quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Maurício Rufino propõe debate antes da eleição da Mesa Diretora da Câmara de Cataguases. Quatro candidatos poderão concorrer

Passada as eleições, a Câmara Municipal de Cataguases, inicia uma nova discussão eleitoral, agora em torno da eleição da nova Mesa Diretora que ficará à frente do Legislativo municipal em 2015 e 2016.

Nos bastidores, já há algum tempo, vem se falando das candidaturas do vereador Geraldo Majella e de Fernando Amaral como candidatos a presidente da Mesa Diretora, o primeiro com o apoio da base do prefeito e o segundo, com o apoio da oposição, mesmo sendo Amaral, do PC do B, partido do Prefeito Cesinha.

Na Sessão desta terça-feira (28), o vereador Maurício Rufino, usou a tribuna para sugerir que antes da eleição da Mesa Diretora, pudesse ser feito um debate entre os candidatos a Presidência da Mesa. "As pessoas com quem eu conversei, sinalizaram 100% favorável a isto, dizendo pra mim que: Não adianta, eu tentar ser democrático só na hora do voto, se eu Maurício, não soube como é que foi esta negociação, com base em que você votou no Fernando Pacheco, no Aquiles... Quais foram as propostas deles? Que tipo de gestão eles vão oferecer pra casa?" disse.

O vereador Maurício Rufino propôs um debate
entre os Candidatos a Mesa Diretora da Câmara
Municipal de Cataguases
Na opinião do vereador, seria muito bem vindo um debate entre os candidatos que pretendem fazer a gestão da casa, porque é dinheiro público que está em jogo. Maurício Rufino, disse que a Câmara já aprovou avanços no regimento, como fim do voto secreto e que agora seria outro avanço aprovar debate para presidente da casa.

O vereador sugeriu formalmente ao presidente, Fernando Pacheco, que fosse marcado uma data para uma reunião, para que os vereadores decidissem os procedimentos para o mesmo e depois uma segunda data, já para o debate entre os candidatos.

O presidente Fernando Pacheco no entanto, disse que como vereador, ele é plenamente favorável, porém, como presidente, não poderia dar uma resposta de pronto, porque precisaria consultar a Mesa Diretora, além do Regimento Interno, Lei Orgânica e demais Leis (estadual e federal) e disse que deverá dar uma resposta oficial sobre isto, na próxima reunião "A principio eu sou simpatizante, porém, tem de ver a regimentalidade".

O vereador Paulo Aritana, pediu a palavra para dizer que apoia a ideia de Maurício Rufino, porque ele também ainda não havia decidido em quem vai votar.

Já o vereador Serafim, a princípio, se mostrou totalmente contrário, dizendo que: "Seria muita falsidade de nossa parte, dizermos que ninguém tem candidato aqui, nós estamos tapando o sol com a peneira e ofendendo a inteligência de cada um. Aqui, nós vereadores, temos consciência e sabemos em quem votar. Eu fui contra o voto secreto, porque o voto secreto permite a corrupção, o voto secreto permite acordo, como ocorreu na eleição da atual Mesa".

Nesta quinta-feira, um novo desdobramento aconteceu em relação as eleições da Mesa Diretora. Os vereadores José Augusto Titoneli e Serafim Spindola, anunciaram pela manhã no programa "Conversa Franca" do radialista Souza Mendonça, pela rádio Brilho FM, que também serão candidatos a presidência da Câmara. Em entrevista ao site Mídia Mineira, após o programa de rádio, o vereador Serafim Spíndola, disse que estava relutante em fazer este debate porque achava que foi proposto em cima da hora e como não houve debate para a eleição desta Mesa Diretora, não estava concordando com uma mudança já para este pleito. Porém, após o vereador José Augusto Titoneli, se lançar candidato, dizendo que irá caminhar junto com a atual administração, ele reviu sua posição, resolvendo se lançar como candidato da oposição e chegou a conclusão de que a ideia do debate será muito salutar para a democracia.

Resta saber agora, qual será a decisão oficial da Mesa Diretora na próxima Sessão.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Farmácias de Plantão em Cataguases
27 Domingo
28 Segunda
29 Terça
30 Quarta
01 Quinta
02 Sexta
03 Sábado
Droga Minas Coimbra Econômica
Pague Menos Aeropharma Drogaria da vila