xxxxx

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Força-tarefa para gerir abastecimento de água discute obras e projetos que serão levados a Brasília

Encontro realizado envolveu representantes de diversos órgãos estaduais e definiu bases para a apresentação das demandas estaduais ao Governo Federal

Os órgãos e entidades do Governo de Minas que integram a força-tarefa para gerir o abastecimento de água no Estado realizaram, nesta segunda-feira (9/2), uma nova reunião de trabalho.

Foram apresentados detalhamentos de obras e projetos relacionadas à gestão da água no estado, que vão servir de base para as ações do Governo de Minas Gerais. O conteúdo será apresentado na próxima quarta-feira (11/2) em Brasília ao Governo Federal (Ministério da Integração Nacional e Ministério das Cidades) pela equipe liderada pelo secretário de Estado de Planejamento e Gestão, Helvécio Magalhães. O objetivo é buscar o apoio da União para os diversos projetos estaduais junto ao Governo Federal.

Reunião da força-tarefa ocorreu, nesta segunda-feira,
na Cidade Administrativa
O encontro da força-tarefa também reuniu informações para a apresentação da posição oficial do Governo do Estado, na próxima quinta-feira (12/2), na reunião do Conselho Estadual de Recursos Hídricos. O conselho integra os órgãos públicos, setor produtivo e sociedade civil organizada, visando assegurar o controle da água e sua utilização em quantidade e qualidade.

A reunião contou com representantes das Secretarias de Estado de Governo (Segov), Planejamento e Gestão (Seplag), Transporte e Obras Públicas (Setop), Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), Desenvolvimento Regional, Política Urbana e Gestão Metropolitana (Sedru) e Desenvolvimento e Integração do Norte e Nordeste de Minas Gerais (Sedinor), além da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa), Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam), Agência de Desenvolvimento da Região Metropolitana, Ruralminas, Defesa Civil e Fundação HidroEX.

Sem mudanças 

Durante a reunião, a presidente da Copasa, Sinara Meireles, destacou que a situação dos reservatórios continua a preocupar, mesmo com as recentes chuvas. Há reuniões de trabalho em andamento e ações para buscar soluções em médio e longo prazos. O esforço continua e, neste momento, as equipes estão focadas não só no abastecimento, mas em construir uma forma abrangente e coordenada de gestão dos recursos hídricos. 

*Fonte: Agência Minas

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Farmácias de Plantão em Cataguases
27 Domingo
28 Segunda
29 Terça
30 Quarta
01 Quinta
02 Sexta
03 Sábado
Droga Minas Coimbra Econômica
Pague Menos Aeropharma Drogaria da vila