quinta-feira, 3 de março de 2016

Cataguases: Fernando Pacheco fala sobre sua pré-candidatura a prefeito

O vereador Fernando Pacheco Fialho conversou com a reportagem do Site Mídia Mineira, na noite desta terça-feira (1º), sobre sua pré-candidatura a prefeito de Cataguases.

Segundo o vereador, não existe nada oficial e não houve reunião para tratar do assunto, mas seu nome está a disposição do partido da mesma forma que outros podem estar, porém, respeitará qualquer definição da convenção. "Como membro efetivo e representante do Partido do Movimento Democrático Brasileiro e na função de agente político que eu sou investido como vereador, eu sempre estarei a disposição do partido para representá-lo da maneira que for. Então, desde sempre, o nome de um agente político que está investido no cargo, passa a ter uma representatividade dentro do partido como um possível pré-candidato". Segundo Pacheco, tanto ele como o vice-prefeito Sergio Gouvea são pré-candidatos naturais do partido.

Pacheco disse que alguns membros do partido e até o ex-prefeito Tarcísio Filho que não é membro, o procuraram pedindo para que ele fosse o candidato do partido caso Tarcísio Filho não seja. "Eu disse que sim, isso não me assusta, acho até que temos ele como preferência, pela história e bagagem, mas se ele não pôde, eu me sinto capaz de ser um dos pré-candidatos a pleitear a vaga e isso vai ser decidido em convenção, então essa é a situação. É muito legítimo pra mim, me colocar como pré-candidato porque eu penso o seguinte, eu sou atualmente vereador, recentemente fui presidente da Câmara, já fui secretário de finanças, secretário de saúde, sou funcionário público da Prefeitura Municipal de Cataguases há mais de 25 anos, então eu acho legítimo partir de mim essa oferta de me colocar como pré candidato, porque esse currículo me credencia", disse. 

Embora afirmando que tenha se colocado como pré candidato, o vereador também se disse tranquilo caso o partido prefira a estratégia de outro nome ao invés do seu. "O partido acenou com a possibilidade da minha pré-candidatura e eu investi na condição de ser um dos pré-candidatos e estou pondo meu nome a disposição, agora, feito isso, daí por diante temos que esperar a convenção. [...] Eu acho que temos de usar o princípio da impessoalidade nos nossos atos, eu não estou aqui para vangloriar o nome de Fernando Pacheco como pré candidato, não. Eu estou aqui para servir ao partido que é a instituição maior que a minha pessoa, pra esse partido servir uma instituição maior que é a cidade de Cataguases".

Segundo Fernando Pacheco, o partido aceitou sua pré candidatura, mas podem haver outras dentro do mesmo até a convenção.

Questionado sobre o vice-prefeito, Sergio Gouvea (Filó), que já tem dado algumas declarações em outros meios de comunicação de que será candidato a vereador por outro partido, Pacheco disse que embora ele tenha confirmado esta intenção, só acredita nos atos e que até o momento o ato de desligamento não foi feito. Embora lamente a saída de Filó, caso se confirme, o vereador acredita que o partido não irá desanimar com a intenção de ter seu candidato próprio. "O PMDB ficou alguns anos ai a mercê de negociar cargos a troco de apoio e eu acho isso deprimente para um homem público que é detentor de cargo político, ele tem de engrandecer para que o partido e a instituição dele ande com as próprias pernas e não ficar a mercê de algumas coisas secundárias a vida inteira pra se beneficiar disso, então, eu jamais faço uma situação dessas em minha vida pública porque em primeiro lugar está a cidade de Cataguases, em segundo o partido, só depois vem o homem político" completou.

O vereador ressaltou que sempre foi a intenção de Doutor Tarcísio que o partido tivesse candidato próprio, chegando a citar seu nome e lembrou que o partido já foi muito grande em Cataguases. "Se a gente abandonar essa iniciativa de reconstrução, nós estamos falhando e não tendo tentativas mal sucedidas, então, se a gente abandonar a ideia de ter candidato próprio, ai sim o PMDB vai continuar falhando, porque até então eu quero crer que ele estava tendo tentativas mal sucedidas de não ter pessoas para uma pré-candidatura ou uma candidatura efetiva, então, eu coloquei o meu nome com essa ideia, seguindo os princípios do Doutor Tarcísio e a minha condição de por a pré-candidatura para ser avaliada e mesmo que seja mal avaliada, eu irei até o final, a não ser que o partido não queira ter desgaste, sabendo que é uma candidatura que não emplacou, mas eu vou até o final, porque pra mim, mais importante do que ganhar é entrar na batalha. [...] A gente tem de começar a arrumar no sentido de conseguir fazer com que esse partido tenha condições de fazer prefeito novamente, se não for dessa vez, que seja da próxima, às vezes a gente dá um passo para trás para dar dois a frente, mas eu acho que o PMDB tem nomes para entrar e fazer um trabalho para competir e ganhar" disse.

Confira abaixo a entrevista completa:

Farmácias de Plantão em Cataguases
27 Domingo
28 Segunda
29 Terça
30 Quarta
01 Quinta
02 Sexta
03 Sábado
Droga Minas Coimbra Econômica
Pague Menos Aeropharma Drogaria da vila