terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Mais de 500 esportistas pleiteiam benefícios do Programa Minas Olímpica

A Bolsa-Atleta e a Bolsa-Técnico procuram fornecer apoio financeiro para obtenção de melhores condições de preparação e resultados

As inscrições para o Programa Minas Olímpica Bolsa-Atleta e Bolsa-Técnico foram encerradas na última semana. Ao todo, pleitearam o benefício 556 atletas e 82 técnicos, com um cadastro total de 2.175 resultados em competições: 1.172 estaduais, 794 nacionais, 176 internacionais e 33 olímpicos/paralímpicos.

A Bolsa-Atleta e a Bolsa-Técnico visam apoiar financeiramente atletas e técnicos desportivos que apresentem bons históricos de resultados em competições de âmbito estadual, nacional, internacional e olímpico/paralímpico. Com as bolsas, atletas e técnicos têm condições melhores para se prepararem para competições desde regionais, até olímpicas.

Bolsas disponíveis 

O edital nº01 publicado em 2014 disponibiliza 109 bolsas ao todo. Aos atletas, destinam-se 35 para categoria estadual, 35 para a nacional, 10 para a internacional e 9 para a categoria olímpico/paralímpico. Já para os técnicos são reservadas 10 bolsas na categoria estadual e 10 distribuídas entre as categorias nacional e internacional.  A quantidade de bolsas disponíveis, por categoria, poderá ser remanejada em caso de demanda inferior ao quantitativo previsto no edital de seleção.

A concessão da Bolsa-Atleta e da Bolsa-Técnico se dá, anualmente, mediante edital. Os contemplados vão firmar termo de compromisso com a Secretaria de Estado de Esportes e receber repasse financeiro bimestral, pelo prazo de 12 meses.

Após a inscrição, a seleção passa por outras três etapas: homologação dos resultados cadastrados no momento da inscrição; classificação e seleção dos atletas e técnicos de acordo com a colocação na competição de referência da categoria de bolsa específica, e análise dos documentos encaminhados pelos selecionados na etapa anterior.

O Programa 

A Bolsa-Atleta e a Bolsa-Técnico foram regulamentadas por meio da Lei nº. 20.782, publicada em 19 de julho de 2013. O objetivo é repassar um valor financeiro aos contemplados para que seja utilizado, preferencialmente, para cobrir gastos pessoais como transporte, hospedagem e alimentação, além de participação em cursos de aprimoramento profissional, no caso dos técnicos, e aquisição de materiais e equipamentos para o treinamento, no caso de atletas.

Os valores da bolsa variam de acordo com nível pleiteado pelo atleta ou técnico. Para os contemplados na categoria bolsa-atleta estadual, o repasse será de R$ 750; nacional de R$ 1.500; internacional de R$ 2.500; e olímpica ou paralímpica de R$ 5 mil. No caso dos técnicos, a bolsa será de R$ 1 mil ou R$ 3 mil.

A tabela a seguir apresenta o número de atletas e técnicos inscritos por modalidade esportiva:

Fonte: Agência Minas

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Farmácias de Plantão em Cataguases
27 Domingo
28 Segunda
29 Terça
30 Quarta
01 Quinta
02 Sexta
03 Sábado
Droga Minas Coimbra Econômica
Pague Menos Aeropharma Drogaria da vila