quinta-feira, 25 de abril de 2019

PL que impede recolhimento de carro por IPVA atrasado em Minas aguarda para votação em plenário

Projeto do deputado Alencar da Silveira Jr. (PDT) teve parecer favorável do relator da Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária, deputado Fernando Pacheco (PHS)

Projeto sobre obrigatoriedade de cobertura em depósitos de veículos também tem aval - Foto: Guilherme Bergamini
Está pronto para votação no Plenário, em 1º turno, o Projeto de Lei (PL) 4.276/17, do deputado Alencar da Silveira Jr. (PDT), que proíbe o recolhimento, a retenção ou a apreensão de veículo por falta de pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA).

A proposição já recebeu parecer favorável da Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária (FFO) da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). O relator, deputado Fernando Pacheco (PHS), seguiu o entendimento da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), que apresentou o substitutivo nº 1.

Segundo o autor, é comum a apreensão de veículos que estão com o IPVA atrasado, o que constrange e causa transtornos aos seus proprietários. Ele considera essa prática um confisco e, portanto, ilegal, tendo em vista que a Constituição Federal veda a utilização de tributo para esse fim.

Alencar da Silveira Jr. ressalta que, para cobrar impostos atrasados, o Estado deve instaurar processo tributário administrativo e, em caso de insucesso, inscrever o crédito em dívida ativa e promover a execução fiscal.

A exceção a essa regra seria um outro motivo para recolhimento ou retenção do veículo inadimplente que esteja previsto na Lei Federal 9.503, de 1997, o Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

O substitutivo da CCJ, seguindo o princípio de consolidação das leis, inclui a medida proposta no Código de Defesa do Contribuinte do Estado.

Proteção a carro em depósito é tema de projeto

Outro projeto relacionado a veículos apreendidos a receber o aval da comissão, em 1º turno, foi o PL 877/15, do deputado Sargento Rodrigues (PTB). A proposição, que agora também pode seguir para o Plenário, obriga o Estado a instalar coberturas nos depósitos para onde são levados esses carros, para que eles não fiquem sujeitos às intempéries.

Para tanto, acrescenta artigo à Lei 5.874, de 1972, que dispõe sobre o recolhimento de veículos em depósitos e sua venda em leilão judicial.

O deputado Fernando Pacheco também relatou a matéria e, mais uma vez, opinou pela sua aprovação na forma do substitutivo nº 1, da CCJ. O dispositivo prevê que o pagamento das despesas com a guarda do veículo poderá ser acrescido em até 20%, quando, por solicitação do proprietário, for em local coberto.

O substitutivo também fixa o valor diário das despesas com a guarda em 15 unidades fiscais do Estado (Ufemgs). Cada Ufemg vale R$ 3,59.

Divulgação de dados – Também está pronto para Plenário, em 1º turno, o PL 662/15, de autoria do deputado Sargento Rodrigues, que obriga o órgão estadual de trânsito a divulgar informações sobre a categoria dos veículos (particular, oficial, de representação, de aluguel, de aprendizagem, ambulância ou viatura policial), sobre a sua situação (nos casos de carros furtados, roubados ou extorquidos), assim como a existência de multas incidentes sobre eles.

O objetivo da proposição é estabelecer que, independetemente de recurso voluntário, não haja responsabilidade do proprietário por autuações de viaturas em exercício de sua atividade e de carros furtados, roubados ou extorquidos. 

A proposição também determina que, somente após o vencimento, a multa torna-se exigível e, se houver recurso, ocorre a sua suspensão, até o trânsito em julgado da decisão. Isso porque, no caso de veículos roubados encontrados depois, os proprietários são obrigados a pagar as multas referentes ao período em que os carros estiveram com os crimonosos para poder vendê-los, medida da qual o parlamentar discorda.


Em seu parecer, o deputado Fernando Pacheco, que não sugeriu qualquer modificação no projeto, destacou que, do ponto de vista financeiro e orçamentário, a proposição não cria despesas para o Executivo e tampouco causa repercussão financeira, conforme informado pela Secretaria de Estado de Fazenda.

quarta-feira, 24 de abril de 2019

Inscrições para I Corrida da Inconfidência vão até esta quarta, 24/04

Acontece no próximo domingo, dia 28, a primeira Corrida Rústica da Inconfidência. A largada será às 8h30 no Ginásio Poliesportivo Municipal Max Baer Lopes, local também de chegada, após percurso de 8 quilômetros. Como evento paralelo, no sábado, dia 27, a partir das 15 horas e no mesmo local, será a vez da corrida infantil, distribuída por cinco categorias, conforme a faixa etária variando dos 4 aos 16 anos de idade. As inscrições devem ser feitas até o próximo dia 24, no site www.corridao.com.br .

A prova em Cataguases é a segunda das dez corridas rústicas que integram o chamado ranking G10 de corridas rústicas da Zona da Mata para o ano 2019. O ranking estabelece pontuação para a classificação geral masculino e feminino, do primeiro ao quinto colocado, e, por categorias, do primeiro ao terceiro lugar. A primeira prova do G10 aconteceu no dia 17 de março, no município de Guarani.

Em Cataguases, a Corrida da Inconfidência tem a parceria entre a Prefeitura, por meio da Secretaria de Esportes e a Associação de Corredores de Rua de Cataguases (Acorca). "Por ser cronometrada com chip e integrar o ranking regional, nossa expectativa é de reunirmos um grande número atletas", prevê o secretário de Esportes, José Vitor Lima.

Fonte Jornal Cataguases 

Prefeito, vereadores e promotores de justiça de Cataguases reúnem-se com representantes da Copasa na sede do Procon em Belo Horizonte

O prefeito de Cataguases Willian Lobo de Almeida, o procurador-geral do Município, Yegros Martins Malta e os vereadores Maria Ângela Girardi e Hercyl Neto, juntamente com os promotores de justiça de Cataguases, Gustavo Garcia Araújo e Viviane Moreira Begnami, reuniram-se na tarde de segunda-feira (22), na sala de reuniões da sede do Procon-MG, em Belo Horizonte para tratar de problemas relativo as obras da Copasa de esgotamento sanitário e tentar firmar um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) para que a empresa de saneamento cumpra o contrato firmado com o Município, que deveria ter sido concluído em 2014.

A reunião foi mediada pelo coordenador do Procon-MG e conselheiro da Agência Reguladora de Serviços de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário do Estado de Minas Gerais - ARSAE-MG, Amauri Artimos da Matta. Do lado da Copasa estiveram presentes os diretores Flávio de Paula e Frederico Delfino.

Conforme a Ata da reunião que o Site Mídia Mineira teve acesso, a vereadora Doutora Maria Ângela Girardi, apresentou o trabalho realizado pela Comissão Especial de Inquérito (CEI), sobre as obras da Copasa e o prefeito Willian Lobo confirmou a situação crítica dos serviços prestados pela Copasa em Cataguases. 

Durante as negociações um impasse foi formado, uma vez que os promotores de justiça manifestaram a necessidade de assinatura de um TAC entre a Copasa e o Ministério Público Mineiro, mas o diretor da empresa, Sr. Frederico Delfino, disse que para a assinatura do TAC dependerá de análise por outros setores da empresa, como diretoria e instâncias competentes. A promotora de justiça Viviane Begnami, ressaltou que o TAC contém questões já previstas no contrato já assinado pela empresa e o município e que, em tese, não precisaria de análise pela diretoria e conselho da empresa, e que, além disso, a proposta de Termo de Ajuste de Conduta já havia sido encaminhada previamente à empresa.

Por fim, ficou acordado que a Copasa deverá apresentar em 15 dias a relação de todas as medidas emergenciais e imediatas que a empresa adotará a partir da presente data, para sanar questões urgentes e de manutenção, com a devida comprovação através de relatórios técnicos e cronogramas das ações futuras a serem realizadas e que até o dia 29 de maio a diretoria deverá deliberar se assina ou não o Termo de Ajuste de Conduta.

"A gente sentiu que aparentemente, a única resistência, seria em relação a alguns prazos que a gente encurtou, mas vamos lutar para que eles não alonguem estes prazos porque já tiveram todo este período, desde 2014 para concluírem as obras e não concluíram. A gente saiu otimista porque eles não negaram em assinar o TAC, que prevê uma multa de R$ 50 mil por dia, caso a Copasa não cumpra os prazos e a gente acha, pela fala do diretor Frederico, que citou como exemplo o município de Conselheiro Lafaiete, que todas as vezes que chegaram a assinar TAC, a Copasa deu a volta por cima e conseguiu cumprir. Vamos esperar a resposta deles pois algumas das medidas das 27 cláusulas do TAC eles já irão cumprir agora nos próximos dias e não irão esperar a assinatura do TAC. A gente sentiu que tanto o Flávio que é o superintendente que toma conta da nossa região, como o Sr. Frederico, estavam bem assustados com todos os registros mostrados", disse o vereador Hercyl Neto para a reportagem do Site Mídia Mineira.


A reunião repercutiu na sessão ordinária desta terça-feira da Câmara Municipal de Cataguases onde os vereadores e o chefe de gabinete da prefeitura de Cataguases, Roosevelt Pires, destacaram que tanto Legislativo e Prefeitura de Cataguases estão fazendo tudo que está ao alcance para solucionar o problema de esgotamento sanitário. O vereador Hercyl Neto também ressaltou que a Arsae tem multado a Copasa através da diminuição do valor da taxa de esgoto que poderá chegar a 25% no meio do ano, reduzindo a metade do que era cobrado inicialmente. Outras ações como a realização de nova licitação para contratação de empresa para esgotamento sanitário poderão ser discutidas caso a Copasa não assine o TAC.

*Foto cedida pelo vereador Hercyl Neto
ao Site Mídia Mineira

terça-feira, 23 de abril de 2019

Polícia Militar prende dois e apreende drogas no Granjaria em Cataguases

A Polícia Militar apreendeu uma sacola contendo várias porções de maconha na Rua Eponina Peixoto Ribeiro, no bairro Granjaria, no final da tarde desta segunda-feira, 22.

Segundo a PM, a droga foi apreendida durante patrulhamento da equipe policial composta pelos sargentos Andrade, Priscila, Correia e Rezende. Por volta das 17h14min, a equipe da patrulha de operações, deparou com dois indivíduos em uma motocicleta Yamaha/XT 660, de cor Branca, saindo do bairro Palmeiras, ambos em atitude suspeita. Foi procedida abordagem aos ocupantes e o condutor tentou fugir em alta velocidade, deixando o carona para trás, mas ambos acabaram detidos. A droga foi encontrada com o carona. Os dois foram levados para delegacia de Polícia Civil e deverão responder pelo crime de tráfico de drogas. O condutor também foi autuado por inflação de trânsito em razão das infrações praticadas.



Grupo Energisa participa de rodadas de negócio da FIEMG

Durante evento Invista Mais, empresa vai apresentar nova fábrica de softwares e o polo audiovisual para articular parceiros para o crescimento da Nova Economia na região

O Grupo Energisa, um dos maiores do Brasil em distribuição de energia elétrica, participará no dia 24 de abril, quarta-feira, de uma rodada de negócios com a indústria mineira, organizada pela Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG). O objetivo do evento é aproximar o Grupo de empresas fornecedoras de produtos e serviços do estado. Para os próximos três anos, a estimativa da Energisa de investimentos na compra de equipamentos e serviços é de R$ 6,4 bilhões, sendo R$ 2,3 bilhões em materiais e equipamentos e R$ 4,1 bilhões em serviços para as operações do grupo em todo o Brasil.

“A Energisa nasceu há 114 anos em Minas Gerais, e não só mantemos nossa sede em Cataguases, como expandimos nossas atividades ao implantarmos a Central de Serviços Energisa na cidade, nosso centro de serviços compartilhados para todo o Grupo”, afirma Ricardo Botelho, presidente do Grupo. “Esperamos fazer excelentes negócios com nossos parceiros mineiros”, diz.

O evento da FIEMG começará com uma série de apresentações sobre as unidades do Grupo Energisa e as perspectivas do mercado de energia brasileiro para os próximos anos. Os empresários presentes terão a oportunidade de conhecer um rol de produtos e serviços que podem adquirir das subsidiárias do Grupo Energisa, como a Energisa Soluções – que desenvolve soluções integradas para o mercado de energia elétrica, inclusive a operação e a manutenção de ativos – e a Energisa Comercializadora – que atua na área de venda de energia elétrica no mercado livre. Depois do almoço, serão realizadas as rodadas de negócios entre as empresas.

As áreas com maior demanda de fornecedores nos próximos anos são serviços, materiais e equipamentos para expansão e modernização de redes, linhas e subestações, automação, equipamentos para frota, tecnologia de informação e telecomunicações, entre outros. Só na distribuidora Energisa Minas Gerais, que atende a 66 municípios no interior do estado, investirá cerca de R$ 78 milhões em projetos dessas áreas.

Foco em Inovação e na economia criativa

Além das rodadas de negócios, a Energisa apresentará, em painel destacado, o Rio Pomba Valley. A Energisa está investindo em Cataguases em duas das maiores cadeias produtivas da nova economia mundial: tecnologia e audiovisual. O Grupo já criou uma fábrica de softwares própria e está aberta a parcerias com startups, que poderão participar do projeto Invista Mais, da FIEMG, que cadastra fornecedores de inovação e sustentabilidade. “Minas Gerais se tornou um dos principais polos de inovação do país, com destaque para Belo Horizonte. Queremos mostrar que Cataguases também pode ser uma cidade atrativa às empresas digitais, com potencial de crescimento em nível nacional”, diz Botelho.

A Energisa desenvolve também em parcerias com entidades locais o Polo Audiovisual da Zona da Mata. Desde 2010, o projeto vem recebendo recursos via leis de incentivo à cultura Estadual e Federal, que já renderam o lançamento de 16 grandes produções nos últimos oito anos. Segundo Botelho, a ideia do painel de inovação é discutir com parceiros formas de dinamizar a região através da inovação. “Como empresa âncora podemos alavancar muitas oportunidades. Chegou a hora de unir forças e fomentar ainda mais este novo território de inovação em nosso estado, atraindo novos empreendedores, ampliando a formação e a qualificação profissional, articulando potentes e novos empreendimentos, capazes de gerar emprego, renda e impactos relevantes na economia e no desenvolvimento local”, afirma.


Programação

  • 8h - Credenciamento com welcome coffee
  • 8h30 - Abertura do Sistema FIEMG e apresentação institucional da Energisa
  • 9h30 - Inserção das empresas de Minas Gerais em negócios nacionais e globais Wilson Brumer - empresário
  • 10h - Painel Inovação: Impacto das novas tecnologias disruptivas na comercialização de energia e no planejamento do setor elétrico. Talita Porto - Conselheira da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica - Thiago Barral - Presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE) - Moderadores: Alexandre Nogueira – Vice-Presidente de Regulação e Eduardo Mantovani – Diretor-Presidente da Energisa Minas Gerais
  • 11h30 - Apresentação das empresas Energisa Soluções (Júlio Ragone, Diretor de Operações) e Energisa Comercializadora (Alessandra Amaral, Diretora Presidente)
  • 12h10 - Apresentação de novos investimentos do Grupo Energisa
  • 13h - Brunch
  • 14h15 - Rodada de Negócios com potenciais fornecedores para Suprimentos, TI, Tecnologia e Transformação Digital, Soluções e Comercializadora.
  • 17h - Encerramento

Serviço:

Data: 24 de abril de 2019
Horário: 8h
Local: FIEMG – Av. do Contorno, 4.456, Funcionários, Belo Horizonte-MG.
Informações: (31) 3263-4775

Investimento: R$ 55,00 para associados ao sindicato empresarial. R$ 110,00 para demais empresas.

IMPORTANTE: ao se inscrever nos projetos em questão, a sua empresa será automaticamente cadastrada no portal de negócios Acesso a Mercados da FIEMG.

Sobre a Energisa

Com 114 anos de história, com sede em Minas Gerais, o Grupo Energisa é um dos maiores do Brasil em distribuição de energia elétrica. Uma das primeiras empresas a abrir capital no Brasil, a companhia controla 11 distribuidoras em Minas Gerais, Paraíba, Rio de Janeiro, Sergipe, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, São Paulo, Paraná, Rondônia e Acre.  O Grupo atende a 7,7 milhões de clientes — o que representa uma população atendida de quase 20 milhões de pessoas, em 862 municípios, em todas as regiões do Brasil. Com receita bruta anual de R$ 23,7 bilhões (ano 2018), o grupo gera aproximadamente 14 mil empregos somente para colaboradores próprios.


Com a missão de transformar energia em conforto, desenvolvimento e oportunidades de forma sustentável, responsável e ética, a Energisa atua com um portfólio diversificado que engloba distribuição, geração, transmissão, serviços para o setor elétrico (Energisa Soluções), serviços especializados de Call Center (Multi Energisa) e comercialização de energia (Energisa Comercializadora).

Fonte: Assessoria de Comunicação da Energisa

Polícia Militar apreende duas armas de fogo em Cataguases

A Polícia Militar apreendeu duas armas de fogo nesta segunda-feira (22), em Cataguases.

A primeira apreensão ocorreu durante patrulhamento pelo Centro de Cataguases. A equipe policial composta pelos militares sargento Cássio e cabo Jean Pierre, deparou com um adolescente de 14 anos, já conhecido pelos policiais pela prática de diversos delitos. Após abordado, foi encontrado em seu poder uma garrucha. O menor foi apreendido, juntamente com a arma.

Durante a condução do adolescente para a delegacia de Leopoldina, a mesma equipe avistou dois indivíduos em atitude suspeita, enquanto transitava pela Vila Minalda. Ao perceberem a aproximação da viatura e uma possível abordagem, os suspeitos abandonaram um embrulho e evadiram por um matagal. Após verificação foi encontrada outra garrucha dentro do embrulho. Os suspeitos conseguiram fugir. Segundo a PM, o rastreamento ficou prejudicado por conta do menor apreendido que estava na viatura juntamente com seu pai. 

As duas armas foram levadas para a Delegacia de Polícia Civil de plantão em Leopoldina para demais providências.

segunda-feira, 22 de abril de 2019

Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe: Confira o horário de vacinação nos Postos de Saúde de Cataguases

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza já começou em todo o país. O ministério da Saúde quer vacinar 58,6 milhões de pessoas, entre os dias 10 de abril e 31 de maio. Para isso, enviou aos estados 63,7 milhões de doses da vacina. 

Em Cataguases, até o dia 19 de abril, foram priorizadas crianças e gestantes, grupos mais vulneráveis às complicações causadas pela influenza. Neste ano, a faixa-etária do público infantil foi ampliada, de até 5 anos para até menores de 6 anos. Neste ano, também, gestantes e crianças poderão atualizar as demais vacinas previstas na Caderneta de Vacinação.

A partir desta segunda-feira, 22 de abril, a vacinação contra influenza se estenderá também aos demais públicos-alvo da campanha, que são: trabalhadores de saúde; povos indígenas; puérperas (mulheres até 45 dias após o parto); idosos (a partir dos 60 anos); professores, pessoas portadoras de doenças crônicas e outras categorias de risco clínico, população privada de liberdade, incluindo adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medida socioeducativa, e funcionários do sistema prisional, além das gestantes e crianças de seis meses a menores de seis anos (5 anos, 11 meses e 29 dias). 

O dia D de mobilização, em que postos de todo o Brasil estarão abertos, será no dia 4 de maio.

A meta do Ministério da Saúde é vacinar pelo menos 90% de cada um dos grupos prioritários. A escolha dos grupos que receberão a vacina segue recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS). Essa definição também é baseada em estudos epidemiológicos e no comportamento das infecções respiratórias, que têm como principal agente os vírus da gripe. Por isso, são priorizadas as populações com maior chance de complicações e óbitos por Síndrome Respiratória Aguda Grave.

A vacina produzida para 2019 teve mudança em duas das três cepas que compõem o imunobiológico, e protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no último ano no Hemisfério Sul, de acordo com determinação da OMS: A/Michigan/45/2015 (H1N1) pdm09; A/Switzerland/8060/2017 (H3N2); B/Colorado/06/2017 (linhagem B/Victoria/2/87). A vacina contra gripe é segura e reduz as complicações que podem produzir casos graves da doença, internações e óbitos. 

A vacinação em Cataguases acontece na Policlinica Municipal ou nos Postos de Saúde de cada bairro. Confira o horário em que a vacinação é disponibilizada nos postos de Cataguases:

Segunda a Sexta de 07h30min às 15h30min

  • PSF Bandeirantes
  • PSF Beira Rio
  • PSF Paraíso
  • PSF Bom Pastor
  • PSF Pampulha
  • PSF Guanabara
  • PSF Granjaria
  • PSF Thomé
  • PSF Sol Nascente
  • PSF Primavera

Segunda a Sexta de 07h30min às 12h30min

  • PSF Leonardo

Segunda a Sexta de 08h00min às 11h00min

  • PSF Rural Vista Alegre
  • PSF Rural Cataguarino

Segunda a Sexta de 08h00min às 12h00min

  • PSF Haidèe

Segunda a Sexta de 09h00min às 15h30min

  • PSF São Vicente

Segunda a Sexta de 11h30min às 15h30min

  • PSF Centro

Segunda a Sexta de 12h00min às 15h30min

  • PSF Taquara Preta

Segunda a Sexta de 13h00min às 15h30min


  • PSF Sereno
*Com informações da Secretaria Municipal de Saúde de Cataguases e

do Ministério da Saúde

domingo, 21 de abril de 2019

Homem é esfaqueado em Cataguases

Um homem de 48 anos, identificado pelas iniciais "J.C.R.S.", foi esfaqueado na noite deste domingo (21), na Rua Nicolau Siervi, na Vila Minalda, em Cataguases.

A vítima foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência - SAMU e levada para o pronto socorro do Hospital de Cataguases em estado ainda não informado.

A Polícia Militar foi acionada e após intenso rastreamento, conseguiu prender o suspeito "L.F.T.C.", também de 48 anos, na Avenida Centenário, bairro Bom Pastor. Até o fechamento desta matéria a Polícia Militar ainda se encontrava com a ocorrência em andamento. O suspeito será levado para a Delegacia de Polícia Civil de plantão em Leopoldina para as demais providências. A motivação do crime ainda está sendo investigada.

Divulgado o resultado das solicitações de isenção do Enem 2019

Foi divulgado na quarta-feira (17) o resultado das solicitações de isenção da taxa de inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019. Para consultar o resultado, é necessário que o estudante informe o CPF e a senha criada na hora de fazer a solicitação. A taxa de inscrição deste ano é R$ 85.

Também foi disponibilizado o resultado das justificativas dos estudantes isentos da inscrição no Enem 2018 e que, por algum motivo, faltaram às provas. Para pedir isenção novamente este ano, esses estudantes tiveram que apresentar uma justificativa da ausência.

Os interessados em fazer o Enem que tiveram a solicitação de isenção  e/ou a justificativa de ausência reprovadas poderão solicitar recurso das 10h desta segunda-feira, 22 de abril às 23h59 de 26 de abril de 2019 pelo Sistema Enem. O resultado do recurso será divulgado no mesmo endereço, a partir de 2 de maio.

De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), 3.687.527 estudantes solicitaram a isenção da taxa de inscrição do Enem 2019. O prazo para pedir a isenção da taxa do Enem terminou no último dia 10.

Estudantes isentos

Tem direito a isenção quem está cursando a última série do ensino médio em 2019, em escola da rede pública declarada ao Censo Escolar e quem cursou todo o ensino médio na rede pública ou como bolsista integral na rede privada e tem renda igual ou menor que um salário mínimo e meio por pessoa. A isenção também é voltada para candidatos em situação de vulnerabilidade socioeconômica, por serem membros de família de baixa renda.

Enem 2019

O Enem será aplicado nos dias 3 e 10 de novembro. As notas do exame podem ser usadas para ingressar em instituição pública pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), para obter bolsas de estudo em instituições particulares de ensino superior pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e para obter financiamento pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Fonte: Governo Federal 

Polícia investiga corpos carbonizados encontrados dentro de veículo em Muriaé

A Polícia Civil está apurando um possível caso de duplo homicídio, ocorrido próximo ao distrito de Itamuri, na zona rural do município de Muriaé.

Segundo informações, dois corpos ainda não identificados foram encontrados dentro de um automóvel VW Crossfox totalmente carbonizados, na madrugada de sexta-feira (19). Os corpos estavam completamente queimados, não sendo possível sequer definir o sexo.

Após a perícia os corpos foram levados para exames no IML de Muriaé e amostras de DNA foram enviadas para Belo Horizonte para tentar identificar as vítimas. O carro foi recolhido para um pátio credenciado pelo Detran.


Durante os trabalhos da Perícia foi encontrado dentro do veículo partes de uma pistola e próximo ao local vários projéteis que foram recolhidos, além de dois bonés parcialmente queimados.

Com informações e foto da Rádio Muriaé

sábado, 20 de abril de 2019

Fieis participam da encenação da Paixão de Cristo em Cataguases





Uma multidão de fieis acompanhou a encenação da Via Sacra, percurso de Jesus a carregar a Cruz desde o Pretório de Pôncio Pilatos até ao Monte Calvário, que aconteceu na noite desta sexta-feira da Paixão (19/4), na Praça Santa Rita em Cataguases.

O evento apresenta as 14 estações da Via Sacra conforme a tradição Católica, com as mensagens dentro do tema deste ano da Campanha da Fraternidade:  “Fraternidade e Políticas Públicas”, bem como o lema: “Serás libertado pelo direito e pela justiça” (Is 1,27), conforme orientado pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Após a encenação os fieis participaram da procissão do "Senhor Morto" que saiu da Praça Santa Rita, cruzou o centro da cidade em direção a Paróquia Nossa Senhora do Rosário.

As comemorações da Páscoa terminam neste domingo (21/4).

Confira abaixo mais fotos do evento: