segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Presidiário de Cataguases é assassinado em Muriaé onde cumpria pena

Juliandro Tomáz, 33 anos, natural de Cataguases e morador do bairro Guanabara, cumpria pena na Penitenciária Regional de Muriaé e foi assassinado com pelo menos 6 tiros, no início da manhã desta segunda-feira (22), logo após sair da instituição para ir ao trabalho.

Conforme informações, ele cumpria pena em regime semi-aberto e  tinha autorização judicial para trabalhar. Ele foi baleado quando seguia de bicicleta pela avenida que liga a penitenciária à BR-356, e encontrado por agentes penitenciários que se dirigiam para mais um turno de trabalho.

O trabalho inicial da perícia apurou que a vítima apresenta duas perfurações na cabeça - na testa e atrás da orelha -, uma nas costas e outra no braço esquerdo, além de duas lesões de raspão no mesmo braço.  O celular de Juliandro foi atingido por um tiro e em um de seus bolsos foram encontrados R$ 60 em dinheiro.

De acordo com os agentes penitenciários que encontraram Juliandro caído na avenida, ele cumpria pena pelo crime de homicídio.

O corpo do detento será encaminhado para o IML de Muriaé e ainda não há informações sobre a autoria do crime.

3º assassinato do ano

Este é o terceiro homicídio do ano em Muriaé e o segundo no qual a vítima trata-se de detento albergado da Penitenciária Regional.

No fim da tarde do dia 21 de janeiro, Tiago Correa Braga, 25 anos, conhecido como “Tiririca” foi morto com vários tiros, na BR-356, quando retornava para o estabelecimento prisional.

Com informações e fotos da Rádio Muriaé


Nenhum comentário :

Postar um comentário

Farmácias de Plantão em Cataguases
27 Domingo
28 Segunda
29 Terça
30 Quarta
01 Quinta
02 Sexta
03 Sábado
Droga Minas Coimbra Econômica
Pague Menos Aeropharma Drogaria da vila