quarta-feira, 1 de julho de 2015

Em votação polêmica Câmara de Cataguases aprova a criação do cargo de RH

A Câmara Municipal de Cataguases, aprovou na noite desta terça-feira (30), a criação do cargo de Gerente de Gestão de Pessoas (Recursos Humanos). A polêmica votação, vem se arrastando desde o início do ano e teve sua conclusão ontem.

O Projeto de Lei nº 01/2015 da Mesa Diretora, deu entrada em janeiro onde previa a criação do cargo de RH, com salário de R$ 2.800,00, além da correção de salário de outros cargos. Após várias discussões, e tentativas de votação sem sucesso, temendo a rejeição do projeto, a Mesa Diretora entrou com um substitutivo onde retirava a correção do salário dos outros cargos e apenas criava o cargo com salário menor, de R$ 2600,00. Este substitutivo, chegou a ser aprovado em primeira votação por 8 votos a 7, no entanto, foi rejeitado, na segunda votação (dia 16 de junho último), pois necessitava de maioria absoluta (8 votos) e acabou empatado com 6 votos favoráveis e 6 contrários, devido a ausência de vereadores que haviam votado favoráveis na primeira votação e atuação do "Blocão" para que o mesmo não fosse retirado da pauta. Na mesma sessão, ocorreu a primeira votação do projeto original, que também foi rejeitado.

Na sessão de ontem, a tendência seria a rejeição do projeto, mas o vereador Serafim Spíndola, pediu que votasse em destaque (separadamente), apenas o artigo 2º, que cria o cargo de RH, o que provocou protestos por parte dos vereadores contrários ao projeto e tentativa de sobrestamento. No entanto, o sobrestamento foi rejeitado por 8 votos a 6 e o artigo 2º que cria o cargo de RH foi aprovado pelo mesmo placar com salário de R$ 2800,00 (maior que o valor no substitutivo rejeitado). Votaram contrários a aprovação do artigo 2º os vereadores Geraldo Majella, Luiz Carlos Sodré, Paulo Aritana, Fernando Amaral, Aquiles Branco e Walmir Linhares). Em seguida, foi realizada a votação do restante do projeto que acabou rejeitado por 12 votos a 2 (votos favoráveis de Gilmar Canjica e Aquiles Branco). O vereador Maurício Rufino não participou das votações pois precisou se ausentar mais cedo do plenário.

Farmácias de Plantão em Cataguases
27 Domingo
28 Segunda
29 Terça
30 Quarta
01 Quinta
02 Sexta
03 Sábado
Droga Minas Coimbra Econômica
Pague Menos Aeropharma Drogaria da vila