domingo, 31 de janeiro de 2016

Multidão presta a última homenagem ao Doutor Tarcísio Henriques





 

Uma multidão esteve durante todo dia na Rua Major Vieira (rua do Pomba), 149 - local onde muitos advogados e políticos frequentavam para buscar conselhos e apoio - desta vez para render as últimas homenagens ao doutor Tarcísio Henriques.

Pouco depois das 18 horas, saia da rua do Pomba, passando em frente a Prefeitura de Cataguases, pela centenária ponte metálica em direção ao Cemitério São José, o cortejo fúnebre, no desuso há muito, retorna às ruas de Cataguases para honrar o grande político.

Muitos prefeitos e políticos da região, bem como da cidade, estiveram presente no velório, como o prefeito Cesinha Samor, Itamar Ribeiro (Prefeito de Dona Euzébia), Paulo Neves (prefeito de Guaraní), o ex-deputado e ex-prefeito de Leopoldina, Bené Guedes, o ex-prefeito Willian Lobo, vários pré-candidatos ao pleito deste ano, entre outros.

Bené Guedes, que também foi deputado estadual ao lado de Tarcísio e prefeito de Leopoldina, falou com exclusividade para o site Mídia Mineira sobre a importância do ex-prefeito. "Pra mim que tive o privilégio e a honra de ser colega deste ilustre homem público que foi Tarcísio Henriques, é motivo de muita tristeza neste instante, sentir a perda dele, uma perda irreparável, não só para Cataguases, mas para Minas e para o Brasil. Eu tenho consciência absoluta, que o valor deste homem nunca será negado e ale serão tributados sempre todos os êxitos conquistados pela nossa região. Ele participou durante toda a vida, não só como deputado e secretário de estado, mas como homem da justiça, como advogado, brilhante que foi! Um dos maiores tribunos que eu já ví na minha vida  e gostaria de relembrar que assisti em Cataguases em 1982, o maior comício de todos os tempos que já aconteceu na cidade, na minha opinião, o comício das diretas com Tancredo Neves aqui no palanque e o Tarcísio e seus companheiros de luta alavancando aquela campanha, que foi extraordinária para o nosso país. então, este é o homem que nós perdemos hoje! Um homem simples humilde, de grande valor intelectual e que brilhou na Assembléia, brilhou como secretário e como pai, extremoso que foi, chefe de família, esposo, ao lado de dona Cristina, e de seus filhos, todos brilhantes, que abraço neste momento, em nome de minha família e da minha querida cidade de Leopoldina que é irmã de Cataguases, nós somos uma só família e eu espero que ao longo do tempo, Tarcísio Henriques seja sempre lembrado!" disse.

O vereador Fernando Pacheco Fialho, da nova safra de vereadores e "Tarcisista" declarado, disse que a importância que Tarcísio teve para Cataguases é uma condição quase insuperável. "Eu em minha trajetória, não vi nada parecido e não percebo nada próximo a uma condição de chegar perto do legado de Doutor Tarcísio".

Pacheco lembrou que começou sua vida política com a indicação e reconhecimento de Tarcísio o qual sempre procurou se orientar. "A coletividade de Cataguases deve muito as realizações do prefeito, do político e do homem público Doutor Tarcísio Henriques, porque são patrimônios que não tem como ser mais dilapidados, a gente não vê no cenário recente, nenhuma força capaz de promover uma igualdade de comparação. Acho que nossa cidade perde uma referência, a única que eu vejo que era inconteste, que tinha condições de representar a cidade a nível Estadual e Federal. Claro, temos pessoas que podem um dia levar o nome da cidade sim, mas 50 anos de política do Doutor Tarcísio, transformou e revolucionou a cidade de Cataguases, a ponto dela ser reconhecida, culturalmente e socialmente" disse o vereador que também lembrou várias obras e realizações de Tarcísio para a cidade, como o Idaic, entre outras, lembrando que citar obras poderia ser até ruim porque correria o risco de se esquecer muitas outras. Pacheco também lembrou dos dois mandatos do ex-prefeito dizendo que as obras de Tarcísio são insuperáveis até o momento. "Tudo partindo do pioneirismo dele de ter iniciado e conquistado, hoje a gente vê Estado, União e Município alinhados e não se vê nada próximo disso, então, na verdade, isso prova que a pessoa é que faz a diferença e não a condição de alinhamento, de apadrinhamento ou de benesses porque é de um lado, não, o que prevalece é a inteligência e a criatividade de uma pessoa que era um visionário que eu nunca vi igual. [...] Tarcísio Henriques é a referência pra mim, será sempre e não vejo ninguém próximo disto, infelizmente, gostaria que existisse para o bem da cidade e para a gente sossegar o ânimo. [...] Por isso e por todas as outras coisas, dessas benfeitorias geral feita à cidade é que eu friso e falo com muito orgulho, Doutor Tarcísio foi é e será sempre meu ídolo, porque era um ídolo que eu tinha alcançável, que eu tinha perto de mim e isso é importante a gente cultivar, as pessoas que estão perto da gente, que serve de referência e que nós possamos nos moldar em cima dos princípios dessa pessoa, tanto na realização de obras quanto nos princípios morais que são os mais importantes." disse.










Nenhum comentário :

Postar um comentário

Farmácias de Plantão em Cataguases
27 Domingo
28 Segunda
29 Terça
30 Quarta
01 Quinta
02 Sexta
03 Sábado
Droga Minas Coimbra Econômica
Pague Menos Aeropharma Drogaria da vila