xxxxx

terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Procon de Cataguases alerta consumidores sobre as compras de natal


Com a tendência de muito movimento no comércio nesta época do ano, é comum o aumento das reclamações diante das compras de produtos. “O Natal é uma época de compras por impulso, o que leva o consumidor a pesquisar menos. Por isso, o alerta é para que as pessoas não façam compras de última hora, o que na maioria das vezes reflete numa péssima escolha”, adverte o coordenador do Procon em Cataguases, o advogado Rafael Vilela Andrade. As pesquisas de mercado, que evidenciam as diferenças de preços de um mesmo artigo, formas de pagamento, qualidade, característica, a segurança que o produto possa oferecer, especialmente no caso dos brinquedos, se o estabelecimento comercial emite nota fiscal, se possui um trabalho voltado para o pós-venda, dentre outros, são os detalhes para os quais o consumidor mais deve estar atento, de acordo com o órgão de defesa do consumidor.

Advogado Rafael V.Andrade-Procon Cataguases
Foto: Jornal Cataguases
Rafael também explica que a loja não é obrigada a aceitar cartão ou cheque, “mas a partir do momento em que aceita, ela não pode fazer discriminação entre os clientes e deve manter essa informação em local visível, e não impor condições como mais de cinco anos de conta em banco para receber o cheque”, explica. O advogado também lembra que a melhor opção de compra continua sendo o pagamento à vista e se atentar para a qualidade do produto como, por exemplo, o licenciamento, registro do Inmetro. Outra questão essencial na hora de adquirir um produto é, de acordo com Rafael, a informação sobre a conduta do fornecedor após a venda. Ainda conforme ressaltou o coordenador do Procon de Cataguases, o consumidor deve perguntar ao vendedor sobre como é prestado o serviço de Assistência Técnica Autorizada quando solicitado.

Com a expansão das vendas pela internet, o advogado informou que o ideal é fazer uma pesquisa detalha-da sobre o site que está oferecendo o produto desejado, observar se realmente é uma empresa constituída com CNPJ e endereço físico. Ele também destaca como de fundamental importância verificar se a com-pra é realmente necessária, antes de efetuá-la, independente de ser on line ou não. “O Código de Proteção e Defesa do Consumidor só prevê a desistência da compra, caso ela tenha sido efetuada fora do estabelecimento comercial, no prazo de até sete dias”, esclareceu o coordenador do Procon. Rafael ressalta, contudo, que na compra em estabelecimento físico a troca do produto só é obrigatória em caso de defeito. “Numa loja de roupas e calçados, por exemplo, o comerciante não é obrigado a fazer trocas em virtude de opções de cor e tamanho, mas é comum que faça, e a gente até sugere isso, uma vez que vivemos num momento da economia em que não se pode abrir mão de conquistar o cliente”, comentou o coordenador do Procon em Cataguases.

Fonte: Jornal Cataguases

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Farmácias de Plantão em Cataguases
27 Domingo
28 Segunda
29 Terça
30 Quarta
01 Quinta
02 Sexta
03 Sábado
Droga Minas Coimbra Econômica
Pague Menos Aeropharma Drogaria da vila