quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Prefeitura com apoio da PM notifica mototaxistas irregulares em Cataguases



A pedido das empresas de transporte de passageiros, ônibus e taxistas, a Catrans, órgão responsável pelo trânsito em Cataguases, em conjunto com a equipe de fiscais da Prefeitura de Cataguases e apoio da Polícia Militar, realizou na manhã desta quinta-feira (10), fiscalização e notificação aos mototaxistas que atuam na Praça Chácara Catarina.

Conforme explicou o coordenador da Catrans, Capitão Hélio de Andrade, hoje a ação foi apenas de notificação, pois a atividade necessita de regulamentação de acordo com a Lei Federal 12009. "Infelizmente, o pessoal está começando o sistema errado, estão forçando uma barra pois ainda não foi regulamentado, a tendência é regulamentar, não tem como fugir disso, outras cidades já tem mototáxi, mas o pessoal está querendo colocar o carro na frente dos bois, tem de ir para a Câmara discutir, fazer audiência pública, tem de regulamentar, porque atrapalha os taxistas, o transporte coletivo. Você tem de lembrar que o transporte urbano tem uma parcela social, pois transporta idoso, deficiente e o mototaxista não, como que eles vão sobreviver s´p com idoso e deficiente, então, necessita ser discutido e o local certo é a Câmara Municipal.".

Sobre a abertura de uma Cooperativa, o coordenador também disse que necessita estar regulamentada.

O presidente da Cooperativa de Mototaxistas de Cataguases, Rodrigo Magno Domiguito de Castro, o Marreco, disse que realmente, a cooperativa ainda não está regulamentada, mas os documentos estão para sair a qualquer momento. Indignado, Rodrigo disse que já existe o trabalho de motoboy e motofrete na cidade e ninguém fiscaliza. Segundo ele, a Catrans deveria verificar se os ônibus também estão todos regularizados. "Nós estamos dando 50 empregos, são 50 famílias que estão trabalhando em Cataguases. Eu peço a população que reclamem nas redes sociais, apoiem os mototaxistas porque Cataguases precisa crescer.".

Segundo Marreco, a situação está virando uma guerra das empresas de ônibus contra os mototaxistas e ele conta com o apoio da população.

Um dos líderes do movimento, Milton Cesar Rosa, o Coisinha Mototáxis, disse que a fiscalização está cobrando apenas o alvará, que os motoboys estão irregular e a fiscalização não faz nada e sobre o mototáxis, Milton disse que não existe lei que proíba os mototaxistas de trabalhar.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Whatsapp Mídia Mineira
Farmácias de Plantão em Cataguases
03 - Domingo 04 - Segunda 05 - Terça 06 - Quarta 07 - Quinta 08 - Sexta 09 - Sábado
Econômica III Droga Minas Coimbra Econômica FarmaCenter Cataguases II Droganova
Vasconcelos Pague Menos Aeropharma Drogaria da Vila N. Sra. Rosário Silveira Farmanossa