terça-feira, 5 de maio de 2015

Devido aumento de notificações de Dengue em Cataguases secretário de Saúde estuda criação de posto de hidratação para atender os pacientes

Devido o aumento dos casos de dengue em Cataguases a Secretaria Municipal de saúde, nomeou uma comissão para avaliar a possibilidade de se instalar um Posto de Hidratação para receber os pacientes com suspeitas da doença nas dependências do antigo Pronto Socorro Municipal. “Essa seria uma das possibilidades vinculadas a um plano de contingência para conter o avanço da dengue. Neste posto, com leitos, o paciente receberia os primeiros cuidados e, dependendo de suas condições clínicas, poderia ser transferido para o hospital”, explicou o secretário Geraldo Antonucci ao Jornal Cataguases, deste domingo (3), mas completou que ainda deverá aguardar o fechamento dos números de abril, para decidir, provavelmente, nesta terça-feira (5).

Dados da Secretaria Municipal de Saúde, atualizados até a última terça-feira, dia 28, acumulavam 93 notificações de suspeitas da doença, sendo quinze já confirmados. Em apenas quatro meses, o número já se aproxima dos 110 registros de todo o ano passado. As notificações deram um salto significativo no mês de abril, pois conforme informou ao mesmo jornal, a coordenadora de Epidemiologia, Lívia Machado Milane. “Nos três primeiros meses do ano, somávamos vinte e sete notificações, variando entre zero a quatro por semana. Neste mês, o salto foi significativo, chegando a 31 notificações com suspeitas da doença, apenas nesta última semana”, detalhou. 

Outra preocupação das autoridades da Saúde pública no município diz respeito à circulação do vírus tipo 4 da dengue, da qual a população não está imune, uma vez que, em março de 2013, quando ocorreu o último surto de dengue, a população cataguasense não ficou exposta a esse vírus.

Embora o maior número de casos venha sendo registrado no Bairro Santa Clara, há registros em todas as regiões do município o que eleva o risco de proliferação e dificulta o trabalho de bloqueio de transmissão que é realizado pelo Centro de Controle de Endemias. Conforme explica o coordenador deste setor, Alencar Norte, o bloqueio é feito aplicando-se inseticida através de um equipamento portátil (UBV) no raio de até 300 metros ao redor da casa de pessoa infectada. “Por isso, a notificação é importantíssima para direcionar o nosso trabalho nessa fase de contenção do avanço da doença”, alerta, reiterando, mais uma vez, que “o apoio da população ao trabalho dos agentes de saúde e a dedicação diária de cada um em afastar de suas casas, terrenos e quintais, quaisquer recipientes ou materiais acumuladores de água parada será fundamental para vencer mais essa batalha”.

Dengue em Minas Gerais:

Conforme o último Informe Epidemiológico da Dengue, divulgado em 1º de maio, pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais, até o momento, foram confirmados 21.966 casos de dengue em todo estado, destes, 12 óbitos até o momento, sendo que o primeiro óbito por dengue em Minas, foi confirmado em 06/03/2015 no município de Iguatama (município de 8 mil habitantes na região oeste de Minas), um homem, de 64 anos. Os outros 11 óbitos ocorreram nos seguintes municípios: Faria Lemos(1), Fronteira(1), Ouro Preto(1), Três Corações(1), Três Pontas(1), Santa Rosa da Serra(1), Uberaba(3), Uberlândia(1) e Viçosa(1).

Fonte: Jornal Cataguases e
informações da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Whatsapp Mídia Mineira
Farmácias de Plantão em Cataguases
19 - Domingo 20 - Segunda 21 - Terça 22 - Quarta 23 - Quinta 24 - Sexta 25 - Sábado
Coimbra Econômica FarmaCenter Cataguases II Droganova São Francisco N. Sra. Aparecida
Aeropharma Drogaria da Vila N. Sra. Rosário Silveira Farmanossa Cataguases Campinho