terça-feira, 8 de setembro de 2015

População de Cataguases prestigia momento cívico e desfile de 7 de setembro

As comemorações da Independência do Brasil e dos 138 anos de emancipação política de Cataguases, iniciaram às 7h30 desta segunda-feira, 7 de setembro, com o momento cívico no Paço Municipal na Praça Santa Rita.

Como orador oficial da solenidade, o reitor do IF Sudeste Paulo Rogério Araújo Guimarães, foi o primeiro a discursar após o hasteamento das bandeiras do Brasil, de Minas Gerais e de Cataguases. Em seu discurso, ele destacou a importância cultural do acervo modernista e cinematográfico de Cataguases, o polo industrial e o comércio que vem se intensificando, mas ressaltou que existe uma lacuna histórica no Município que é a oferta de cursos técnicos e de nível superior. "É nesse contexto que nos alegramos de estarmos dando os primeiros passos para instalação de uma unidade de ensino federal, pública, gratuita e de qualidade. Sabemos que esta é uma demanda antiga da população de Cataguases e é no reconhecimento das fragilidades educacionais presentes em nossa região e na vanguarda do ensino profissional e tecnológico nesta região do país, que o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais, reconhecendo a necessidade da interiorização das oportunidades de ensino para o pleno atendimento de nossa missão institucional, bem como, o reconhecimento da importância histórica e econômica de Cataguases que o IF Sudeste MG, inicia a implantação do Campus avançado de Cataguases" anunciou Guimarães e completou: "A independência de cada brasileiro e brasileira só será conseguida pela educação [...] O IF Sudeste ao chegar a Cataguases vem resgatar uma dívida histórica com esta cidade [...] não está aqui de passagem, muito pelo contrário, é uma instituição que se incorpora ao patrimônio de Cataguases, que vem fazer parte da bela e rica história deste lugar".

O prefeito Cesinha Samor, iniciou dizendo que a mensagem que gostaria de passar é a esperança de um futuro melhor, que será alcançado com muito trabalho e participação popular. Afirmou que é inegável a crise econômica, que atinge não só a prefeitura de Cataguases mas as prefeituras de todo o país, defendeu a livre manifestação e democracia, mas disse que "caça às bruxas, criticas pessoais e julgamentos precipitados e tendenciosos aos administradores públicos aprofundarão ainda mais nossas dificuldades e ocultarão a justiça". Cesinha também criticou a divisão desigual dos recursos entre União, Estados e Municípios, mas disse que não está pessimista. "mesmo assim estamos obtendo resultados, restaurando as principais praças da cidade, atendendo aos distritos com obras e garantindo a realização de suas festas, mostrando melhorias nos serviços urbanos e na saúde, peregrinando em Brasilia em busca de recursos e principalmente mantendo as portas abertas da prefeitura para ouvir a população. Podemos estar errando em alguns procedimentos, mas não há absolutamente qualquer resquício em nossa administração de desonestidade com o dinheiro público ou desrespeito aos cidadãos! Esta é a principal marca de nosso governo e da qual nos orgulhamos em deixar como exemplo!" afirmou.


Desfile

Mesmo iniciando antes do horário marcado (9 horas), como nos outros anos, o desfile cívico contou desde o início até o término com grande público. A chuva também compareceu já no final do extenso desfile que durou cerca de 4 horas, comprometendo a apresentação dos últimos órgãos ligados à Secretaria de Assistência Social.

A Bateria do Polivalente inovou e foi a
mais comentada
Este ano, os destaques ficaram por conta do retorno do SENAI que não desfilou no ano passado e este ano completou 65 anos, dos 45 anos da APAE que pela primeira vez desfilou com bateria própria, 60 anos da Escola Municipal Flávia Dutra, 55 anos da Escola Municipal Professor Antônio Amaro, 50 anos da Escola Municipal Carmelita Guimarães, da Escola Estadual Astolfo Dutra que desfilou com seu aluno mais antigo, o ex-vereador Idimar Vilela e por fim a surpresa mais comentada, a fanfarra da Escola Estadual Marieta Soares Teixeira, o Polivalente, que inovou com uniformes negros e vários tipos de instrumentos.

A maior ausência deste ano foi a falta das arquibancadas.

Confira abaixo álbum de fotos do desfile

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Farmácias de Plantão em Cataguases
27 Domingo
28 Segunda
29 Terça
30 Quarta
01 Quinta
02 Sexta
03 Sábado
Droga Minas Coimbra Econômica
Pague Menos Aeropharma Drogaria da vila