quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Grupo de teatro de Florianópolis (SC) realiza apresentações gratuitas em Laranjal e Recreio a partir desta segunda-feira (28)

Pela primeira vez, o grupo Teatrando Por Aí faz turnê pelo interior do estado. Peça mostra que tecnologia e literatura podem andar de mãos dadas


 Maurinho é um garoto super conectado ao mundo digital, assim como todos os moradores da cidade de Tecnópolis. Quando seus pais o mandam passar as férias na casa da avó, longe das mídias eletrônicas, ele conhece Ana, uma menina apaixonada pelo universo literário. Desse encontro nasce uma grande amizade, cheia de diversão e aprendizado.

Esse é o enredo da peça Tecnópolis – Sem livro para contar história, apresentada pelo grupo Teatrando Por Aí. Vindos de Florianópolis (SC), o grupo faz apresentações gratuitas nas cidades de Raul Soares, Abre Campo, Laranjal e Recreio, no interior de Minas Gerais. Na segunda (21) e terça-feira (22) o grupo esteve em Raul Soares e da quarta-feira (23) até esta sexta-feira (25) a apresentação acontece em Abre Campo, para depois seguir para Laranjal na segunda-feira (28), permanecendo em Recreio da terça-feira (29) até a sexta-feira (02/10). 

O espetáculo faz parte do projeto cultural “Teatro na Escola: Divertir para Educar”, que tem como objetivo levar teatro a escolas públicas do ensino fundamental da região sul e sudeste do Brasil, possibilitando a democratização e popularização do teatro infantil. “Buscamos fazer com que as nossas criações tenham alcance e que possam, quem sabe, trazer algum tipo de transformação individual ou coletiva”, conta o ator e coordenador artístico do projeto, Eder Schmidt.

Em atividade desde 2008, o projeto já permitiu ao grupo realizar mais de 550 apresentações gratuitas em diversas cidades do país e beneficiar mais de 60 mil crianças. A peça Tecnópolis – Sem livro para contar história é fruto das andanças do grupo por esses locais. “Fomos percebendo as necessidades e os desejos das escolas e começamos a voltar o trabalho nessa direção. Lembro bem da pergunta de uma professora: ‘Vocês não têm um projeto de incentivo à leitura?’ Aquilo ficou na minha cabeça. E eu, que gosto tanto dos livros, me senti convocada para uma nova missão”, diz a atriz e autora do espetáculo, Marina Monteiro.

A ideia é mostrar que livros e tecnologia podem andar de mãos dadas. O espetáculo é encenado por quatro atores e conta ainda com a animação de bonecos, o que torna a peça ainda mais lúdica e envolvente.

Agenda:
Raul Soares: 21 e 22/09
Abre Campo: 23, 24 e 25/09
Laranjal: 28/09
Recreio: 29 e 30/09, 01 e 02/10

Farmácias de Plantão em Cataguases
04 Domingo
05 Segunda
06 Terça
07 Quarta
08 Quinta
09 Sexta
10 Sábado
FarmaCenter São Geraldo Droganova São Francisco N. Sra. Aparecida Brasil Sta Tereza
N. Sra Rosário Silveira Farmanossa Cataguases Campinho São Mateus Silveira II