quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Em 2015 Minas Gerais teve 67 mortes por Dengue sendo 3 na Zona da Mata - Veja o relatório completo para Dengue, Zika e Chikungunya no Estado

Foto: Carla Ornelas/ GOVBA
Conforme relatório da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais, (SES-MG), até 31 de dezembro de 2015, o estado registrou 189.602 casos prováveis de dengue, segundo informações do SINAN-ONLINE, contra 57.844 do ano passado. 

Os casos prováveis de Dengue no Estado no ano de 2015 só tiveram redução, no mês de janeiro, nos demais meses do ano, Minas Gerais registrou um número bem maior se comparado com o mesmo período de 2014.

Ao todo, em Minas Gerais, foram confirmados 67 óbitos por dengue em 2015, 16 a mais que 2014, sendo que 3 destes, ocorreram na Zona da Mata, nos municípios de: Faria Lemos (1), Juiz de Fora (1) e Viçosa (1). O período com maior número de notificações e óbitos vai de março a maio.

Os municípios com maior número de mortes por Dengue em 2015, foram Uberlândia (9) e Uberaba (5). Os demais municípios que registraram óbitos são: Araxá (2), Arcos (3), Belo Horizonte (2), Betim (3), Bom Despacho (1), Campanha (1), Capinópolis (2), Contagem (2), Córrego Fundo (1), Curvelo (1), Divinópolis (1), Formiga (1), Fronteira (1), Ibirité (1), Iguatama (2), Itaúna (1), Janaúba (1), João Pinheiro (1), Lagoa da Prata (2), Lavras (2), Mateus Leme (1), Monte Carmelo (1), Nova Serrana (2), Papagaios (1), Passos (1), Patos de Minas (1), Peçanha (1), Pirajuba (1), Planura (1), Santa Rosa da Serra (1), São Tiago (1), Três Corações (2), Três Pontas (2) e Unaí (3).

No estado de Minas Gerais, a Fundação Ezequiel Dias – FUNED é a unidade responsável pela vigilância laboratorial de diversos agravos, incluindo dengue. Nela são realizados testes sorológicos para identificação de anticorpos e antígenos e caracterização do perfil de transmissão de determinado intervalo de tempo. Em 2015 foram processados 1579 amostras para monitoramento viral, nas técnicas de Isolamento Viral e RT-PCR, das quais foram obtidos resultados positivos com identificação do sorotipo circulante em 567 amostras, o que representa 35, 9% de positividade.

Das amostras com resultado positivo, comprova-se que a circulação do sorotipo da dengue predominante em Minas Gerais é o DENV1. Hoje existe no Brasil a circulação de 4 tipos de virus: DENV1, DENV2, DENV3, DENV4.

Os municípios de Uberlândia e Belo Horizonte possuem a transmissão do DENV1 e DENV4, já os municípios de Várzea da Palma e Pirapora, até o momento, a circulação é do sorotipo DENV4.

Febre Chikungunya


No estado de Minas, todos os casos confirmados até o momento foram importados de outros estados do Brasil ou de outro país.

Ao todo, foram notificados 163 casos e confirmados apenas 7, sendo descartados 132 e 28 ainda permanecem em investigação. Dos 7 casos confirmados em 2015. um caso foi importado da Colômbia por uma pessoa residente em Viçosa, e os outros seis, a transmissão ocorreu no estado da Bahia, duas pessoas são residentes do município de Belo Horizonte, uma de Uberaba, outro em Serra dos Aimorés, outro em Jequitinhonha e o último residente em Ipatinga.

Zika Vírus


Minas Gerais não possui casos confirmados da febre pelo zika vírus, até o momento. O total de casos suspeitos é de 28, sendo que 8 casos já foram descartados e 20 permanecem em investigação.

Acesse o relatório completo aqui.

Farmácias de Plantão em Cataguases
27 Domingo
28 Segunda
29 Terça
30 Quarta
01 Quinta
02 Sexta
03 Sábado
Droga Minas Coimbra Econômica
Pague Menos Aeropharma Drogaria da vila