terça-feira, 2 de junho de 2015

EXCLUSIVO: Suspeito de matar retireiro em Muriaé é policial e chegou a ser preso em Cataguases após ter dado entrada no HC com uma algema presa ao braço

A Polícia Militar segue com as buscas para tentar prender o suspeito de matar o retireiro Silvio Teodoro da Silva, 43 anos, em um sítio na comunidade de Barreiro em Muriaé.

Silvio Teodoro da Silva, foi morto em um sítio
na comunidade de Barreiro em Muriaé, mas
antes de morrer, apontou seu ex-genro como
autor do assassinato. Foto: Site do Silvan Alves
De acordo com as informações, o retireiro estava trabalhando em um curral quando um homem chegou em uma motocicleta atirando. A vítima levou dois tiros e morreu a caminho do Hospital São Paulo.

Antes de morrer, porém, Silvio que já morou em Cataguases e teve um pequeno comércio no bairro Ana Carrara, teria apontado seu ex-genro, o policial militar, "J.J.C.A.", lotado no 11º batalhão da PMERJ de Nova Friburgo, que encontra-se afastado da PM com atestado médico e em processo demissional.

O suspeito reside no Município de Leopoldina e é o mesmo que atirou contra seu irmão naquele município em janeiro deste ano e também, o mesmo que chegou a ser preso em uma ação da PM de Cataguases, após ter dado entrada no Hospital Cataguases com uma algema presa ao braço e portando arma de fogo alegando que precisava consultar com um psiquiatra conforme noticiou este site com exclusividade. Ele tentou esconder a arma, mas ao sair, a PM o cercou na saída da cidade próximo ao antigo Clube Meca e conseguiu prende-lo por porte ilegal de arma, uma vez que seu porte de arma já foi cassado pela PM do Rio de janeiro. Posteriormente, ele acabou sendo colocado em liberdade, vindo a cometer o crime em Muriaé. 

Leia Também:

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Farmácias de Plantão em Cataguases
27 Domingo
28 Segunda
29 Terça
30 Quarta
01 Quinta
02 Sexta
03 Sábado
Droga Minas Coimbra Econômica
Pague Menos Aeropharma Drogaria da vila