domingo, 10 de janeiro de 2016

Cataguases já tem mais de 80 notificações de Dengue, ações foram intensificadas nos bairros Justino, Riguete e São Vicente de Paulo





Visando reduzir o número de notificações de Dengue, o Núcleo de controle de Endemias, realizou ações nos bairros Justino, São Vicente e Riguete (locais onde se tem registrado maior circulação viral), na manhã deste sábado (9), buscando eliminar focos do mosquito Aedes aegypti, que hoje é o responsável pela transmissão da Dengue, Zika e Chikungunya

Segundo o Coordenador do Núcleo de controle de Endemias, Alencar Norte, foi feito um “bota fora”, onde trabalharam mais de 30 agentes e foram retirados 3 caminhões de entulhos. Todos os materiais seriam potenciais criadouros pois poderiam acumular água, gerando focos do mosquito. Um caminhão, ficou exclusivo para recolher materiais recicláveis em parceria com a Associação dos Catadores de Cataguases, para ter a devida destinação, preservando o meio ambiente e o aterro sanitário municipal, destaca o coordenador. Também, uma caminhonete de lixo foi retirada de algumas casas visitadas.  

Os agentes verificaram as lajes das residências, onde foram encontradas grande quantidade de caixas d’água destampadas, todas com foco do mosquito, que foram devidamente tratadas e os moradores instruídos como proceder.

Uma equipe com o UBV (Ultra Baixo Volume) portátil que funciona como um “carro-fumacê”, mas ao invés de ir no carro, vai nas costas do agente, também pulverizou vários locais de risco. A aplicação deste inseticida,  fornecido pelo Ministério da Saúde, provoca o desalojamento do mosquito adulto e o atinge em pleno voo, mas só mata o mosquito adulto. O inseticida não mata as larvas do Aedes aegypti, que estão em caixas d’água, potes, baldes, pneus e lajes, daí a necessidade do agente ter de verificar cada local.

“O trabalho foi muito produtivo, conseguimos eliminar uma quantidade inexplicável de focos do mosquito Aedes aegypti naquela região e temos certeza que com isso vamos conseguir reduzir o índice de infestação nestes bairros e adjacências”, disse o Coordenador Alencar Norte, que revelou ao Site Mídia Mineira, que até sexta-feira (8), já foram notificados em Cataguases, 83 novos casos prováveis de Dengue, que seguem para análise.

Na próxima semana, dia 16, os agentes realizarão uma ação parecida no bairro Paraíso, que também tem tido um alto índice de infestação do mosquito. 

Alencar, também pediu  que a população continue colaborando, tampando as caixas d’água, pois nesta região, foi o maior problema encontrado. A campanha da Secretaria de Estado de Saúde, prevê que se cada morador, tirar um dia fixo da semana para realizar uma verificação simples, durante aproximadamente 10 minutos em sua residência (confira a lista abaixo), a doença poderá ser controlada no Estado.

Qualquer cidadão em Cataguases, pode realizar denúncias de locais onde podem conter focos do mosquito, através dos telefones: 3422-3589 ou 9 8430-0584 (Whatsapp).

Lista de verificações na residência:
(Tire 10 minutos, sempre no mesmo dia da semana para ver os itens abaixo)
  1. Caixas D'água;
  2. Calhas;
  3. Tampar galões, tonéis, poços, latões e tambores;
  4. Cobrir e secar pneus que não estão sendo utilizados;
  5. Limpar e incluir telas nos ralos;
  6. Limpar e secar as bandejas de ar-condicionado;
  7. Limpar e secar as bandejas de geladeira;
  8. Vasos de plantas sem pratinhos;
  9. Não acumular água em bromélias e outras plantas;
  10. Fechar vasos sanitários que não são usados constantemente;
  11. Virar os baldes com a boca para baixo;
  12. Esticar lonas de coberturas para não formar poças;
  13. Sempre tratar a água de piscinas e fontes;
  14. Verificar se não existe poças d'águas em lajes.






Nenhum comentário :

Postar um comentário

Farmácias de Plantão em Cataguases
27 Domingo
28 Segunda
29 Terça
30 Quarta
01 Quinta
02 Sexta
03 Sábado
Droga Minas Coimbra Econômica
Pague Menos Aeropharma Drogaria da vila