terça-feira, 22 de dezembro de 2015

1ª DRPC de Juiz de Fora divulga balanço das atividades desencadeadas neste ano

A Polícia Civil, por meio do 4º Departamento de Polícia Civil (4º DEPPC) e da 1ª Delegacia Regional de Juiz de Fora (1ª DRPC), divulgou, em coletiva de imprensa realizada na última sexta (18), um balanço das principais ações desencadeadas desde abril até dezembro de 2015 – durante a gestão do delegado Luciano Vidal -, bem como informou mais uma vez sobre a operação “Mãos de Ferro”, que se estende até o final de dezembro, e tem como objetivo deflagrar ações de cunho preventivo e repressivo em vários pontos da cidade.

Conforme informações do delegado Luciano Vidal, o Detran emitiu 57.758, mas também realizou aproximadamente 16 mil vistorias. “No SIIPAT, que é uma extensão do Trânsito, onde os processos administrativos de trânsito correm, foram 816 procedimentos concluídos”, informou. Já no setor de habilitação, foram efetuados 33.880 exames.

Ainda segundo ele, no setor de carteira de identidade, localizado no UAI e na Câmara Municipal, foram emitidas 42.720 carteiras. “Já no campo de investigação, na área técnica, foram 10.674 perícias efetuadas”, disse, complementando que no setor de medicina legal foram realizadas 629 necropsias, além de mais de três mil exames de corpo de delito.

Além disso, foram 3.480 inquéritos concluídos e enviados à Justiça. “Envolvendo menores infratores, adolescentes em conflito com a lei, foram 303 procedimentos concluídos. Também 6.097 TCO’s. Percebemos que o trabalho da Polícia Civil em relação ao TCO é feito de forma satisfatória”, ressaltou, destacando também o número de 1.705 medidas protetivas.

Após investigações: várias prisões efetuadas

As Delegacias Especializadas realizaram várias prisões em decorrências de investigações minuciosas, bem como de apurações que culminaram em prisões em menos de 24h após o crime. Foram efetuadas 97 prisões pela Delegacia Especializada Homicídios (DEH), 74 prisões pela Delegacia Especializada de Repressão a Roubos (DERR) e 56 prisões pela Delegacia Especializada de Antidrogas (DEA). A DEA também apreendeu 400 quilos de drogas – maconha, cocaína e crack -, 1.100 pontos de LSD e 50 comprimidos de ecstasy.

Ações de cunho gerencial

O delegado também destacou duas ações de cunho gerencial. A primeira foi a reforma no IML de Juiz de Fora, realizada por meio de parcerias, mas também na 1ª DRPC. “E conseguimos também meio milhão de reais, através de emenda parlamentar, que irá incrementar na aquisição de ferramentas de investigação e de inteligência para o setor de perícia e para a Delegacia de Mulheres”, concluiu.

Novo delegado regional

O delegado Luciano Vidal, que foi designado em março deste ano para responder pelo expediente da Delegacia Regional de Juiz de Fora, também aproveitou o momento para anunciar que está deixando o cargo e vai responder agora pela Coordenação de Polícia Judiciária, em Belo Horizonte. O delegado Eurico da Cunha Neto, procedente do Núcleo Corregedor da 1ª DRPC, foi designado, na última quinta (17), pela chefe da Polícia Civil de Minas Gerais, Dra. Andrea Cláudia Vacchiano, para responder pelo expediente da 1ª Delegacia Regional.

A 4ª Delegacia Regional de Polícia Civil – que pertence ao 4º Departamento ao lado das Regionais de Juiz de, Fora, Ubá e Leopoldina – também tem novo delegado regional: Dr. Alessandro Amaro da Matta, procedente de Muriaé.

Fonte: Assessoria de Comunicação da 4º DEPPC

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Farmácias de Plantão em Cataguases
27 Domingo
28 Segunda
29 Terça
30 Quarta
01 Quinta
02 Sexta
03 Sábado
Droga Minas Coimbra Econômica
Pague Menos Aeropharma Drogaria da vila