segunda-feira, 25 de maio de 2015

Inscrições para o Enem 2015 já estão abertas e vão até o dia 5 de junho

Estão isentos da taxa de inscrição os concluintes do ensino médio em 2015 matriculados em escolas da rede pública e as pessoas que se declararem carentes



Estão abertas a partir desta segunda-feira (25/5) as inscrições para a edição de 2015 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Os interessados em participar devem se inscrever no site do Enem 2015 até o dia 5 de junho (sexta-feira).

Estão isentos da taxa de inscrição os concluintes do ensino médio em 2015 matriculados em escolas da rede pública e as pessoas que se declararem carentes. Para os demais, o valor é de R$ 63,00. O pagamento deve ser feito até as 21h59 (de Brasília) de 10 de junho (quarta-feira). A confirmação das inscrições será feita apenas pela página do Enem na internet.

De acordo com informações do Ministério da Educação (MEC), no ato da inscrição, os candidatos precisam informar um número de telefone, celular ou fixo, bem como cadastrar um e-mail, o qual não pode ser usado por outro participante. O sistema pedirá ainda que o candidato crie uma pergunta e uma resposta de segurança.


Mudanças

Esta edição do Enem traz algumas mudanças. Uma delas é voltada aos candidatos isentos da taxa de inscrição. Os inscritos que não comparecerem nos dois dias de provas perderão o benefício para a próxima edição. Outra mudança é destinada aos candidatos que sejam travestis e transexuais. Nesta edição, eles podem usar o nome social. A inscrição deve ser feita normalmente, no prazo previsto no edital. Posteriormente, entre 15 e 26 de junho, eles deverão encaminhar, por meio do sistema do participante, na página do Enem na internet, cópia de documento de identificação, uma foto recente e o formulário preenchido, disponível online.

Aplicação das provas

As provas do Enem serão aplicadas nos dias 24 e 25 de outubro. Nos dois dias de exame, os portões nos locais de provas serão abertos às 12h e fechados às 13h (horário de Brasília). As provas terão início às 13h30. O tempo extra de meia hora será usado para procedimentos de segurança, como revista eletrônica, e para dar tempo a todos os presentes de entrar em sala e guardar os pertences. O período total de duração das provas permanece de quatro horas e meia no sábado e cinco horas e meia no domingo.

A nota do Enem é usada como critério de acesso à educação superior por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que oferece vagas em 115 instituições públicas, e do Programa Universidade para Todos (ProUni). A participação na prova é ainda requisito para receber o benefício do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), participar do programa Ciência sem Fronteiras ou ingressar em vagas gratuitas dos cursos técnicos oferecidos pelo Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec). Estudantes maiores de 18 anos podem também obter a certificação do ensino médio por meio do Enem.


Preparação

O Enem avalia os estudantes em quatro áreas do conhecimento, sendo elas: Ciências Humanas e suas Tecnologias; Ciências da Natureza e suas Tecnologias; Matemática e suas Tecnologias; e Linguagem, Códigos e suas Tecnologias e Redação. A prova de Redação vale 1000 pontos e avalia, entre vários aspectos, a capacidade dos candidatos em selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Com o objetivo de preparar os estudantes para a prova de Redação, a Escola Estadual de Pedro Leopoldo, na cidade de mesmo nome situada na região metropolitana de Belo Horizonte, desenvolve o ‘Projeto Redação no Vestibular’. A iniciativa é realizada com cerca de 130 alunos dos 2º e 3º anos do ensino médio e busca aprimorar a prática da leitura e da escrita. “As atividades sempre começam com a sugestão de um texto que traz um tema específico. A partir da leitura, os alunos produzem novos textos, onde apresentam os conhecimentos sobre o tema”, explica a vice-diretora da escola e coordenadora da iniciativa, Solange Lemos Bastos.

Os textos que servem como ponto de partida para as redações dos estudantes são sugeridos por professores de vários conteúdos, como Geografia e História, e abordam gêneros textuais como os artigos de opinião. “Cada um indica um texto com um tema que considera relevante para sua área. Os alunos já produziram textos sobre biologia marinha, por exemplo. Ao realizarmos esse projeto, nós queremos desenvolver em nossos alunos não só o hábito de escrever, mas de fazer uma leitura crítica do seu texto e de corrigi-lo, caso seja preciso”, destaca a vice-diretora.
Fonte: Agência Minas

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Farmácias de Plantão em Cataguases
27 Domingo
28 Segunda
29 Terça
30 Quarta
01 Quinta
02 Sexta
03 Sábado
Droga Minas Coimbra Econômica
Pague Menos Aeropharma Drogaria da vila