quinta-feira, 10 de setembro de 2015

Professor de Educação Física vai a Câmara reclamar da Secretaria de Esportes de Cataguases

O professor de educação física, Fabio Arquete de Oliveira, compareceu na Câmara Municipal nesta terça-feira (8), para reclamar da qualidade do esporte na rede pública municipal. “Sou um cara tranquilo até que pisem no meu calo”, iniciou.

Segundo Fábio, a atual administração está aquém da anterior, pois conforme disse, antes haviam seis profissionais de educação física e hoje nenhum, antes Cataguases sediava o JEMG, Jogos Escolares de Minas Gerais e hoje isso não ocorre mais. “O que está acontecendo na atual administração, é um verdadeiro descaso e má gestão do esporte e da verba do ICMS esportivo” disse.

O professor listou uma série de problemas, como a não participação de Cataguases no JEMG, o transporte dos atletas em ônibus sem segurança, o qual chamou de “sucatão” – Este ônibus acabou soltando a porca da barra de direção em um dos transportes para a participação do JEMG em Além Paraíba, “por sorte, isso ocorreu dentro de Cataguases, pois se fosse em uma rodovia, poderia acontecer uma tragédia. O diretor da Escola Francisco Inácio Peixoto não deixou os alunos seguirem neste ônibus e eles tiveram de ir em uma Van fretada”, disse  -  Falta de medalhas para os alunos que participaram do JESC (Jogos Escolares de Cataguases) que serve de seletiva para o JEMG, entre outros. 

Continuando, ele argumentou que conforme o portal da transparência, Cataguases está recebendo pouco mais de R$ 13 mil de ICMS Esportivo por mês, totalizando pouco mais de R$ 108 mil  até o mês de agosto. “Que ações esportivas a Secretaria de Esportes está promovendo com esse ICMS? Onde estão as ruas de lazer? As olimpíadas escolares prometidas desde o ano passado?“ Questionou.

Outra denuncia, foi a entrega de um troféu que Cataguases ganhou na Copa Integração de futsal para um outro campeonato que aconteceu no Clube do Remo.

Fábio ainda fez outros questionamentos como a falta de uniformes e coletes para as escolinhas de Futebol,  a não implantação do Programa Esporte e Lazer da Cidade (PELC), já anunciado, Praça de Esportes interditada e Piscina sem tratamento, podendo criar foco de Dengue.

O professor também disse que faz parte do Conselho Municipal de Esportes e que não é chamado para reuniões há mais de um ano e também reclamou das “academias ao ar livre”, como a do bairro Primavera que segundo ele, foi colocada e retirada, mas o vereador  Russo refutou essa informação, pois disse estar acompanhando e que é normal, colocar para marcar o local e depois retirar, antes da colocação do concreto.

O vereador Walmir Linhares disse que acompanhou o caso do ônibus e que realmente o fato ocorreu, mas que a proprietária da empresa de locação, não queria fretar a Van para a Secretaria de Esportes e ele precisou intervir para conseguir o veículo, que depois, acredita ter sido pago pela pasta.

Resposta do secretário:

O Site Mídia Mineira, esteve nesta quarta-feira (9), com o Secretário Municipal de Esportes, Ricardo Geraldo Dias, que falou para nossa reportagem sobre as declarações de Fábio. Segundo Ricardo Dias, todos tem o direito de reclamar e como ele é ex-funcionário, pode ter sido motivado pela emoção e não pela razão. O Secretário disse que em relação ao ônibus, está aguardando a Secretaria de Educação receber novos ônibus, que quando isso acontecer, aquela secretaria irá repassar um ônibus para a Secretaria de Esportes e que enquanto isso não acontece, o ônibus que existe hoje, não fará mais viagens para fora do Município, mas está em condições de ser usado para transportes dentro de Cataguases e devidamente vistoriado, o que já gerou uma economia este ano para os cofres públicos, de mais de R$ 50 mil. Ele também disse que apenas transporte para o JEMG, a sua pasta já gastou mais de R$ 5 mil. Sobre Cataguases não ter sediado nenhuma etapa do JEMG este ano, o secretário disse que realmente preferia a etapa microrregional por ser mais viável para o Município e como não chegou a um acordo, achou melhor  aguardar. 

Segundo Ricardo Dias, a sua secretaria tem feito investimentos em vários esportes, procurando diversificar as ações, como campeonato de Karatê, ciclismo, entre outros, além de apoiar o campeonato suburbano e o da LEC (Liga Esportiva Cataguasense), conforme projetos que passaram na Câmara recentemente. "Apenas com a corrida rústica do dia da independência nós gastamos quase R$ 500" disse.

Sobre a interdição da Praça de Esportes, Ricardo disse que a mesma, está em reforma, visando melhorias, que não aconteceu nenhuma interdição por  parte da Vigilância Sanitária e que a Piscina embora não esteja sendo usada, a água tem sido devidamente tratada.

Ricardo Dias aproveitou para chamar a atenção que Cataguases poderia pontuar muito mais no ICMS, mas que vários eventos esportivos que a secretaria ajuda, os organizadores ficam de enviar a documentação para registro das ações, mas quando o evento acaba isso não ocorre, o que acaba prejudicando. 

O secretário também disse que Fábio já fez parte do Conselho Municipal de Esportes, mas que já foi substituído e que talvez seja por isso que não esteja sabendo das ações realizadas pela secretaria de esportes, que enquanto ele fazia parte, sempre era convidado para participar das reuniões. “Eu não tenho que ficar rebatendo nada, prefiro continuar com o trabalho, Cataguases ficou novamente entre as melhores colocadas  no ICMS e isso só se consegue com ações. Nosso lema é Trabalhando e mostrando” completou.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Farmácias de Plantão em Cataguases
27 Domingo
28 Segunda
29 Terça
30 Quarta
01 Quinta
02 Sexta
03 Sábado
Droga Minas Coimbra Econômica
Pague Menos Aeropharma Drogaria da vila