sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Equipes de Saúde da SMS realizam em Cataguases eventos em comemoração ao Dia Mundial da Saúde Mental

Em comemoração ao Dia Mundial da Saúde Mental, que é comemorado nesta sexta-feira (10), equipes da Secretaria Municipal de Saúde, como do Centro de Atenção Psicossocial - Álcool e Drogas (CAPS-AD), CAPS-I e do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), promoveram uma ação na Praça Rui Barbosa e outros locais do centro da cidade, visando conscientizar contra o preconceito e exclusão do doente mental do convívio Social.

Lais Guerra Abadias, uma das educadoras do CAPS, disse a nossa reportagem que a manifestação visa lutar por direitos iguais dos doentes mentais que são excluídos da sociedade. "As pessoas acham que quem tem problema ou algum transtorno mental não faz parte da sociedade, a gente está indo pra rua para reivindicar por direitos iguais [...] Estes pacientes e usuários precisam muito de carinho, de atenção e cuidados"

A Coordenadora e Assistente Social do CAPS-I, Valéria Lazaroni Silva, disse com exclusividade ao Site Mídia Mineira, que o movimento é para mostrar a população que as pessoas que fazem tratamento, são pessoas como as outras, que enfrentam problemas de saúde e que qualquer um pode ser afetado. "O dia 10 de outubro foi considerado o Dia Mundial da Saúde Mental, justamente pra isso, pra gente se mostrar e ir além do muro e mostrar que esse é um problema de todos, não importando raça, gênero ou etnia" disse.

Valéria Lazaroni, destacou o trabalho de toda a equipe dos CAPS, a saber, o médico psiquiatra, Dr. Atílio, a psicóloga Sandra Maciel, Lilian Tiago, Ataliba que é instrutor de arte, além de enfermeiros, monitores, professores e demais servidores.

Na manhã desta sexta-feira, o CAPS-I realizou evento no Santuário Santa Rita de Cássia na Praça Santa Rita, que contou com palestra da Terapeuta Ocupacional Ana Paula Carneiro, de Sandra Maciel (Mestre em Psicologia pela UFJF), Dr. Atílio Montanari (Psiquiatra), o Secretário Municipal de Saúde, Geraldo Leite Antonucci, além de familiares e usuários dos CAPS.

Política Nacional de Saúde Mental

A Política Nacional de Saúde Mental, apoiada na lei 10.216/02,busca consolidar um modelo de atenção à saúde mental aberto e de base comunitária. Isto é, que garante a livre circulação das pessoas com transtornos mentais pelos serviços, comunidade e cidade, e oferece cuidados com base nos recursos que a comunidade oferece. Este modelo conta com uma rede de serviços e equipamentos variados tais como os Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), os Serviços Residenciais Terapêuticos (SRT), os Centros de Convivência e Cultura e os leitos de atenção integral (em Hospitais Gerais, nos CAPS III). O Programa de Volta para Casa que oferece bolsas para egressos de longas internações em hospitais psiquiátricos, também faz parte desta Política.

Valéria Lazaroni é Coordenadora do CAPS-I

Farmácias de Plantão em Cataguases
04 Domingo
05 Segunda
06 Terça
07 Quarta
08 Quinta
09 Sexta
10 Sábado
FarmaCenter São Geraldo Droganova São Francisco N. Sra. Aparecida Brasil Sta Tereza
N. Sra Rosário Silveira Farmanossa Cataguases Campinho São Mateus Silveira II