segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

CATAGUASES: Mais de 2 mil litros de água sanitária são distribuidos em campanha contra a Dengue e Chikungunya no bairro Paraíso



A prefeitura municipal de Cataguases através da Secretaria Municipal de Saúde e do Núcleo de Controle de Endemias e com o apoio da Secretaria de Serviços Urbanos e Associação de Moradores do Bairro Paraíso, realizou no ultimo sábado (24), no bairro Paraíso, mais uma etapa do bota fora contra a Dengue e Chikungunya. 

O trabalho começou as 8 da manha e contou com o apoio dos profissionais da estratégia da família que estiveram realizando  teste de glicemia e aferição de pressão arterial em duas tendas educativas que foram montadas uma no campo na rua Jose Alcino Bittencourt e outra na quadra na Rua Geraldino Ferraz, com a finalidade de estar passando para a comunidade as medidas profiláticas no combate a dengue a febre Chikungunya e distribuição de mais de 2000 litros de água sanitária com instruções de como estar usando para combater a Dengue e Chikungunya. 

Vale destacar que o critério de escolha do bairro para ser distribuído esta água foi o fato de no ultimo LIRAa realizado  no período de 5 a 7/01/2015 o bairro foi o que teve maior índice de infestação do mosquito, ficando em 17,24%.

Outro ponto é que a água sanitária distribuída, foi alvo de discussões na Câmara Legislativa, em novembro de 2014, após fiscalização dos vereadores Serafim Spíndola, Walmir Linhares e José Augusto Titoneli, que comprovaram cerca de 2600 litros com data de validade vencida, parados desde 2013. O atual Coordenador do setor de epidemiologia, Alencar Norte, que não era coordenador na época do recebimento da água sanitária, resolveu então solicitar um laudo técnico para ver se a água sanitária poderia ser ainda utiliza, o que acabou comprovando que mesmo com a data vencida, o produto ainda poderá ser utilizado, pois encontra-se com as mesmas propriedades.


Recomendações de utilização da água sanitária:

A utilização de 2 ml de água sanitária por litro de água é suficiente para o combate das larvas do mosquito da dengue.

Destaca-se que nesta concentração, a solução aquosa de água sanitária só deve ser utilizada para desinfecção, não sendo própria para ingestão de humanos ou animais. Essa diluição é aproximadamente 20 vezes maior que a concentração máxima permitida para ingestão que é de 2mg/l de cloro residual livre.

Recomenda-se a utilização de água sanitária pela população para combate as larvas do mosquito da dengue nos seguintes criadouros:
  • Vasos sanitários que não são de uso diário: adicionar 1 colher de chá (5ml) de água sanitária;
  • Caixa de descarga sanitária que não é de uso diário: adicionar 2 colheres de sopa (30ml) de água sanitária;
  • Ralos externos (captam água de chuva e de limpeza) e internos que não são de uso diário: adicionar 1 colher de sopa (15ml) de água sanitária;
  • Tambores de armazenamento (200 litros) de água não utilizada para consumo humano: adicionar 2 copos americanos (400ml) de água sanitária;
  • Bromélia: Preparar previamente a solução com 1 colher de café (2ml) para cada litro de água e preencher os locais onde acumulam água.

O tratamento deve ser repetido semanalmente, preferencialmente em dia fixo, de modo a garantir que a solução continue efetiva no combate as larvas ou seja 10 minutos contra a dengue.

Essa é uma ação adicional e não exclui as atividades de remoção e proteção dos potenciais criadouros e visitas dos agentes, que são fundamentais para o controle da Dengue.


*Com informações e fotos do Setor de Epidemiologia


Nenhum comentário :

Postar um comentário

Farmácias de Plantão em Cataguases
27 Domingo
28 Segunda
29 Terça
30 Quarta
01 Quinta
02 Sexta
03 Sábado
Droga Minas Coimbra Econômica
Pague Menos Aeropharma Drogaria da vila