quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

Votação para o Orçamento 2015 da Prefeitura de Cataguases é adiada devido emendas

A Lei Orçamentária Anual (LOA), que é o Orçamento para 2015 da Prefeitura Municipal de Cataguases, não pode ser votada na sessão ordinária da Câmara Municipal desta terça-feira (2), devido 2 emendas realizadas pelo vereador Mauricio Rufino e Vinicius Machado, forçando que o projeto descesse para as comissões. Com isso, a Câmara corre o risco de ser obrigada a adiar o recesso parlamentar, caso não consiga votar o orçamento até o dia 23 de dezembro.

O vereador Geraldo Majella, alertou para este risco, uma vez que são duas votações, e sugeriu ao presidente para fazer uma convocação extraordinária. "Nós já paramos duas vezes e nós temos condições de avaliar essas duas emendas que são pequenas hoje" disse Majella, porém, o vereador Serafim Spíndola, disse que além disso estavam faltando quatro vereadores (3 deles estavam participando de curso na AMM).

Após discussão, ficou acordado que a primeira votação do Orçamento deverá acontecer em uma sessão ordinária e a segunda votação em uma convocação extraordinária.

As emendas, são basicamente de remanejamento de verbas, para o Orçamento de 2015, está previsto o montante de R$ 124.726.763,95 (cento e vinte e quatro milhões, setecentos e vinte e seis mil, setecentos e sessenta e três reais e noventa e cinco centavos).

Farmácias de Plantão em Cataguases
27 Domingo
28 Segunda
29 Terça
30 Quarta
01 Quinta
02 Sexta
03 Sábado
Droga Minas Coimbra Econômica
Pague Menos Aeropharma Drogaria da vila