xxxxx

quarta-feira, 1 de abril de 2015

Câmara homenageia entidades e pessoas que se destacaram no mês de março de 2015

A Câmara Municipal de Cataguases, homenageou na noite desta terça-feira (31), empresas, entidades e cidadãos que se destacaram no mês de março de 2015, com a entrega de moção de aplauso.

Foram homenageados: 

Pelo vereador Luiz Carlos da Silva Sodré (Russo):
  • Fábio Ferreira Guedes da Costa, Dietor da Companhia Cataguases de Papel;
  • Pastoral da Criança de Cataguases (Alícia Aparecida Ramos Fonseca, Filomena Aparecida Moraes Nogueira, Lorena Resende Sanches Ferreira, Maria Bernadete da Cruz, Marisa Rodrigues Ferreira e Regina Célia Silva Ramos)


Pelo vereador Fernando Rodrigues do Amaral
  • Sargento Waldecir de Oliveira França pelos 23 anos de serviços prestados a Polícia Militar em Cataguases

Pelo vereador Fernando Pacheco Fialho:
  • Chirlene Ferreira da Silva Gail por estar a mais de 10 anos prestando valioso serviço no setor de Urgência e Emergência da Secretaria Municipal de Saúde;

Pelo vereador Geraldo Majella Mazini
  • Rotary Clube de Cataguases

Pelo vereador Maurício do Vale Rufino
  • Apenados e Direção do Presídio de Cataguases

Pelo Vereador Antônio Batista Pereira (Antônio Beleza)
  • Escola de Samba União dos Bairros pela vitória no Carnaval 2015;
  • Bloco Caricato Vida do Morro pela vitória no Carnaval 2015;
  • Mônica Branquinho Penitente,por ter passado na única vaga para disciplinário disponível no concurso público para a Prefeitura de Cataguases;
  • Escola Estadual Guido Marliere, pelos 85 anos de fundação (24/02/1930). Juntamente com o diretor da entidade, Elias Francisco de Oliveira Junior, receberam certificado os seguintes profissionais da escola: (Lenir Araujo da Silva, Lina Carla da Silva Delgado, Maria Cristina Coelho dos Santos, Fernando José da Silva, Helena Costa Meireles Mariano, Marcilene Souza da Silva Fidelis, Carmem Lúcia Resende Tavares, Cristiane Ferreira Ramos Mendonça, Genoveva Silva Martins, Laudenis Maria do Nascimento, Rita de Cássia Barbosa Borges, Alyne Cristina Gomes da Silva Sales, Ana Maria Carvalho Barbosa e Larissa Madeira Dias).




Após as homenagens, o diretor da Companhia Cataguases de Papel, trouxe boas notícias para os Cataguasenses, dizendo que foi uma incumbência divina assumir a direção da empresa, para salvá-la do fechamento. Ele contou que tem uma tradição no ramo de papeis de 20 anos e que esta é a quarta fábrica que ele recupera. Conforme o diretor, quando ele assumiu, existiam 258 postos de emprego e que hoje já existe 301 postos de emprego. Também, a produção da empresa, subiu de 1.200 toneladas para 4000 toneladas e que sua meta para este ano, será aumentar a produção para 8 mil toneladas, além de criar novos postos de trabalho.

O Diretor do Presídio de Cataguases, Alan Neves, falou sobre o livro poetas da liberdade, motivo da homenagem e contou que desde a primeira vez que participou de uma sessão na Câmara onde o tema era segurança pública, ele tem se perguntado como que o sistema prisional mineiro, poderia contribuir para o bem do município de Cataguases. Segundo contou, o livro foi uma forma de reflexão do custodiado, para que a pena se concretizasse nas mentes e que a partir dessa ideia pudesse iniciar um processo de ressocialização, além de contribuir com a sociedade, através de doações que serão realizadas em várias escolas municipais, juntamente com palestras, no intuito de promover uma conversa com os adolescentes que já estão em conflito com a lei, para que os professores possam trabalhar com os jovens e conscientizá-los da realidade do sistema prisional e dos que transgridem a lei. "Já foi a época, há 10 anos atrás, que a média de idade era 28 anos, hoje, é 22, 23. Se nada se fizer, daqui uns dias será 18, 19. Daqui uns dias, nós vamos ter aqui em Cataguases, 80%, 70%, daqueles que estão lá em cima, com média de idade de 21, 20 anos e onde a gente tem de olhar? em casa? talvez. A gente tem de olhar onde o adolescente está mais solto, onde ele é aliciado" completou.

Também o Tenente Lacerda, falou representando a Polícia Militar e em nome do Comandante da Companhia, Major Miranda e do Comandante de Unidade Tenente Coronel Ranieri, onde parabenizou a todos os homenageados presentes e especialmente ao sargento Waldecir, pelo excelente trabalho desempenhado em prol da sociedade Cataguases, há 23 anos.

Também o professor e diretor da Escola Estadual Marieta Soares Teixeira (Polivalente), João Dioni Sarquer Augusto, falou da importância do projeto criado pelo Presidio de Cataguases, na ressocialização dos acautelados e principalmente na prevenção, promovendo conversas com os adolescentes a fim de evitar que caiam no crime.



Nenhum comentário :

Postar um comentário

Farmácias de Plantão em Cataguases
27 Domingo
28 Segunda
29 Terça
30 Quarta
01 Quinta
02 Sexta
03 Sábado
Droga Minas Coimbra Econômica
Pague Menos Aeropharma Drogaria da vila