quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Vereadores visitam ponte histórica que corre risco de cair na divisa entre Cataguases e Leopoldina



Após ser lido um pedido de providências do ex-vereador Paulo Roberto Tiago Pires, o "Xoxo", na Sessão Ordinária da Câmara de Cataguases de terça-feira (10), relativo a ponte, conhecida como "Ponte Velha" que encontra-se em estado precário, os vereadores João Manoelino Bolina e Walmir Linhares, se mobilizaram para tentar solucionar o problema.

A ponte, está localizada na comunidade de Tiago, sobre o Rio Pomba, no local conhecido como Barra de São Joaquim, entre os limites de Cataguases, Leopoldina e Laranjal, a aproximadamente 30 quilômetros do centro de Cataguases e foi passagem da antiga Rio-Bahia.

No comunicado, o ex-vereador, solicita a criação de uma comissão para estudar o caso conforme a seguir:
“Na qualidade de ex-vereador e representante informal da comunidade de Tiago, venho mui respeitosamente solicitar, se possível, a formação de uma comissão para verificar o precário estado de conservação da ponte sobre o Rio Pomba, divisa deste município de Cataguases com o de Leopoldina, local conhecido como "Ponte Velha", antigo leito da rodovia Rio/Bahia, construída e inaugurada no governo do saudoso presidente Getúlio Vargas.
Minha reivindicação, prende-se ao fato do intenso tráfego de caminhões, transportando cargas acima do limite de capacidade da referida ponte, que se intensificou com o fechamento da ponte de Vista Alegre. Para tanto, e sabendo da importância histórica desse monumento e na certeza do valor que esta magna casa legislativa deposita na cultura e desenvolvimento da região, apresento meus agradecimentos, colocando-me a inteira disposição para quaisquer esclarecimentos que se fizerem necessários.”
A Catrans pretende sinalizar a ponte da Barra de São
Joaquim, da mesma forma que sinalizou a ponte Raul Soares
em Vista Alegre, mas esse tipo de sinalização está sendo
muito contestada.
Ainda na sessão, vereador João Manoelino Bolina (Joãozinho de Vista Alegre), se manifestou, dizendo que já conhecia a situação da ponte e que já havia entrado em contado com o coordenador da Catrans, Capitão Hélio, que passou a informação que a Catrans já se encontra com a sinalização necessária para o local, porém, o vereador disse que a intenção será fazer da mesma forma que foi feito com a Ponte de Vista Alegre, que não se encontra fechada, apenas com a proibição de veículos com peso superior a 15 toneladas, o que para ele, não resolve o problema. O vereador explicou que da forma em que foi sinalizada a ponte Raul Soares, em Vista Alegre, o problema não foi resolvido, pois não impede que as carretas com mais de 15 toneladas passe pelo local, pois na realidade, foi colocado um limitador de tamanho (foto acima), mas se tiver um caminhão baixo com carga acima da permitida, consegue passar sem problemas, ao passo que se tiver um outro com carga abaixo da permitida, mas com a cabine alta, não. (Confira matéria sobre a ponte de Vista Alegre aqui).

Joãozinho de Vista Alegre, disse que já visitou a Ponte Velha e que realmente a mesma está ruindo e pediu que fosse criada uma comissão e que esta pudesse olhar o que está acontecendo nas duas pontes.

Visita a ponte

Antes da comissão ser criada, os vereadores Walmir Linhares e Joãozinho de Vista Alegre, estiveram esta semana no local, acompanhados de nossa reportagem para documentar e colher mais informações.

A estrutura de concreto da ponte já aparece a ferragem
No local, pudemos constatar que a ponte encontra-se realmente em um estado precário conforme fotos. Um morador da região que não quis se identificar, disse para nossa reportagem que já há cerca de 5 meses, carretas carregadas de areia molhada, que juntamente com a carga podem pesar mais de 50 toneladas, além de caminhões truck (com carga até 23 toneladas), passam pela ponte várias vezes por dia e que cada vez que um veículo muito pesado passa, chega a cair pedaços de concreto da estrutura da ponte.

Em entrevista para o Site Mídia Mineira, o vereador Walmir Linhares, disse que a intenção é sensibilizar primeiramente as autoridades municipais de Cataguases e Leopoldina, no sentido de sinalizar a ponte e posteriormente, as demais, para que a comunidade local não fique prejudicada e tenha de passar por caminhos mais longos.

O vereador João Manoelino Bolina, disse ao site Mídia Mineira que sua intenção será conversar com os proprietários de areões para tentar chegar a um consenso que não prejudique nem os empresários e nem a comunidade. Ele sugeriu que as carretas fiquem esperando de um lado e que caminhões menores, com pesos compatíveis, possam levar a areia até as carretas.

Catrans

Em contato com o Coordenador da Catrans, Capitão Hélio de Andrade, ele confirmou que realmente a Catrans já tem a sinalização para o local, porém está aguardando uma lei do município de Leopoldina para começar a sinalizar. Ele também informou que a Lei pode ser feita também em Cataguases, mas está aguardando uma decisão em Leopoldina, porque as primeiras reclamações partiram de lá, no final do ano passado. 

Secretaria de Obras de Leopoldina

Nossa reportagem também falou com o Secretário de Obras de Leopoldina, Sr. José Márcio Gonçalves Lima, que nos informou que precisaria conversar primeiro com a Procuradora Geral do Município, Dra Viviani Correa Cesar, para nos posicionar sobre a Lei e que só poderá nos enviar maiores detalhes sobre a questão na semana que vem.







Nenhum comentário :

Postar um comentário

Farmácias de Plantão em Cataguases
27 Domingo
28 Segunda
29 Terça
30 Quarta
01 Quinta
02 Sexta
03 Sábado
Droga Minas Coimbra Econômica
Pague Menos Aeropharma Drogaria da vila