quinta-feira, 7 de maio de 2015

Alcoólicos Anônimos comemora 68 anos no Brasil em encontro que acontece em Leopoldina

O Alcoólicos Anônimos estará realizando o 1º Encontro da Área 33-MG, região que abrange os municípios das mesorregiões do Campo das Vertentes, do Sul e Sudoeste e da Zona da Mata de Minas Gerais.

O evento está agendado para 12, 13 e 14 de junho de 2015, na cidade de Leopoldina, oportunidade em que a entidade comemorará 80 anos de A.A. no mundo, 68 anos no Brasil, 54 em Minas Gerais e 44 em Leopoldina.

A coordenação pretende congregar o maior número de membros dos grupos da referida região, além de desfrutar do convívio de componentes de outras regiões do País, e também do exterior.

A escolha da cidade se deve ao fato de ela ter sido o palco de grandes realizações que marcaram as primeiras páginas da história da Estrutura de Serviço de A.A. no Brasil.

A programação, embora dirigida ao nível interno de A.A., para atualização de informações e troca de experiências, contém palestras de especialistas não alcoólicos – Médicos e Psicólogos –, cujos teores essenciais são de interesse geral da comunidade.

Sobre Alcoólicos Anônimos

Alcoólicos Anônimos nasceu na cidade de Akron, Ohio, EUA, no dia 10 de junho de 1935, durante uma conversa entre um corretor da Bolsa de Valores de Nova Iorque, de nome Bill W. e um médico de Akron, conhecido por Dr. Bob S., ambos casos graves de alcoolismo. Bill W. e o Dr. Bob S. trabalharam incansavelmente com outros bebedores-problema, e em torno deles cresceu essa Irmandade que hoje é mundialmente conhecida como A.A.

Este movimento fraterno congrega homens e mulheres portadores da doença alcoolismo, que compartilham experiência, força e esperança no seu processo de recuperação com qualquer pessoa que tenha problemas com a sua maneira de beber. Contando atualmente com mais de 110 mil grupos, em aproximadamente 170 países, Alcoólicos Anônimos procura ser tão democrática quanto a doença que acomete seres humanos, independente de sua raça, credo, condição social ou de qualquer outro parâmetro discriminatório. Por isso, a Irmandade não está vinculada a nenhuma religião ou ideologia e não apoia nem combate quaisquer causas; seu objetivo primordial é o de levar uma mensagem de esclarecimento e de esperança ao alcoólatra ainda envolto nas malhas da doença, sem fornecer nenhum tipo de tratamento clínico ou psiquiátrico – que deixa a cargo dos profissionais da área da saúde – nem prestar qualquer serviço de assistência social ou beneficente.

Alcoólicos Anônimos funciona basicamente pelo intercâmbio de experiências entre seus membros, que, em reuniões informais, relatam uns aos outros como foi o seu alcoolismo ativo e enfatizam o seu processo de recuperação.

Essa troca contínua de informações permite ao alcoólatra manter acesa em sua memória a condição de debilidade frente ao álcool, mas fortalece o propósito de ficar abstinente.

Evitando o primeiro gole de qualquer tipo de bebida alcoólica por apenas 24 horas, e renovando esse objetivo a cada dia, os membros de Alcoólicos Anônimos controlam sua doença, preocupando-se exclusivamente com o hoje.

Assim, por meio da conquista de cada dia, a Irmandade vai permitindo que milhões de alcoólatras em todo o mundo se mantenham sóbrios e úteis à sociedade.

No Brasil, executivos americanos em missão profissional iniciaram os primeiros contatos em 1945, mas a primeira reunião formal foi realizada no dia 5 de setembro de 1947, denominando-se Grupo de A.A. Rio de Janeiro, ou A.A. Rio Nucleus, para os americanos.

Com a ajuda dos profissionais da mídia, A.A. no Brasil teve o desenvolvimento que hoje resulta em mais de cinco mil grupos em todo país, dos quais mais de 500 em Minas Gerais, estimando-se em mais de 200 mil membros em recuperação nos dias atuais.

Em Minas Gerais chegou em 11 de junho de 1961. A porta de entrada foi Juiz de Fora, onde cerca de 30 (trinta) salas de reuniões estão à disposição de toda a comunidade, nos mais diversos locais da cidade. Um escritório presta serviços a esses grupos e atende à população interessada.

Dessa forma, Alcoólicos Anônimos cumpre o seu propósito primordial, que é o de “transmitir sua mensagem ao alcoólatra que ainda sofre”.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Farmácias de Plantão em Cataguases
27 Domingo
28 Segunda
29 Terça
30 Quarta
01 Quinta
02 Sexta
03 Sábado
Droga Minas Coimbra Econômica
Pague Menos Aeropharma Drogaria da vila