ambulantes, contrariando Termo de Ajuste de Conduta (TAC), celebrado em 2015 pelo então prefeito Cesinha Samor com o Ministério Público obrigando o Município a realizar tal licitação em um prazo de 2 anos. A Lei de Serafim alterou o prazo para 5 anos.

Conforme o ofício, a ação de Inconstitucionalidade foi requerida pelo Procurador geral de justiça do Estado de Minas Gerais tendo como demandados o prefeito e presidente da Câmara.

Além de informar, o ofício estabeleceu prazo de 10 dias para que o presidente do Legislativo possa enviar informações se assim quiser. 

Segundo o presidente Ricardo Dias ele pretende aguardar o julgamento da ação para tomar providências.

Homem é executado com vários tiros a queima roupa em Muriaé


Um homem identificado como Adilson Silva Valentim, 34 anos, foi morto com pelo menos seis tiros à queima roupa, no início da madrugada desta quarta-feira (20), no bairro José Cirilo em Muriaé.

De acordo com informações da Polícia Militar (PM), Adilson foi executado por dois homens que depois de o atingirem com vários tiros fugiram em um automóvel de cor vermelha. A vítima tinha passagens pela polícia por ameaça e lesão corporal. Um homem que possuía vinculo familiar com a vítima foi apontado como um dos supostos autores do crime. Rastreamentos foram realizados, mas nenhum suspeito foi localizado.

Após o trabalho da perícia da Polícia Civil (PC), o corpo da vítima foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML), e uma faca encontrada com a vítima recolhida.


O crime foi o sexto assassinato do ano em Muriaé e será investigado pela equipe da Delegacia de Homicídios da cidade.

Com informações e fotos da Rádio Muriaé 

Demissão do Dr Wilson Batista gera manifestações, repercute na ALMG e força FCV emitir Nota de Esclarecimento

Várias manifestações aconteceram para pedir a volta do médico para a Fundação Cristiano Varella

Foto: Reprodução Portal Miradouro
Após a polêmica gerada pela demissão do médico e deputado estadual, Dr. Wilson Batista, dos quadros da Fundação Cristiano Varella (FCV) (Hospital do Câncer) de Muriaé e a grande repercussão nas redes sociais, a FCV emitiu Nota de Esclarecimento, nesta terça-feira (19), em sua rede social (confira no final da matéria), colocando sua versão dos fatos. Conforme a nota, a decisão de rescindir o contrato com o médico foi estritamente administrativa, "tendo considerado suas constantes ausências em virtude do cumprimento de seus compromissos externos, incompatíveis com a disponibilidade integral necessária a instituição, ante as exigências atuais da medicina".

Embora o departamento de marketing da instituição tenha dito, na segunda-feira, para reportagem do Site Mídia Mineira que não iria se manifestar no momento, a grande repercussão forçou a publicação da nota.

Na última sexta-feira (15), o médico tornou pública sua demissão através de um vídeo publicado em seu perfil no Facebook. A postagem viralizou e vários pacientes ou parentes de pacientes de várias cidades da região se mobilizaram para manifestar contrários a decisão da Instituição.

Na segunda-feira (18), vários atos públicos aconteceram em favoráveis ao médico. Manifestantes com faixas e cartazes, pediram a volta do médico e ofuscaram a inauguração do Bloco 4 da fundação, que contou com a presença do ex-deputado Lael Varella, do deputado federal Misael Varella e do Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. Na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), por ocasião da eleição do presidente e vice-presidente da Comissão de Saúde da ALMG a qual Dr. Wilson Batista faz parte, o deputado estadual Carlos Pimenta (PDT), também manifestou seu apoio ao colega de legislatura: "Nas suas redes sociais eu vi hoje mais de 150 mil compartilhamentos e pelo que eu pude ler em alguns minutos, as pessoas indignadas com essa posição que tem tudo pra ser uma posição política em virtude da vitória do Doutor Wilson e da derrota de um dos apadrinhados lá do clã dos Varellas na cidade de Muriaé", disse. Conforme o deputado, a demissão é um ato inimaginável, principalmente em se tratando de um hospital que recebe vultosos recursos públicos (confira no vídeo abaixo).



Confira abaixo a nota da FCV na íntegra:
Diante do anúncio do Dr . Wilson Roberto Batista, a Fundação Cristiano Varella obriga-se a vir a público esclarecer que, por decisão exclusivamente administrativa, tendo considerado suas constantes ausências em virtude do cumprimento de seus compromissos externos, incompatíveis com a disponibilidade integral necessária a instituição, ante as exigências atuais da medicina e, principalmente do cuidado aos pacientes, resolveu no último dia 11/02 comunicar a rescisão de sua prestação de serviços pelo SUS. Ressalta-se ainda que, questões relacionadas a este fato foram abordadas com o profissional por diversas vezes, sem obter sucesso em sua adequação. É lamentável que este profissional se vitimize e queira imputar como decisão política uma questão estritamente profissional, bem como outras inverdades, uma vez que o mesmo tem conhecimento de todos os motivos que embasaram esta decisão.
Diante de tal fato, notificamos de imediato a Direção Clínica, Direção Técnica e Gerência Médica, que já tomaram as providências necessárias para abordarmos cada paciente envolvido, assegurando-lhes a continuidade do seu tratamento na instituição e reafirmamos que, longe de prejudicar nossos pacientes, a decisão visa aperfeiçoar ainda mais o nosso padrão de atendimento e, dentro do possível, inclusive, antecipando procedimentos, porventura necessários.
Lembramos ainda que já houve experiências anteriores na instituição, com a saída de profissionais médicos e, em momento algum, a assistência aos pacientes foi comprometida.
A grandeza desta instituição jamais pode ser creditada a um único profissional, afinal somos mais de 1.000 zelosos colaboradores e mais de 70 médicos do corpo clínico, altamente qualificados, os quais estarão como sempre à disposição dos nossos pacientes.
Reafirmamos com isso o nosso compromisso com a qualidade e segurança da assistência dispensada aos nossos pacientes.
Muriaé, 19 de fevereiro de 2019.
Diretoria

Adolescente é baleado no Ana Carrara em Cataguases

Um adolescente de 14 anos foi baleado no ombro por volta das 21 horas na Rua Expedito Liberato, bairro Ana Carrara em Cataguases.

De acordo com informações do Registro da ocorrência, o autor, de 17 anos, escondeu atrás de um poste e quando a vítima pasou de bicicleta, desferiu o tiro que acertou na altura do ombro. Ao presenciar o fato, a mãe do adolescente saiu gritando em direção ao autor que fugiu tomando rumo ignorado. Vítima e autor possuem passagens pela polícia. A motivação seria uma rixa entre jovens do bairro Ana Carrara e de uma Rua da Vila Leonardo. 

O adolescente, que é morador do Ana Carrara, foi socorrido pela Polícia Militar e conduzido para o Hospital de Cataguases onde passou por cirurgia para retirar o projétil ficando em observação. Informações iniciais dão conta de que o adolescente não corre risco de morte.

Um homicídio e um incêndio criminoso são creditados à rixa envolvendo moradores dos dois bairros. No dia 13 de dezembro de 2018, o jovem Keven Jhonatta Rodrigues Florentino, 19 anos foi morto a tiros próximo à entrada para  a Rua Pierre Teotônio da Silva, na Vila Leonardo. Um incêndio, no dia 3 de fevereiro deste ano, na casa do pai de Keven, também teria ocorrido por conta da discórdia entre estes grupos rivais.

terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

Polícia Militar prende casal que assaltou e agrediu idoso em Leopoldina

A Polícia Militar prendeu, nesta segunda-feira  (18), um casal de andarilhos suspeitos de roubar um idoso de 63 anos na Rua Dr. Custódio Junqueira, no centro de Leopoldina.

Segundo a PM a vítima aguardava uma carona na rua quando o homem de 33 anos e a mulher de 43 anos, se aproximaram, ameaçando o idoso, chegando a desferir-lhe um soco na nuca e um empurrão que o derrubou ao solo. 


Acionada, a Polícia Militar realizou buscas na região e conseguiu localizar os autores que receberam voz de prisão e foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil para as demais providências.
Com informações de O Vigilante Online

Reunião na prefeitura de Cataguases define ações de segurança no período carnavalesco


Representantes de órgãos de segurança da região e de blocos carnavalescos reuniram-se, na manhã desta segunda-feira (18), no gabinete do prefeito de Cataguases, Willian Lobo, para tratar do funcionamento de desfiles e da segurança durante o período carnavalesco em Cataguases.

Na última quinta-feira (14), o Executivo municipal anunciou que mesmo sem poder dispor de recursos para a realização do evento decidiu oferecer cercamento do córrego da Avenida Astolfo Dutra, iluminação, limpeza do espaço e banheiros, para permitir a festa dos foliões e facilitar a liberação junto ao Corpo de Bombeiros.

A reunião contou com a presença do major William Machado, comandante da 146ª Cia de Polícia Militar; tenente Vinícius Marinato, comandante do 1º e 2º pelotão; tenente Guilherme Cantelle, comandante do Pelotão de Corpo de Bombeiros de Leopoldina; Fausto Menta, secretário municipal de Cultura e Turismo, vereador Mauro Ruela e os representantes de blocos: vereador Ricardo Dias pelo Bloco da Pipoca, vereador Betão do Remo pelo Bacanaço e Guilherme Pudim pelo Clube do Remo. 

O representante do Corpo de Bombeiros lembrou que é necessário que os organizadores se atentem para o disposto na Instrução Técnica 39 (instruções de segurança para blocos de carnaval) e façam a declaração prévia da sua festividade por meio do site do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais. Esta declaração substitui o antigo anexo A da Instrução Técnica 39. A declaração pode ser acessada aqui. Em Cataguases quatro blocos já formalizaram o desfile junto ao Corpo de Bombeiros, são eles: Bacanaço, Clube do Remo, Vem que Dá e Bloco da Pipoca. Além dos blocos um evento também já se encontra regulamentado, é o CarnaTaquara que acontecerá na Praça do bairro Taquara Preta durante todos os dias de Carnaval.

A Polícia Militar ressaltou sobre a importância dos foliões enviarem ofício sobre o evento para a corporação com antecedência, para que a PM possa direcionar efetivo para o local. Major Willian também destacou que haverá reforço de policiamento em todos os dias de Carnaval e que ações preventivas também estão sendo programadas.

"Saímos do encontro na certeza de que por parte das nossas honrosas corporações, poderemos contar com todo um trabalho estratégico e preventivo na defesa da integridade física dos foliões. E mesmo que a prefeitura não possa dispor de recursos públicos para investir nessa grande festa popular, sabemos que o cataguasense estará assim mesmo nas ruas e, por isso, mantemos o compromisso de oferecer todo o apoio logístico a quem queira levar seu bloco para a avenida", destacou o prefeito Willian Lobo em rede social após o evento.


Com informações e fotos da Prefeitura de Cataguases 

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019

Polêmica: Médico e deputado estadual Dr. Wilson Batista diz que foi "apunhalado pelas costas" ao ser demitido do Hospital do Câncer de Muriaé

O médico e deputado estadual pelo segundo mandato consecutivo, Dr. Wilson Batista, publicou vídeo em sua rede social, nesta sexta-feira (15), sobre sua saída do Hospital do Câncer de Muriaé, a Fundação Cristiano Varella (FCV).

O médico expressou sua felicidade por ter trabalhado por 16 anos na instituição, mas se mostrou triste com a demissão. "Sempre fui fiel a todos, respeitei a todos, cuidei com muito carinho e dedicação de meus pacientes. Não tenho sequer uma advertência, não tive nenhuma discussão com pacientes daquela instituição, nem com acompanhantes ou parceiros de trabalho. Mas infelizmente, nesta semana, logo após as eleições, na segunda-feira, eu terminei de atender meus pacientes, mais de 60 pacientes e quando acabei de atender fui chamado na direção administrativa e o Sr. Sérgio Henriques, apenas disse pra mim: Doutor Wilson, está encerrado o seu ciclo", disse explicando que a ordem partiu de cima para baixo.

O deputado também se mostrou magoado com a decisão: "Foi muito triste pra mim, uma situação lamentável. Você receber um tiro, quase que um tiro na nuca, depois de todo esse trabalho você se sente acabado. Por qual motivo? Porque você espera no auge de seu trabalho as coisas melhorarem e toma quase que uma punhalada pelas costas", lamentou.

O Site Mídia Mineira entrou em contato com a Assessoria de Marketing da Fundação Cristiano Varella, mas foi informado que no momento a instituição não irá se manifestar.

Confira abaixo o vídeo publicado pelo médico em sua rede social na íntegra:

Prefeitura de Cataguases vende primeiro terreno para investir em postos de saúde

Dos treze terrenos que foram colocados à venda pela prefeitura de Cataguases, com autorização da Câmara Municipal para reformas de postos de saúde nos bairros, apenas um foi vendido. A licitação na modalidade Concorrência Pública aconteceu na última sexta-feira (15). O licitante Jairo Ferreira de Aguiar adquiriu o terreno municipal localizado no bairro Bandeirantes pela quantia de R$ 143 mil. Outros 12 terrenos, que não receberam propostas, serão colocados novamente à venda, informou a prefeitura.

Os terrenos estão localizados nos seguintes bairros: quatro no bairro São Cristóvão, três no São Vicente, dois no Santa Clara, um no Sol Nascente e outro no Colinas.

Conforme explicou a coordenadora de Licitação e contratos, Marcela de Souza Oliveira, no programa Conexão Cataguases, o tipo de licitação escolhido obedece à legislação para este caso, não podendo ser realizado leilão tradicional. Os interessados devem levar dois envelopes: um com todos os documentos exigidos no edital e outro com o valor da proposta. Vence quem oferecer a melhor proposta. Os valores variam de quase R$ 19 mil a mais de R$ 300 mil. 

A venda dos terrenos foi autorizada pelos vereadores por não possuírem metragem para construção de prédios públicos e pelo fato dos recursos serem direcionados para saúde, no caso, reformas de postos de saúde.

A data para nova licitação ainda será marcada.

Foto: Prefeitura de Cataguases

domingo, 17 de fevereiro de 2019

Carreta carregada com 48 tonelada de vidro tomba na BR-116 em Leopoldina




Uma carreta carregada com 48 toneladas de vidro espelhado tombou na tarde deste domingo (17) na altura do Km 781 da BR-116, em Leopoldina. A carreta seguia do Rio de Janeiro para Maceio, Alagoas.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência  (SAMU) foi acionada e prestou os primeiros atendimentos ao motorista, de 32 anos, que foi encaminhado com ferimentos leves ao Pronto-Socorro Municipal da Casa de Caridade Leopoldinense. 

Parte da carga ficou espalhada às margens da pista e no Rio Pirapetinga. A rodovia não precisou ser interditada.


Com informações e fotos de O Vigilante Online

Programa eSocial já tem 24 milhões de trabalhadores cadastrados

Objetivo do governo é que 46 milhões tenham registro no programa, que reduz a burocracia

Sistema substitui 15 obrigações trabalhistas - Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
O Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (eSocial) bateu a marca de 24 milhões de trabalhadores inscritos, um pouco mais da metade do total esperado pelo governo federal. Com o programa, 15 obrigações periódicas de empregadores brasileiros ficam concentradas em um local apenas, reduzindo a burocracia. 

Pelo sistema, empregadores comunicam ao governo informações de trabalhadores relacionadas a contribuições previdenciárias, folha de pagamento, comunicações de acidente de trabalho, aviso prévio, escriturações fiscais e informações sobre o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).


Números

A expectativa do governo é de que o número de trabalhadores cadastrados cresça ainda mais e chegue a 46 milhões. Os registros no sistema têm sido feito gradualmente. Para os trabalhadores, a vantagem do sistema está no aumento da transparência e aumento da segurança jurídica entre patrão e empregado.

Fonte: Receita Federal

sábado, 16 de fevereiro de 2019

Bairro Vila Esteves em Leopoldina passa a contar com Projeto Rede de Vizinhos Protegidos da Polícia Militar




Na noite desta quinta-feira (14/02), foi realizada a cerimônia de entrega de placas do Projeto Rede de Vizinhos Protegidos do bairro Vila Esteves, em Leopoldina. O evento contou com a participação dos moradores do bairro e da 2º sargento Edleny e 3º Sargento Coutinho, responsáveis pelas Redes de Proteção Preventiva da 37ª Cia PM. 

A implantação e entrega das placas do projeto tem como objetivo aumentar a segurança na comunidade e diminuir os crimes de roubo, furto e outros. O projeto torna possível que vizinhos se conheçam e estreitem a relação e, de forma voluntária, se unam para garantir a segurança no lugar onde vivem. 

Os participantes da rede de vizinhos protegidos contam com um grupo de Whatsapp para que eles possam manter contato entre e eles e a Polícia Militar e identificar possíveis atos criminosos nas ruas do Bairro. Os moradores ajudam a monitorar as residências localizadas nas proximidades, reduzindo assim os índices criminais e aumentando a sensação de segurança. 

O Projeto que foi iniciado na cidade em 2017, nos comércios do Centro, e agora está sendo expandido para as residências. Entre os bairros que aderiram ao projeto estão: Vila Esteves, Vale do Sol, Fábrica e Comunidade das Palmeiras. 




Rede de Vizinhos Protegidos 

Após os vizinhos manifestarem interesse em participar do projeto, quatro reuniões são realizadas pela PM com os moradores. Após explicação sobre o funcionamento da Rede de Vizinhos Protegidos, há a afixação das placas indicativas da rede. 

Os moradores, juntamente com a Polícia Militar, se encontram em reuniões organizadas periodicamente para discutir sobre os problemas do local. Para participar, os moradores do bairro devem entrar em contato com a PM.


Fonte: Assessoria de Comunicação da 37ª Cia PM

PRF apreende quase 150 mil litros de combustíveis irregulares na BR-267 em Guarará

Agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreenderam no km 56 da BR-267, próximo ao trevo de acesso a Guarará/MG, cinco combinações de veículos de carga transportando combustíveis irregularmente na noite desta sexta-feira (15).

A apreensão aconteceu durante fiscalização de rotina por volta das 18h30. Após a abordagem de um primeiro caminhão transportando 25 mil litros de gasolina sem documentação fiscal, os policiais fizeram rastreamentos na região e encontraram outros veículos parados em postos de combustíveis na mesma situação.

No total foram cerca de 75 mil litros de gasolina, 35 mil litros de etanol e 45 mil litros de um produto ainda não identificado que os agentes acreditam tratar-se de solvente, comumente utilizado para adulterações em combustíveis. Os veículos vinham do interior do estado de São Paulo e tinham como destino a região metropolitana do Rio de Janeiro.

Segundo a PRF, as apreensões desse tipo de carga vêm crescendo na região devido a especialização dos policiais no combate a esse tipo de fraude, com isso outras unidades da PRF no sul do estado e região de Leopoldina e Muriaé também tiveram um incremento nessas apreensões.


A PRF vêm atuando em parceria com outros órgãos de fiscalização, Receita Estadual dos estados de MG, RJ e ES, além da Polícia Militar mineira visando uma maior eficácia nessa fiscalização. Os veículos e a carga apreendida foram encaminhadas para a unidade operacional da PRF em Juiz de Fora.

Com informações da PRF e do repórter Kadu Fontana