terça-feira, 5 de maio de 2015

Devido aumento de notificações de Dengue em Cataguases secretário de Saúde estuda criação de posto de hidratação para atender os pacientes

Devido o aumento dos casos de dengue em Cataguases a Secretaria Municipal de saúde, nomeou uma comissão para avaliar a possibilidade de se instalar um Posto de Hidratação para receber os pacientes com suspeitas da doença nas dependências do antigo Pronto Socorro Municipal. “Essa seria uma das possibilidades vinculadas a um plano de contingência para conter o avanço da dengue. Neste posto, com leitos, o paciente receberia os primeiros cuidados e, dependendo de suas condições clínicas, poderia ser transferido para o hospital”, explicou o secretário Geraldo Antonucci ao Jornal Cataguases, deste domingo (3), mas completou que ainda deverá aguardar o fechamento dos números de abril, para decidir, provavelmente, nesta terça-feira (5).

Dados da Secretaria Municipal de Saúde, atualizados até a última terça-feira, dia 28, acumulavam 93 notificações de suspeitas da doença, sendo quinze já confirmados. Em apenas quatro meses, o número já se aproxima dos 110 registros de todo o ano passado. As notificações deram um salto significativo no mês de abril, pois conforme informou ao mesmo jornal, a coordenadora de Epidemiologia, Lívia Machado Milane. “Nos três primeiros meses do ano, somávamos vinte e sete notificações, variando entre zero a quatro por semana. Neste mês, o salto foi significativo, chegando a 31 notificações com suspeitas da doença, apenas nesta última semana”, detalhou. 

Outra preocupação das autoridades da Saúde pública no município diz respeito à circulação do vírus tipo 4 da dengue, da qual a população não está imune, uma vez que, em março de 2013, quando ocorreu o último surto de dengue, a população cataguasense não ficou exposta a esse vírus.

Embora o maior número de casos venha sendo registrado no Bairro Santa Clara, há registros em todas as regiões do município o que eleva o risco de proliferação e dificulta o trabalho de bloqueio de transmissão que é realizado pelo Centro de Controle de Endemias. Conforme explica o coordenador deste setor, Alencar Norte, o bloqueio é feito aplicando-se inseticida através de um equipamento portátil (UBV) no raio de até 300 metros ao redor da casa de pessoa infectada. “Por isso, a notificação é importantíssima para direcionar o nosso trabalho nessa fase de contenção do avanço da doença”, alerta, reiterando, mais uma vez, que “o apoio da população ao trabalho dos agentes de saúde e a dedicação diária de cada um em afastar de suas casas, terrenos e quintais, quaisquer recipientes ou materiais acumuladores de água parada será fundamental para vencer mais essa batalha”.

Dengue em Minas Gerais:

Conforme o último Informe Epidemiológico da Dengue, divulgado em 1º de maio, pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais, até o momento, foram confirmados 21.966 casos de dengue em todo estado, destes, 12 óbitos até o momento, sendo que o primeiro óbito por dengue em Minas, foi confirmado em 06/03/2015 no município de Iguatama (município de 8 mil habitantes na região oeste de Minas), um homem, de 64 anos. Os outros 11 óbitos ocorreram nos seguintes municípios: Faria Lemos(1), Fronteira(1), Ouro Preto(1), Três Corações(1), Três Pontas(1), Santa Rosa da Serra(1), Uberaba(3), Uberlândia(1) e Viçosa(1).

Fonte: Jornal Cataguases e
informações da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais

Farmácias de Plantão em Cataguases
04 Domingo
05 Segunda
06 Terça
07 Quarta
08 Quinta
09 Sexta
10 Sábado
FarmaCenter São Geraldo Droganova São Francisco N. Sra. Aparecida Brasil Sta Tereza
N. Sra Rosário Silveira Farmanossa Cataguases Campinho São Mateus Silveira II