terça-feira, 22 de março de 2016

Mototaxista baleado em Cataguases é diagnosticado com morte cerebral

O jovem mototaxista Bruno da Silva Alves, 29 anos, foi diagnosticado com morte cerebral na tarde desta segunda-feira (21). Ele foi baleado na cabeça após um assalto na noite de sexta-feira (18) em Cataguases.

Conforme informações obtidas junto a amigos dos familiares, a notícia foi passada para família por volta das 13h30. No entanto, os familiares não confirmaram a informação e nas redes sociais pedem oração pelo jovem. 

Em contato com o Hospital São Paulo em Muriaé, para onde o jovem foi transferido, fomos informados que consta no sistema que ele ainda encontra-se internado, mas que esse tipo de informação é praxe da Santa Casa não informar por telefone e apenas para familiares.

Bruno mudou-se para Cataguases há pouco tempo, vindo de Rio das Ostras (RJ), para trabalhar de mototaxista. Ele era natural de Além Paraíba onde sua família ainda reside, no Morro São Sebastião.

Relembre o caso

Bruno da Silva Alves, 29 anos, residente no bairro Haidee Fajardo Dutra pegou um cliente na Praça Chácara Dona Catarina por volta das 20 horas para realizar uma corrida até o bairro Santa Clara. Ao chegar ao local, próximo ao Caic, o autor anunciou o assalto e disparou contra Bruno, acertando-o na cabeça. 


O Samu socorreu a vítima e a encaminhou para o Hospital de Cataguases onde foi estabilizada e constatado, após tomografia, um projetil alojado na cabeça. Posteriormente, o rapaz foi transferido para o Hospital São Paulo em Muriaé para passar por um neurocirurgião.

Por volta das 14 horas de sábado (19), a motocicleta de Bruno foi encontrada por um companheiro de trabalho do mototaxista que acionou a Polícia Militar. O veículo estava estacionado na Rua José Godinho, bairro Menezes, em Cataguases, próximo do local onde Bruno residia.

Leia também:
*Foto da vítima: reprodução Facebook


Farmácias de Plantão em Cataguases
27 Domingo
28 Segunda
29 Terça
30 Quarta
01 Quinta
02 Sexta
03 Sábado
Droga Minas Coimbra Econômica
Pague Menos Aeropharma Drogaria da vila