sexta-feira, 13 de novembro de 2015

Após reunião com prefeito Cesinha Samor mototáxi em Cataguases fica mais próximo de virar realidade

Após o prefeito Cesinha Samor vetar o projeto do Legislativo que regulamentaria os serviços de mototaxista, motofrete e motoboy, em Cataguases, alegando vício de iniciativa e os vereadores acatarem o pedido da classe para que o veto fosse mantido objetivando evitar uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADIn), surge agora, uma nova esperança para os trabalhadores do setor.

Uma mesa com folhas para colher assinaturas de apoio da população a implantação do serviço de mototáxis em Cataguases, foi colocada na Praça Chácara Dona Catarina e obteve resultado satisfatório, pois apenas na manhã desta sexta-feira, mais de mil assinaturas já haviam sido colhidas conforme informações obtidas pela nossa reportagem no local.

À tarde, aconteceu uma reunião no gabinete do prefeito Cesinha Samor, onde estiveram presentes os líderes do movimento, Milton Cesar Rosa (Coisinha Mototáxis) e Rodrigo Magno Domiguito de Castro (Marreco), os Secretários Walter de Paula (Administração) e Alex Carvalho (Desenvolvimento Econômico e Gestão Institucional), o Procurador Geral do Município, Rafael Vieira e o vereador Geraldo Majella Mazini, além de outros representantes da classe.


Em conversa telefônica com o vereador Geraldo Majella, fomos informados que foi uma reunião de entendimento para regularização do trabalho, onde o procurador, Rafael Vieira, explicou que a classe pode se organizar em cooperativa e trabalhar normalmente, sem a necessidade da criação imediata de uma regulamentação por parte do Executivo, uma vez que ninguém pode impedir a livre iniciativa deste que esteja em situação regular. Segundo Majella, ficou acertado, com a concordância do prefeito, que eles irão criar a cooperativa de trabalho, solicitar o alvará de funcionamento e a partir daí, poderão trabalhar normalmente, só não poderão ter pontos públicos de mototáxis e precisarão alugar uma sede onde os trabalhadores ficarão disponíveis para o serviço. Posteriormente, a prefeitura poderá enviar uma lei para a Câmara regulamentando o serviço.


Majella sugeriu que a cooperativa englobasse os serviços de mototáxi, motoboy e motofrete, mas deixou claro que a decisão será da classe, que pretende também limitar o número de cooperados.

Farmácias de Plantão em Cataguases
27 Domingo
28 Segunda
29 Terça
30 Quarta
01 Quinta
02 Sexta
03 Sábado
Droga Minas Coimbra Econômica
Pague Menos Aeropharma Drogaria da vila