sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

Jovem mata padastro em Carangola com arma construída a partir de vídeos da internet

Um adolescente de 17 anos matou o padrasto com um tiro no peito, na zona rural da cidade de Carangola, na tarde desta quinta-feira (7). O fato teria ocorrido durante uma briga entre os dois e a arma usada foi fabricada pelo próprio menor, que foi apreendido pela Polícia Militar (PM) e trazido para a delegacia de plantão em Muriaé, já durante a madrugada.

Conforme relatado no Boletim de Ocorrência (BO) da PM, a mãe do autor e esposa da vítima, que se chamava José Carlos Silva da Rocha, ligou para o 190 e informou aos policiais sobre o ocorrido. Os militares foram até a localidade de Córrego do São Bento, na zona rural e encontraram o adolescente que não fugiu do local e confessou o assassinato.

Segundo o BO, o menor voltava da lavoura, quando durante uma discussão xingou seu irmão mais novo e foi reprendido pelo padrasto, iniciando uma forte discussão entre os dois.

Durante a briga José Carlos teria expulsado o enteado de casa e o ameaçado caso ele voltasse ao imóvel, mas o rapaz afirmou que não deixaria a residência. Segundo a PM, o adolescente contou que neste momento, a vítima pegou um pedaço de pau e foi pra cima dele, sendo contido pela mãe, e ao dizer novamente que não sairia de casa, o padrasto se apoderou de uma enxada e correu atrás do menor.

O jovem disse que em seguida pegou a arma, que estava escondida no mato, próximo à casa de sua tia e que apontou para José Carlos, que não parou.  O enteado alegou que ainda pediu para o padrasto ir embora, pois não queria atirar, mas ele não atendeu e o jovem atirou, acertando o peito da vítima, que ainda caminhou por cerca de 100 metros até cair.

Uma equipe do SAMU foi chamada e encontrou José Carlos já sem vida, sendo acionada também, a perícia da Polícia Civil de Muriaé, que realizou os trabalhos técnicos e liberou o corpo para encaminhamento ao IML.

O adolescente ainda teria dito a PM que “fez” a arma a partir de vídeos assistidos pela Internet.

A avó materna do autor informou aos militares que os atritos entre o jovem e o padrasto eram frequentes desde quando o homem começou a relacionar com a mãe do rapaz.

O jovem foi apresentado à Polícia Civil e encontra-se a disposição da justiça.

Fonte e foto: Rádio Muriaé

Farmácias de Plantão em Cataguases
27 Domingo
28 Segunda
29 Terça
30 Quarta
01 Quinta
02 Sexta
03 Sábado
Droga Minas Coimbra Econômica
Pague Menos Aeropharma Drogaria da vila