quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Cataguases: Projeto Girarteando foi um dos 66 contemplados de grupos de artes cênicas de Minas Gerais

Sessenta e seis grupos de teatro, dança e circo do estado receberam nesta terça-feira (26/1), em evento no Palácio das Artes, em Belo Horizonte, o Prêmio Artes Cênicas de Minas Gerais. Ao todo, foram distribuídos R$ 2 milhões para incentivo a produções artísticas, além de melhorias da infraestrutura dos espaços para apresentações culturais.
Foto: Arquivo Pessoal Marcus Diego/Facebook

Entre os contemplados, está o projeto Girarteando do ator, bailarino, pesquisador e professor residente em Cataguases, Marcus Diego de Almeida e Silva que recebeu o prêmio de R$ 30.000,00. O projeto trabalha com vários artistas formados em diferentes projetos sociais e realiza várias oficinas de teatro e dança em escolas de Cataguases e cidades da região e de outros estados, com palestra para professores e espetáculos para os alunos, além de fomentar a importância da realização de atividades artísticas no ambiente escolar.

Foto: Manoel Marques/Imprensa MG
O objetivo do prêmio é estimular a produção cultural, incentivar a pesquisa de linguagens, contribuir para a formação de público e facilitar o acesso ao conhecimento e a produções de qualidade. Essa edição foi lançada em outubro do ano passado, com a publicação de dois editais. Foram selecionados 36 grupos itinerantes, que receberam prêmios individuais de R$ 30 mil, totalizando R$ 1,08 milhão. São 12 prêmios para espetáculos de circo, 12 para apresentações de dança e 12 para peças de teatro.

Os demais R$ 990 mil foram distribuídos a 30 grupos cênicos para infraestrutura de seus espaços culturais. São 15 prêmios de R$ 40 mil cada para a manutenção dos locais e 15 prêmios de R$ 26 mil para a aquisição de equipamentos.

Apoio

Representando os premiados, Xisto José Pinto Costa, do grupo XinXin e Juaneto, de Mariana, no Território Metropolitano, destacou a importância da arte para a soberania da população. “A arte perpetua histórias e abre perspectivas para o futuro. Agradeço a oportunidade e os gestores do atual governo por terem aumentado os recursos destinados ao prêmio deste ano”, disse.

Realizado pela Secretaria de Estado de Cultura, o prêmio conta com o patrocínio da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa), viabilizado pela Lei Federal de Incentivo à Cultura em parceria com o Instituto Sérgio Magnani.

Também participaram da solenidade a diretora-presidente da Copasa, Sinara Meireles, o diretor de Administração e Finanças do Instituto Sérgio Magnani, Leopoldo Spínola, e o líder do governo na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, deputado Durval Ângelo, além de secretários de Estado e lideranças políticas e culturais do Estado.

Com informações da Agência Minas

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Farmácias de Plantão em Cataguases
27 Domingo
28 Segunda
29 Terça
30 Quarta
01 Quinta
02 Sexta
03 Sábado
Droga Minas Coimbra Econômica
Pague Menos Aeropharma Drogaria da vila