quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

População deve ficar atenta à incidência de raios durante tempestades

Alguns cuidados precisam ser tomados para se evitar acidentes com a população e ocorrências no sistema elétrico

Foto: Marcos Ozanan/Jornal A Plateia
O verão marca o ápice do período chuvoso na região Sudeste do Brasil e no mês de janeiro ocorrem as chuvas mais constantes e volumosas, especialmente, no final da tarde. Com isso, a população deve ficar atenta para o aumento da incidência de descargas atmosféricas, que podem colocar em risco a segurança das pessoas e causar interrupções de energia elétrica.

Como o país se localiza geograficamente em uma zona tropical, cujo clima mais quente favorece a formação de tempestades, aqui são registrados alguns dos maiores índices de incidência de relâmpagos do planeta.

Anualmente, mais de 1 milhão de raios são contabilizados em Minas Gerais, e essas descargas elétricas podem causar acidentes com a população e ocorrências no sistema elétrico. Segundo o engenheiro Demetrio Venicio Aguiar, alguns procedimentos básicos devem ser adotados durante as tempestades, como por exemplo a retirada dos equipamentos elétricos das tomadas, evitando risco de queima ou à segurança das pessoas. “Durante as chuvas, o raio pode cair na rede elétrica e chegar às residências por meio da fiação, podendo atingir os moradores”, afirma.

Vale lembrar que o sistema elétrico é equipado com para-raios de média tensão que protegem os equipamentos instalados ao longo dos circuitos, mas que também é possível o consumidor adquirir a proteção para baixa tensão, que deve ser instalada no ponto de entrega (padrão), com o intuito de reduzir os riscos dentro da edificação.

Demetrio Venicio Aguiar alerta, ainda, para os danos que as descargas elétricas podem provocar no corpo humano. “O raio provoca queimaduras gravíssimas e pode provocar parada cardiorrespiratória, que pode levar a pessoa à morte”, destaca.

As tempestades também podem causar rompimento de fios elétricos da rede de energia. Nesse caso, é imprescindível que todos se mantenham distantes do local. "Caso alguém se depare com um cabo partido, nunca se deve aproximar ou tocar a fiação, e se possível, não se deve permitir que outras pessoas se aproximem também.  Nestes casos, deve-se ligar imediatamente para a concessionária de Energia elétrica de sua cidade."

O mesmo cuidado deve ser tomado em caso de queda de árvores sobre as vias públicas, pois elas podem cair sobre as redes elétricas e trazer consigo fios elétricos possivelmente energizados que ficam escondidos sob as folhas e podem causar acidentes graves.

Outros cuidados

O uso de celulares, tablets e notebooks, além de outros aparelhos com bateria interna recarregável, está liberado durante as tempestades em dias chuvosos, desde que não estejam plugados na tomada no momento do uso. Os equipamentos também não devem ser manuseados em lajes ou em locais abertos, a fim de evitar choques e acidentes.

Quando houver necessidade de carregar esses aparelhos, não deve ser utilizada a mesma tomada para conectar todos os equipamentos, por meio do uso de “Ts” ou “benjamins”. O ideal é ligar um aparelho de cada vez.

Além disso, vale destacar, os aparelhos recarregáveis não devem ser carregados em cima de camas, sofás ou próximos a cortinas, toalhas de mesa ou qualquer outro material inflamável, evitando assim, o perigo de incêndios. Também é importante lembrar que esses aparelhos não devem ser utilizados com as mãos molhadas ou em locais úmidos. 

Agência Minas

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Farmácias de Plantão em Cataguases
27 Domingo
28 Segunda
29 Terça
30 Quarta
01 Quinta
02 Sexta
03 Sábado
Droga Minas Coimbra Econômica
Pague Menos Aeropharma Drogaria da vila