sábado, 29 de abril de 2017

Corpo encontrado às margens da BR-116 em Leopoldina

O corpo de um homem identificado como Valdevino Bibiano, de 59 anos, natural de Laranjal-MG, foi encontrado no acostamento do Km 752 da BR-116 em Leopoldina, na manhã deste sábado (29). Conforme as primeiras informações ele teria sido vítima de atropelamento.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) foi acionada e assumiu a ocorrência e após os trabalhos da Perícia Técnica da Polícia Civil o corpo foi liberado para o Instituto Médico Legal (IML) de Leopoldina. 

Com informações do Vigilante Online 

Manifestantes protestam em Cataguases contra as reformas da previdência e trabalhista

Membros de movimentos sindicais, de partidos políticos, professores e integrantes da sociedade civil contrários as reformas da previdência e trabalhista, realizaram manifestação na Praça Rui Barbosa, no Centro de Cataguases sob uma chuva fina que caiu durante toda a manhã desta sexta-feira (28).

Como em várias cidades brasileiras a manifestação aconteceu em um dia de paralisação convocado pelos sindicatos. Em Cataguases, escolas públicas, bancos, correios e alguns serviços ficaram paralisados, mas o comércio em geral funcionou normalmente. Alguns manifestantes discursaram no microfone e além de manifestarem contrários as reformas, também pediram a saída do presidente Temer. Após os discursos os manifestantes saíram de trio elétrico pelas ruas de Cataguases.


Caminhão sai da pista e cai em ponte na BR-116 próximo a Faminas em Muriaé


Um caminhão caçamba perdeu o controle da direção e caiu em uma ponte na BR-116, próximo a Faminas, na entrada de Muriaé, por volta das 15h30 desta sexta-feira (28). Chovia no momento do acidente.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) esteve no local, sinalizou a via e realizou os trabalhos de praxe. O tráfego ficou em meia até que o veículo fosse retirado por um guincho. O motorista não se feriu.

Com informações e foto de Paulo Roberto da Rádio 

Cataguases sedia sétima rodada de patrimônio cultural


Gestores da Zona da Mata Mineira e pessoas ligadas à cultura, participaram da sétima rodada de patrimônio cultural, promovida pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (IEPHA) na última quinta-feira (27) no Centro Cultural Humberto Mauro em Cataguases.

A rodada acontece em 13 municípios mineiros, um por região e Cataguases foi escolhida para representar a Zona da Mata. A pauta do encontro foi a Deliberação Normativa, apresentada pelo diretor de Promoção do Iepha, Fernando Pimenta Marques, aos gestores que atuam na preservação da memória histórica de suas cidades.

Conhecer a Deliberação Normativa aprovada em 2016 pelo Conselho Estadual de Patrimônio - Conep de Minas Gerais é de suma importância para que os gestores municipais consigam incentivos e efetivem suas políticas públicas de preservação do patrimônio cultural por meio da lei conhecida como Robin Hood.

Na abertura, compuseram a Mesa de Honra João Paulo Vargas representando o prefeito Willian Lobo; Fausto Menta, secretário municipal de Cultura e Turismo, Fernando Pimenta representando o IEPHA e Vítor Valverde, consultor de gestão pública. 

Em seu discurso, Fausto Menta ressaltou a importância do evento para o município: “Temos um patrimônio que é referência nacional, seja ele na literatura, artes plásticas, cinema e arquitetura. Isso nos obriga a sempre estarmos atentos e atuantes na preservação e difusão deste patrimônio, orgulho para todos nós. É dever do poder público, juntamente com a sociedade civil organizada, zelar, intervir, propor e executar ações efetivas para a preservação de um bem  de valor inestimável: o nosso patrimônio cultural”.

sexta-feira, 28 de abril de 2017

Goleiro Bruno volta para prisão e fica fora do jogo contra o Nacional em Muriaé

O goleiro Bruno Fernandes se apresentou espontaneamente à delegacia da Polícia Civil em Varginha (MG) na tarde desta quinta-feira (27) e foi encaminhado para o presídio do município, onde ele declarou possuir residência fixa. Seu retorno à prisão se dá após decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que revogou liminar que o mantinha em liberdade.

Goleiro Bruno retorna à prisão após decisão do STF
Foto: Renata Caldeira/TJMG
Na terça-feira (25), após a decisão da corte, Bruno já havia se apresentado à Polícia Civil, mas foi liberado uma vez que ainda não havia mandado expedido contra ele. Segundo a Secretaria de Administração Prisional de Minas Gerais, ele será transferido nos próximos dias para a Penitenciária de Três Corações (MG). O goleiro ocupará cela individual.

Bruno é apontado como autor do assassinato de Eliza Samudio, com quem teve um relacionamento e um filho. Ela desapareceu em 2010, aos 25 anos, e foi considerada morta pela Justiça. Seu corpo nunca foi encontrado. Na época, o goleiro atuava no Flamengo. Em 2013, ele foi condenado a 22 anos e três meses pelos crimes de homicídio triplamente qualificado, sequestro e ocultação de cadáver. Seu amigo Luiz Henrique Romão, conhecido como Macarrão, também foi condenado.

Em fevereiro deste ano, o ministro do STF, Marco Aurélio Mello, concedeu uma liminar determinando a soltura de Bruno para que pudesse recorrer em liberdade. Mello destacou que ele já somava seis anos e sete meses de prisão sem que tivesse sido condenado em segunda instância.

O ministro baseou-se em decisão do STF tomada no ano passado, segundo a qual a pena deve começar a ser cumprida após sentença de segunda instância, o que não era o caso de Bruno. Ele vinha sendo mantido preso preventivamente desde 2010. De acordo com o Código de Processo Penal, a prisão preventiva deve atender aos princípios da proporcionalidade e necessidade, não tendo prazo de duração máxima.

Porém, ao derrubar a liminar nesta semana, a Primeira Turma do STF considerou que a soltura de Bruno vai contra a decisão soberana do júri popular, que negou ao goleiro o direito de recorrer de sua condenação em liberdade. Este foi o entendimento do ministro relator Alexandre de Moraes, que foi acompanhado pelos votos de Rosa Weber e Luiz Fux.

A Corte considerou ainda que a demora no julgamento pela segunda instância se dá pelas peculiaridades do caso, não podendo ser atribuída à inércia dos órgãos de Justiça. O caráter hediondo dos crimes também justificaria a manutenção da prisão. 

Boa Esporte

Nos dois meses em que esteve em liberdade, Bruno voltou a atuar no futebol profissional. Aos 32 anos, ele fechou acordo com a equipe mineira Boa Esporte, sediada em Varginha (MG). Diante do anúncio, diversos patrocinadores do clube optaram por romper o contrato, mas a diretoria manteve Bruno na equipe.

Bruno jogou cinco partidas pelo Boa Esporte, que está disputando a segunda divisão do Campeonato Mineiro. Foram duas vitórias, dois empates e uma derrota.

Com a prisão, o goleiro deixa o Boa Esporte que enfrentará pelo Módulo II do Campeonato Mineiro, no próximo domingo (30), o Nacional de Muriaé no estádio Soares de Azevedo em Muriaé.

O contrato do goleiro com a equipe mineira prevê a rescisão automática caso ele voltasse à prisão e ficasse incapacitado de atuar.

Com informações da Agência Brasil 

Um morto e cinco feridos em acidente na BR-267 próximo a Argirita


Uma pessoa morreu e cinco ficaram feridas em um acidente no Km 30 da BR-267 próximo a Argirita no final da tarde desta quinta-feira (27).

O acidente envolveu uma uma carreta Scania R114, placas de Juiz de Fora, um micro-ônibus com placas de Petrópolis, um Fiat Doblo da Secretaria Municipal de Saúde de Leopoldina e um Renault Sandero placas de Juiz de Fora. A carreta que trafegava sentido a Juiz de Fora, bateu de frente com o micro-ônibus que seguia sentido contrário. Outros dois veículos, a ambulância de Leopoldina e o Renault Sandero que seguiam atrás do micro-ônibus também se envolveram no acidente.

O motorista do micro-ônibus ficou preso às ferragens, sendo retirado pelo Corpo de Bombeiros de Leopoldina, em estado grave e levado para o Pronto Socorro da Casa de Caridade Leopoldinense mas não resistiu e acabou vindo a óbito. O socorro as demais vítimas foi realizado por unidades do SAMU de Leopoldina e Bicas, guarnições do Corpo de Bombeiros de Leopoldina e Juiz de Fora, além da Polícia Rodoviária Federal de Leopoldina. Todos os feridos foram levados para o Pronto-Socorro Municipal de Leopoldina.

O trânsito ficou interditado nos dois sentidos da rodovia

Com informações e fotos do Jornal O Vigilante Online


quinta-feira, 27 de abril de 2017

Agência dos Correios em Cataguases adere a greve por tempo indeterminado

Trabalhadores dos Correios de Cataguases aderiram a paralisação por tempo indeterminado que ocorre em todo Brasil. Esta é a primeira vez que a agência de Cataguases adere ao movimento com 100% de adesão no setor de Triagem e Transbordo e aproximadamente 20% no atendimento.

Os funcionários da empresa reivindicam melhores condições de trabalho, concurso público e são contrários a privatização, demissões em massa, fechamento de agências e o chamado "desmonte fiscal" da empresa, além de culpar o atual presidente, Guilherme Campos. Segundo alguns funcionários, a empresa alega ser deficitária mas investe alto em patrocínios na área esportiva, publicidade e identidade visual, como a troca de logomarca, por exemplo. "Nós queremos ter condições de entregar as correspondências em dia, queremos concurso público que não acontece desde 2011 e também somos contra a reforma da previdência, contra a reforma trabalhista e queremos serviço de qualidade e pra isso acontecer e servir a população nós precisamos de contratação imediata e também estamos fazendo a campanha Fora Guilherme Campos que é o presidente da empresa e está sucateando a empresa para privatizar, jogando a população contra a gente", disse um dos funcionários presentes.

Conforme "Carta Aberta a População de Cataguases" distribuída pelo Sindicato dos Trabalhadores nos Correios e Telégrafos de Juiz de Fora (SINTECT/JFA), responsável pelo movimento na região, "Os carteiros, OTTs, atendentes, motoristas, motociclistas, enfim todos trabalhadores(as) estão sofrendo hoje o maior massacre profissional jamais vivido nesta empresa. Sobrecarga de trabalho, em decorrência da falta de pessoal, com ausência de concursos, pressão extrema da chefia despreparada para exercer a função e uma estrutura superada", diz o texto.

Em matéria veiculada pela Folha de São Paulo, o presidente da estatal, Guilherme Campos, disse, nesta quarta-feira (26), que a decisão de entrar em greve acaba dando argumentos para os defensores da privatização, segundo ele, se a empresa não se tornar viável, será difícil encontrar outra solução. 

O que o consumidor deve fazer?

Conforme o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), para os consumidores que contrataram os serviços dos Correios e esses não forem prestados na forma contratada, cabe questionamento para eventual ressarcimento ou abatimento do valor pago. Não havendo solução, o contratante deve procurar um órgão de defesa do consumidor, como o Procon. Caso a questão envolva dano moral, é possível levar até ao Poder Judiciário.

Com a greve, as contas podem vencer sem que o consumidor as tenha recebido, ocasionando multas pelo atraso no pagamento. Para não ser surpreendido pelos juros e multas decorrentes disso, o ideal é que o consumidor faça um planejamento do pagamento as contas, observando a época em que elas costumam chegar. Se perceber que o prazo do vencimento está perto e o boleto não chegou, o consumidor deve se antecipar, entrando em contato com o SAC (Serviço de Atendimento ao Consumidor) da empresa emissora da conta e solicitar uma outra forma de realizar o pagamento: segunda via do boleto, sem os juros, entregue por e-mail ou fax, depósito bancário ou código de barra para pagamento em caixa eletrônico. Vale lembrar que a emissão de uma nova fatura não pode ser cobrada. 

Se a conta emitida pela empresa chegar junto com a segunda via solicitada, lembre-se de que somente a segunda via deve ser paga, a outra pode ser ignorada. Se o consumidor pagar a conta que já foi cancelada, o pagamento pode não ser repassado para a empresa.

Agora, se o boleto chegou após o vencimento e o consumidor pagou, arcando com os juros, ainda há uma alternativa para recuperar o dinheiro. O consumidor prejudicado deve procurar o Procon de sua cidade e relatar o problema, para que o órgão entre em contato com os Correios e exija a devolução do valor, em casos de atraso na entrega.

Quem quer se precaver contra possíveis greves e demais atrasos na entrega pode optar por formas de pagamento que não envolvam os correios. Algumas alternativas são o débito automático em conta corrente ou o recebimento da fatura por e-mail. Essas opções proporcionam maior controle ao consumidor, já que não dependem da intermediação dos Correios para a entrega.

O Idec recomenda que o consumidor tente efetuar o pagamento por outros meios (caixa eletrônico, internet ou telefone, por exemplo) ou que procure o fornecedor de serviços para viabilizar outra forma de pagamento ou ainda negociar a postergação da data de vencimento da dívida. É importante lembrar que a greve não é uma situação gerada pelo consumidor e nem pelo fornecedor, de modo que não podem ser impostas penalidades em caso de atraso de pagamento. Entretanto, tendo em vista o respeito ao princípio da boa-fé e em um caso excepcional como esse, é recomendável procurar meios para o cumprimento das obrigações.


Caso não seja possível outra forma de pagamento, inclusive após contato com o fornecedor, a dívida não poderá ser cobrada com juros e multa.

Fonte: 

Autoridades discutem acessibilidade na Câmara de Cataguases




Representantes dos Poderes Legislativo e Executivo, juntamente com Ministério Público, Defensoria Pública, Polícia Militar, empresários e Sociedade Civil Organizada, discutiram no plenário da Câmara Municipal na noite de quarta-feira (26), sobre o tema acessibilidade em Cataguases. A audiência pública, primeira desta legislatura, foi solicitada pelos vereadores doutora Maria Ângela Girardi e Betão do Remo, após várias reuniões com o grupo "Acessibilidade Já".


Os problemas enfrentados pelos portadores de necessidades especiais, foram divididos em tópicos quanto a exequibilidade de curto, médio ou longo prazo e repassados para o Executivo a fim de que o mesmo possa elaborar um plano de trabalho focado em desenvolver uma cidade mais acessível. A questão urbanística como um todo, como a adaptação de prédios antigos, a obrigatoriedade da acessibilidade nas novas construções, a mobilidade urbana, a modernização da legislação vigente, a necessidade de novas leis, a criação de canais de reclamações/sugestões para maior controle e fiscalização, foram temas debatidos. 

Dois alunos do colégio Equipe exibiram um vídeo de um trabalho realizado onde a estudante passou um dia inteiro como cadeirante e sentiu na pele a dificuldade diária enfrentada por um portador de deficiência em uma cidade onde ainda há muito o que fazer.

Empresários do ramo de transporte coletivo também ouviram atentamente as reclamações no tocante a adaptação dos veículos e da manutenção da carteira de gratuidade para os usuários com deficiência, mas também alertaram que no Município a gratuidade é muito alta e que as Leis precisam ser revistas. Eles também explicaram que a frota do transporte coletivo dentro do município já está 100% adaptada mas que os elevadores hidráulicos necessitam de uma infraestrutura melhor, como bases planas nos locais de embarque para que os mesmos não venham a danificar. O empresário Léo Ângelo Farage Martins, da empresa Transportes Coletivos Leo, revelou que conforme dados de sua empresa, em aproximadamente 2700 embarques de deficientes por mês, apenas 90 deixam de ser atendidos por problemas mecânicos.

A vereadora Doutora Maria Ângela disse que já está em estudo um Projeto de lei Complementar para  agregar ao Código de Obras a fim de contribuir com melhorias na questão no Município.

Ao final, José Wellington, o Zé Piu, disse para nossa reportagem que a audiência serviu para despertar nos entes públicos, o querer fazer e que poderá produzir bons frutos.

Betão do Remo se revelou satisfeito com a audiência e disse que a pauta com as demandas a curto, médio e longo prazo será encaminhada ao Executivo, podendo trazer melhorias imediatas para o município.

Doutora Maria Ângela, avaliou positivamente a audiência e se mostrou muito feliz com os resultados. "Eu acho que serviu de ponto de partida pois estes anos todos a gente não teve uma audiência sobre acessibilidade. Acho que foi muito importante, principalmente pela presença do Ministério Público, da Defensoria Publica, do Poder Executivo na voz do secretário de obras, Walber, o que possibilitou a gente traçar uma linha de ação, então, com certeza foi muito importante sim".


PRF apreende veículo com 800 quilos de laticínio sem nota fiscal na BR-116

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Leopoldina, apreendeu no km 769 da BR-116 por volta das 11h30 desta quarta-feira (26), um veículo GM/Montana de Muriaé que trafegava com destino à Teresópolis, carregado com laticínios diversos, como queijos mussarela e prato, requeijão  e manteiga, totalizando 800 quilos sem a devida cobertura fiscal.

O veículo foi encaminhado para Receita Estadual de Leopoldina e Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) e após aplicação das medidas administrativas e regularização por parte da empresa e pagamento das obrigações fiscais e multa foi liberado.

Condutora de moto morre em colisão frontal com Kombi na estrada Muriaé-Miraí


Uma motociclista morreu vítima de uma colisão frontal com uma Kombi, ocorrida no início da manhã desta quarta-feira (26), por volta das 7h, na rodovia estadual MGT-265 (estrada Muriaé-Miraí), entre os bairros Divisório e Franco Suíço. Os condutores de ambos os veículos seguiam sozinhos e o motorista da Kombi não ficou ferido, mas foi atendido pelo SAMU em estado de choque.

O Corpo de Bombeiros foi acionado, mas ao chegar ao local os militares encontraram Marly Levate Nogueira Francisco da Silva, de 37 anos, caída na lateral da rodovia, já sem vida. Samu, Polícia Militar (PM) e a perícia da Polícia Civil (PC) também foram mobilizados.

A vítima foi identificada pelo marido e familiares que chegaram ao local assim que tomaram conhecimento do ocorrido.

O choque aconteceu em uma curva e no momento da batida a moto seguia sentido a Muriaé e a Kombi, que pertence a uma igreja evangélica, trafegava em direção a Miraí.

Muitos populares se aglomeraram no local e o trânsito ficou em meia pista. As causas do acidente serão investigadas pela perícia da PC e o registro ficou a cargo da Polícia Militar Rodoviária (PMR).

De acordo com informações colhidas no local a vítima, juntamente com sua família, havia mudado recentemente da localidade de São Fernando para o bairro Cardoso de Mello. Pouco antes do acidente havia levado seu esposo até o trabalho dele na zona rural e retornava para Muriaé. 

Fonte: Rádio Muriaé

Sexta-feira é o último dia para fazer a declaração do Imposto de Renda

O prazo para declaração do Imposto de Renda 2017 entrou na reta final: a data limite é dia 28 de abril. Para quem ainda não fez a declaração, não há mais tempo a perder. Quem não declarar no prazo estará sujeito ao pagamento de multa, que pode chegar até 20% do valor do imposto devido e ainda corre o risco de declarar informações equivocadas e cair na malha fina.

Segundo a Receita Federal, cerca de 20 milhões (20.045.795) de  declarações foram recebidas pelos sistemas até esta quarta-feira (26/04). A expectativa é de que 28,3 milhões de contribuintes entreguem a declaração.

O contador da EFA Assessoria Contábil, Thiago Miranda, que também é  pós-graduado em Gestão Financeira pela UFRJ, traz algumas dicas para evitar cair na malha fina, ou seja, ter a declaração enviada para fiscalização, o que pode gerar multa:

- A principal dica é não deixar para a última hora. Entregar os dados precisos o quanto antes é a principal estratégia, pois se houver divergência, é possível fazer a retificação com tranquilidade.  A multa varia de R$ 165,74 até 20% do imposto devido – destacou Tadeu Renan.

O contador alerta que o Fisco recebe informações de diversas fontes, como administradoras de cartões de crédito, fontes pagadoras de salários, bancos, imobiliárias, cartórios de imóveis, e cruza todos esses dados com as informações prestadas pelo próprio contribuinte.

Cinco dicas para declarar o IR:
  1. Precisão nos valores;
  2. Informe todas as fontes pagadoras e rendimentos (como renda extra);
  3. Não declare gastos fora das deduções (algumas despesas não são dedutíveis, como curso de inglês);
  4. Declare todas as aplicações financeiras e atenção com rendimento de ações;
  5. Declare bens e doações.
Vale destacar que para este ano o programa Receitanet foi incorporado ao sistema de Imposto de Renda, não sendo mais necessária a sua instalação em separado. 


Por  Gabriela Hilário

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Alunos do CEFET em Leopoldina residentes em Cataguases pedem fiscalização por parte dos vereadores para que transporte permaneça como está

Alunos residentes em Cataguases que estudam no Centro Federal de Educação Tecnológica (CEFET) em Leopoldina compareceram a sessão ordinária da Câmara Municipal na noite desta terça-feira (25), para pedir aos vereadores que fiscalizem no sentido do serviço continuar da forma que vem sendo prestado pela atual administração.

Conforme explicou na tribuna, Carlos Eduardo Pessoa Seixas Sobreira, representante dos alunos, a empresa licitada na gestão anterior, não desempenhava o serviço como deveria, pois o ônibus disponibilizado até novembro do ano passado, possuía diversos problemas mecânicos e de acomodação dos passageiros que comprometiam a segurança do mesmo. Segundo ele, o motorista do veículo chegou a fugir de fiscalização através de atalhos por estradas vicinais, o que culminou com um acidente que poderia ter atingido graves consequências. O temor dos alunos, conforme disseram, é que como a empresa vencedora da licitação deste ano pertence a mesma proprietária, o serviço volte a ser prestado de forma ruim.  

Em conversa por telefone com secretário municipal de educação, José Fernando Milane, fomos informados que quando ele assumiu a pasta, em janeiro deste ano, o contrato para o transporte dos alunos havia vencido e por se tratar de emergência, houve uma dispensa de licitação. Na época, a mesma empresa que realizava o transporte na administração passada se apresentou na tomada de preços, mas devido ao fato de não possuir os três ônibus necessários foi desclassificada e o Município pôde contratar outra empresa. No entanto, findo o prazo, nova licitação aconteceu para cumprir a legislação e outra empresa pertencente a mesma proprietária apresentou os veículos necessários e menor preço, vindo a vencer a licitação. Um recurso por parte da empresa que ficou em segundo lugar está sendo analisado e só após o julgamento do mesmo o contrato será homologado. Conforme o secretário, ele não pode interferir no processo licitatório e nem exigir itens como ar condicionado, valor de ônibus, entre outros, mas que os veículos apresentados devem ter condições de trafegar dentro dos padrões de segurança e tranquilidade para locomoção dos alunos. O secretário explicou, que devido ao fato de ficar limitado quanto as exigências da licitação, o nível de conforto dos veículos poderá cair, mas que se acontecer qualquer problema como os reclamados anteriormente, como defeitos mecânicos, furo na lataria, má direção, os alunos devem ser os fiscais e entrar em contato imediatamente com a Secretaria Municipal de Educação para que a mesma possa intervir.

Nossa reportagem tentou contato com a empresa vencedora da licitação, mas as ligações não foram atendidas.

Após sessão tumultuada na última semana Câmara de Cataguases tem sessão tranquila na noite de ontem

Após uma sessão tumultuada, na semana passada, a Câmara Municipal de Cataguases  teve uma sessão ordinária tranquila e apreciou dois projetos de lei na noite de ontem (25), ambos do vereador Ricardo Geraldo Dias. 

No primeiro projeto, de nº 21/2017, que "dispõe sobre a avaliação semestral dos equipamentos públicos esportivos do Município, o Procurador Geral, Ricardo Spínola, exarou parecer pela “Ilegalidade e inconstitucionalidade por entender que a Câmara Municipal não está autorizada a ter iniciativa de Lei sobre a forma de direção da administração pública, por mais louvável que seja sua intenção sob pena de invadir a seara de atuação pública maculando assim como já dito o princípio da separação de poderes”,  mas o parecer do relator da Comissão de Constituição, Justiça e Redação, vereador Vinícius Machado, foi pela legalidade e regimentalidade do processo, dando nova redação ao artigo quarto que versa sob a regulamentação do Executivo. No projeto inicial o autor colocou prazo para o Executivo regulamentar a Lei o que é inconstitucional e a comissão retirou este prazo. Mesmo assim, o Procurador Geral, disse que outros artigos também seriam inconstitucionais,  pois o Legislativo não pode elaborar leis para determinar ao Executivo a tomar providência nenhuma. No entanto, o projeto foi posto em votação e acabou aprovado pela maioria com voto contrário do vereador Hercyl Neto.

O segundo projeto, de número 23/2017, que “dispõe sobre a obrigatoriedade de realização do exame de oximetria de pulso-teste de coraçãozinho em recém-nascidos nos hospitais públicos e privados do Município de Cataguases”, também recebeu parecer contrário do Procurador Geral pois, segundo ele, seria antirregimental por ter dado entrada sem justificativa, e que por este motivo, conforme o Regimento Interno, não deveria nem ter sido recebido pelo presidente, mas o relator da Comissão de Constituição, Justiça e Redação, novamente divergiu do parecer do procurador e considerou o mesmo legal. Com isso a proposição poderia ir à votação mas, por sugestão do vereador Rogério Ladeira, o projeto foi sobrestado por uma sessão, para que o autor adeque o mesmo ao Regimento Interno.


Leia Também:

Operação da Polícia Militar apreende arma de fogo e drogas no Bairro São Cristóvão em Leopoldina

A Polícia Militar apreendeu na manhã desta terça-feira, 25 de abril, em Leopoldina, uma arma de fogo, cocaína, crack, maconha, além de uma balança de precisão. Um menor de 17 anos foi apreendido. As apreensões foram realizadas em cumprimento a mandados de busca e apreensão no Bairro São Cristóvão durante Operação Região Segura realizada por 22 policiais militares da 6ª Companhia de Polícia Militar Independente. De acordo com as informações, a droga estava no quarto do menor apreendido.

A ação, comandada pelo militar Tenente Getúlio, resultou na apreensão de um revólver calibre 38, 7 pedras de crack, 43 buchas de maconha, 5 pinos de cocaína, 104 pinos vazios da mesma droga, um celular, uma balança de precisão e 3 facas.

O menor, juntamente com o material apreendido, foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Leopoldina para as demais providências.

Fonte: O Vigilante Online

Acidente em Além Paraíba entre caminhões deixa três mortos

Um caminhoneiro de Muriaé morreu em um acidente ocorrido no final da noite desta segunda-feira (24), na BR-116, em Além Paraíba. Outras duas pessoas que estavam em outro caminhão também morreram.

Conforme reportagem publicada pelo site Tererepórter, um caminhão com dois ocupantes que seguia pela rodovia em direção ao Rio de Janeiro tombou na pista ao fazer uma curva e bateu de frente em um caminhão baú frigorífico dirigido por João Batista da Silva, morador de Muriaé, que seguida no sentido oposto.

O muriaeense e os dois ocupantes do outro veículo, identificados como Marcello Silva Marques e Márcio da Silva Pereira, morreram na hora.

Socorristas da Concessionária Rio Teresópolis (CRT), Corpo de Bombeiros e Polícia Rodoviária foram acionados e a pista ficou interditada por cerca de duas horas até a conclusão dos trabalhos periciais e retirada dos veículos, o que ocorreu já na madrugada de hoje (25).

A PRF fez o registro da ocorrência e a causa do acidente será apurada.

Fonte: Rádio Muriaé

STF decide que goleiro Bruno deve voltar à prisão

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu hoje (25) que o goleiro Bruno de Souza deve voltar de imediato para a prisão em regime fechado. Ele se encontra em liberdade desde o dia 25 de fevereiro, quando foi beneficiado por uma decisão liminar (provisória) do ministro Marco Aurélio determinando sua soltura.
Foto: Boa Esporte

A decisão desta terça-feira (25), que revogou a liminar, foi tomada pela Primeira Turma do STF, que acompanhou a posição do relator do caso, ministro Alexandre de Moraes. O entendimento que prevaleceu foi o de que Bruno não poderia ser solto porque isso iria contra a decisão soberana do júri popular, que negou ao goleiro o direito de recorrer de sua condenação em liberdade.

Bruno é acusado de participação na morte da ex-namorada Eliza Samúdio, com quem teve um filho. Ela desapareceu em 2010, aos 25 anos, e foi considerada morta pela Justiça. Em 2013, o Tribunal do Júri da Comarca de Contagem (MG) condenou o goleiro a 22 anos e três meses de prisão pelos crimes de homicídio triplamente qualificado (por motivo torpe, com emprego de asfixia e com recurso que dificultou a defesa da vítima), sequestro, cárcere privado qualificado e ocultação de cadáver. O corpo de Eliza nunca foi encontrado.

“A decisão soberana do tribunal popular deve ser respeitada no presente habeas corpus, em que não há nenhuma alegação de nulidade ou de manifestação contrária à prova dos autos. Inclusive, a soberania do veredicto expedido pelo tribunal do júri de Contagem foi alicerçada também na própria confissão realizada pelo réu em plenário”, disse Alexandre de Moraes em seu voto pelo não conhecimento do recurso do goleiro. Acompanharam o relator os ministros Rosa Weber e Luiz Fux.   

Antes de ser solto, Bruno ficou seis anos e sete meses preso preventivamente, entre 2010 e 2017, após um inquérito policial apontá-lo como principal suspeito de ter matado a ex-namorada.

Na decisão desta terça-feira, ficou determinado pelo STF a prisão imediata de Bruno, que hoje atua como goleiro do Boa Clube, time que disputa o Campeonato Mineiro. O time da cidade de Varginha (MG) perdeu diversos patrocínios desde que contratou o jogador.

Divergência 

Voto vencido, o ministro Marco Aurélio acolheu o argumento da defesa de que haveria um excesso de prazo, de mais de três anos desde a primeira condenação, para o julgamento do caso de Bruno pela segunda instância da Justiça, motivo pelo qual o goleiro deveria ser solto.

“A sociedade quer sangue, se possível sangue, e não o devido processo penal”, disse Marco Aurélio no julgamento desta terça-feira, no qual manteve a posição de que Bruno deveria permanecer em liberdade até ser julgado pela segunda instância. “O réu é primário e possui bons antecedentes”, acrescentou.

O entendimento dos demais ministros foi o de que a demora no julgamento pela segunda instância se dá pelas peculiaridades do caso, não podendo ser atribuída à inércia dos órgãos de Justiça.

O caráter hediondo dos crimes também justifica a manutenção da prisão de Bruno, argumentou o ministro Luiz Fux. “Não são fatos de mídia, são fatos nos autos do processo, fatos gravíssimos”, afirmou.

Agência Brasil 

terça-feira, 25 de abril de 2017

Palestra sobre Doação de Sangue e Medula reúne profissionais de saúde e doadores em Cataguases

O Núcleo de Educação Permanente (NEP) do Hospital de Cataguases promoveu uma palestra sobre “Doação de Sangue e Medula”  com Leandro Santos Lemos, responsável pelo setor de captação de doadores da Unidade de Coleta e Transfusão da Fundação Hemominas de Além Paraíba. O encontro realizado no auditório do 13º andar, na manhã de quinta-feira, reuniu dezenas de profissionais da instituição, alunos da Escola Técnica Municipal de Enfermagem Joana D’Arc e doadores voluntários. A coleta de sangue acontece toda quinta-feira, das 7 ao meio dia, no Hospital.

Leandro abriu sua palestra falando sobre o Registro Nacional de Doação de Medula Óssea (REDOME) e da criação do CETEBIO - Centro de Tecidos Biológicos, o maior centro de células e tecidos biológicos da América Latina, em Lagoa Santa. Entre o material disponibilizado pelo centro estão banco de sangues raros, banco de cordão umbilical, em breve banco de banco de pele, banco de membrana amniótica, banco de tecido musculoesquelético e banco de tecidos cardiovasculares, além dos laboratórios de pesquisa e controle de qualidade tecido.

O sangue humano é composto em sua maior parte por plasma, que chega a ser 55% da substancia vital. Em menores quantidades estão as hemácias, parte dos glóbulos vermelhos responsável pelo transporte de oxigênio, os glóbulos brancos responsáveis pelas defesas do organismo, e as plaquetas, explicou Leandro, que ainda falou sobre o trabalho de captação de doadores que é realizado pela equipe de captação do Hemominas, e no Hospital de Cataguases, é realizado pela assistente social através de contato com familiares de pacientes em fase pré-operatória, através do contato realizado pela técnica em Análises Clínicas da Agência Transfusional a famílias de pacientes em uso de hemoterapia e pelo Departamento de Comunicação por postagens em mídias sociais, anúncios de rádios e jornal. “É necessário fazer a conscientização para que tenhamos cada vez mais doadores voluntários. A doação requer compromisso, responsabilidade e solidariedade”.

A cada coleta são retirados 450 ml de sangue, e esta quantidade é reposta no organismo em 24 horas a parte líquida (plasma), e em 30 dias parte sólida (hemácias e glóbulos brancos). Para doar sangue não precisa estar em jejum, o resultado dos exames são liberados em no máximo 30 dias, e cada doador tem direito ao atestado para comprovar a doação em local de trabalho.

Mitos sobre a doação de sangue


  • Quem doa sangue uma vez é obrigado a doar sempre
  • Doar engrossa ou afina sangue
  • Doar sangue engorda ou emagrece
  • Doar sangue vicia

Assessoria de Comunicação do Hospital de Cataguases 

Bombeiros Militares resgatam cadela presa em bueiro na BR-116 em Leopoldina



Na manhã desta segunda-feira, 24 de abril, uma equipe do Corpo de Bombeiros de Leopoldina conseguiu resgatar uma cadela de dentro de uma tubulação de bueiro com aproximadamente 2 metros de altura no trevo da BR-116 com a BR-120 e bairro Alto do Cemitério, em Leopoldina.

Os militares precisaram entrar na tubulação para ter acesso à cadela, que estava assustada e escondida no fundo do bueiro. Os bombeiros militares Sargento Teles, Cabo Alaílson e Soldado Guzella se empenharam por aproximadamente 40 minutos no resgate do animal devido a dificuldade do espaço ser muito estreito, o que dificultava o enlace para o salvamento. Após insistentes tentativas, o militar Cabo BM Alaílson conseguiu retirar o animal do bueiro e com o auxílio de seus companheiros do 4º Pelotão de Leopoldina, salvaram a cadela.

De acordo com o militar Sargento Teles, não se sabe como o animal teria entrado ou caído no bueiro, mas se continuasse ali, caso chovesse, a tubulação onde ela estava encurralada seria alagada.

Após o resgate, a presidente da Associação dos Valentes Amigos dos Cães (AVAC), Elileia Santos das Graças Corrêa, se ofereceu para ficar com a cadela enquanto ela não recebe um novo lar. Atualmente a AVAC Leopoldina atende aproximadamente 50 cães. 

Fonte: O Vigilante Online

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Van carregada com jornais tomba na BR-116 em Muriaé



Uma van carregada com jornais tombou por volta das 6h30 desta segunda-feira (24), na BR-116 próximo a Serra do Belvedere em Muriaé. 

O veículo seguia sentido a Muriaé apenas com o condutor que foi socorrido consciente apresentando lesões leves e fortes dores na colunapelo Corpo de Bombeiros, sendo levado para o Hospital São Paulo (HSP). 

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) assumiu a ocorrência. A pista molhada devido a chuvas na região, pode ter sido a causa provável do acidente.

Com informações e fotos do Site do Silvan Alves 

Sebrae Minas promove Semana do MEI em Muriaé, Cataguases e Manhuaçu


Atividades gratuitas ocorrem em nove cidades da Zona da Mata e Vertentes, no mês de maio


Na primeira quinzena de maio, o Sebrae Minas realiza a Semana do MEI em nove cidades da regional Zona da Mata e Vertentes. A ação tem como objetivo proporcionar atendimentos e capacitações ao microempreendedores individuais da região. As atividades gratuitas incluem oficinas, palestras, atendimentos sobre gestão financeira, orientações sobre direitos e obrigações que o MEI possui (legislação, pagamento do DAS, realização da Declaração Anual de Faturamento, etc.), além de formalização para quem deseja se tornar MEI.

As atividades ocorrem em Juiz de Fora (9 a 12/05), Carandaí (8 e 9/05), São João del-Rei (08 a 12/05), Muriaé (9 e 10/05), Cataguases (8 a 11/05), Ubá (8 e 9/05), Ponte Nova (8 a 10/05), Manhuaçu (9 a 11/05) e Viçosa (8 a 10/05).

MEI em Minas

O Brasil já soma cerca de 7 milhões de Microempreendedores Individuais (MEI). Minas Gerais continua sendo o terceiro estado com maior número de formalizações, 770 mil até março de 2017. Dessas formalizações, aproximadamente 47% foram feitas por mulheres e 21% dos que viraram MEI eram empreendedores com mais de 51 anos. Além disso, dos formalizados no estado, 1.135 eram estrangeiros, sendo o maior número de portugueses, chineses e argentinos.

A região da Zona da Mata e Vertentes representa uma parcela representativa deste total e alcança o 2º lugar na lista de Minas Gerais, com mais de 92 mil MEIs ou 12,05% do total do estado. A região Centro é a que registra o maior número, com 288.771 de MEIs cadastrados.

Em relação aos municípios, Juiz de Fora alcança o 4º lugar no estado e o 1º na região, com um total de 22.432 MEIs formalizados. Em seguida aparecem Barbacena  (4.236), Muriaé (3.868) e São Joao del-Rei (3.312) em 2º, 3º e 4º lugares na lista da região.

Programação em Muriaé, Cataguases e Manhuaçu

Muriaé
Local: Sebrae Minas (Av. Silveira Brum, nº86 - Sala 103 – Centro) e Teatro Zacarias Marques (Av. Constantino Pinto, nº 344 – Centro)
Inscrições e informações: (32) 3721-9722 / 0800 570 0800

09/05
14h às 17h: Oficina Como ser MEI na prática

10/05
19h às 21h: Palestras Participação em licitações públicas (como vender para o poder público) / Emissão de nota fiscal e contratação de funcionário

Cataguases
Local: Sebrae Minas (Rua Nogueira Neves, 22, Loja 08, Centro - Edifício Vila Center 22). Inscrições e informações: (32) 3421-6326 / 0800 570 0800

08/05
13h às 17h: Oficina SEI - Como ser MEI na prática

09/05
14h às 15h30: Palestra Como utilizar o marketing para o MEI

10/05
14h às 15h30: Palestra Como ser um MEI empreendedor

11/05
14h às 15h30: Palestra Como utilizar o design criativo para o MEI

Manhuaçu
Local: Sebrae Minas (Rua Desembargador Alonso Stalring, 385 – Centro)
Inscrições e informações: (33) 3331-4833 / 0800 570 0800

09/05
8h30 às 12h30: Oficina Como ser MEI na prática
9h as 17h: Formalização e Declaração Anual do MEI

10/05
14h às 17h: Orientação de acesso ao crédito
9h às 17h: Formalização e Declaração Anual do MEI

11/05
9h às 17h: Atendimento ao MEI (nas empresas)

Assessoria de Comunicação Sebrae 

Farmácias de Plantão em Cataguases
23 Domingo
24 Segunda
25 Terça
26 Quarta
27 Quinta
28 Sexta
29 Sábado
Econômica III Droga Minas Coimbra Econômica FarmaCenter São Geraldo Droganova
Silveira Pague Menos Aeropharma Drogaria da Vila N. Sra. Rosário Silveira Farmanossa