quarta-feira, 1 de abril de 2015

Câmara de Cataguases aprova projeto que permite instalação de comércio na Avenida Guido Marliere mas projeto do cemitério ainda terá de esperar

Dos dois projetos previstos na pauta da última sessão ordinária da Câmara de Cataguases no mês de março, nesta terça-feira (13),  apenas o substitutivo dos vereadores Luiz Carlos da Silva Sodré e Walmir Linhares, que "Altera dispositivo da Lei nº 2.427/1995" onde modifica o Código de Zoneamento Urbano de algumas ruas no Bairro Haidêe e principalmente da Av. Guido Marliere para ZPR 3 (Zona de Proteção de Faixas Rodoviárias) onde passa a permitir residências e comércio no local, foi aprovado já em 2º votação e aguarda agora a sanção do prefeito Cesinha Samor.

O outro projeto da pauta, que veio do Executivo e "dispõe sobre cemitérios e serviços funerários no Município de Cataguases, novamente foi retirado da pauta após pedido de sobrestamento do vereador Serafim Couto Spíndola, por necessitar conversar com os profissionais da área como agentes funerários por exemplo.  

O projeto visa organizar o funcionamento do Cemitério São José em Cataguases e teve início após os trabalhos da CEI (Comissão Especial de Inquérito), composta pelos vereadores Maurício do Vale Rufino (PT), Geraldo Majela Mazini (PT) e João Manoelino Bolina (PHS), a qual constatou diversas irregularidades e práticas ilegais e lesivas ao Patrimônio Público em agosto de 2013.

Antes da sessão, aconteceu a entrega de moções as pessoas e entidades que se destacaram no mês de março em Cataguases. Confira a matéria aqui no site.

No grande expediente, falaram os vereadores Fernando Pacheco Fialho, sobre uma lista com o nome dos vereadores que votaram a favor do veto ao projeto de Titoneli que autorizava o Executivo a pagar o Piso aos professores da rede pública municipal onde dizia que estes "votaram contra a educação".

O segundo foi o vereador Serafim Spíndola que também falou em defesa da Câmara e especificamente sobre um problema que aconteceu na sessão anterior entre o presidente da Câmara e um cidadão que queria entregar um documento, mas que não foi aceito por falta de assinatura e o caso foi parar em um jornal local de forma distorcida, com críticas ao presidente.

Em seguida, falou o vereador Walmir Linhares sobre a viajem que o mesmo realizou a um congresso da Associação Mineira dos Municípios (AMM) em Belo Horizonte.

Por fim, o vereador Joãozinho de Vista Alegre, também discursou e pediu união dos vereadores para o pedido que realizou em outubro de 2013 em Belo Horizonte, solicitando asfaltamento em estradas vicinais que levam aos distritos de Cataguases, através do programa "Caminhos de Minas".

Confira os vídeos destas falas em breve aqui no site.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Farmácias de Plantão em Cataguases
27 Domingo
28 Segunda
29 Terça
30 Quarta
01 Quinta
02 Sexta
03 Sábado
Droga Minas Coimbra Econômica
Pague Menos Aeropharma Drogaria da vila