sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Obras na Rua Ministro José Fabrino Baião agora serão concluídas em outubro

Após impasse juiz realizou audiência de conciliação e obra agora deverá ser concluída até 7 de outubro


A justiça determinou novo prazo para conclusão das obras da Rua Ministro José Fabrino Baião, no bairro Thomé (Rua do Unidão). O problema já se estende por aproximadamente 10 anos, um muro de contenção chegou a ser feito mas em 2011 acabou desmoronando, levando metade da rua e após uma batalha judicial, a justiça determinou a construção de novo muro, porém, hoje a via encontra-se totalmente interditada, dificultando o acesso a outros bairros.

No dia 23 de junho de 2015, o meritíssimo juiz Dr. Edson Ladeira da 2º Vara Cível, determinou através de mandado judicial, que no prazo de 30 dias, a obra fosse totalmente concluída. Como o documento foi juntado no dia 25, o réu, Sr. Joaquim Vicente de Souza, tinha até o dia 25 de julho para entregar a obra. No entanto, novo impasse foi criado entre a Prefeitura de Cataguases e o réu, devido a necessidade de colocação de vigas e cobertura de toda rua com uma lage de aproximadamente 25 centímetros, motivo pelo qual o réu pediu a colaboração da prefeitura por se tratar de via pública.

Para solucionar o problema, aconteceu nova audiência de conciliação na última sexta-feira (7), na 2º Vara Cível, onde compareceram o réu com seus advogados, o advogado João de Mendonça Barbosa, representando a associação de Moradores do Bairro Thomé e representando o município, o prefeito de Cataguases, Cesinha Samor, o procurador Rafael de Araújo Vieira e Ricardo Sales. 

Após ouvir as partes, ficou acordado que a obra será concluída em um prazo total de 60 dias, a contar da data do acordo e que o Município arcará com 50% do custo total da lage. As partes tem 10 dias para apresentar orçamento com o valor total, mas conforme o acordo que o Site Mídia Mineira teve acesso em primeira mão, embora a prefeitura arque com 50%, a obra será de inteira responsabilidade do réu.

A moradora Hilda Lima, disse a nossa reportagem que agora os moradores estão confiantes de que a obra terminará, pois o prefeito assumiu o compromisso na frente do juiz e testemunhas.

Preocupação agora é com a Rede de esgoto e pluvial

Para conferir o andamento das obras, o vereador Walmir Linhares esteve presente no local no início da noite desta quinta-feira (13), acompanhado pela nossa reportagem, onde conversou com moradores e apurou que apesar do acordo para conclusão da lage, alguns moradores ainda estão preocupados sobre como ficará a infra-estrutura da via, uma vez que o secretário de obras, Alberico Siqueira, teria proposto que a lage não encoste na calçada, mas que fique a 50 centímetros da mesma, para que depois este espaço possa ser perfurado visando a passagem da rede de esgoto e que a rede pluvial, continuaria sem captação, fazendo com que as águas da chuva por exemplo, passe por sobre a rua, como já acontece hoje. Esta é a principal preocupação dos moradores, que temem a infiltração das águas e o possível comprometimento de toda obra no futuro.

A pedido de Walmir, também compareceu no local, o Gerente da Copasa, José Carlos Alves que esclareceu que a empresa de saneamento irá ajudar o máximo que puder mas a responsabilidade de perfurar, cobrir e asfaltar será das partes.

Farmácias de Plantão em Cataguases
27 Domingo
28 Segunda
29 Terça
30 Quarta
01 Quinta
02 Sexta
03 Sábado
Droga Minas Coimbra Econômica
Pague Menos Aeropharma Drogaria da vila