quarta-feira, 30 de março de 2016

PMDB decide deixar a base do governo Dilma

Fotos: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil




Por aclamação, o Diretório  Nacional do PMDB decidiu nesta terça-feira (29), deixar a base aliada do governo da presidente Dilma Rousseff. 

A decisão foi anunciada pelo senador Romero Jucá (RR), vice-presidente da legenda, que substituiu o presidente nacional do partido, Michel Temer, vice-presidente da República. 

O PMDB também decidiu que os ministros do partido deverão deixar os cargos. No total, seis ministros da legenda compõem a cúpula do Executivo.

Participaram da reunião mais de 100 membros do Diretório Nacional do PMDB. 

 

Veja abaixo quem são os ministros filiados ao PMDB:
  • Celso Pansera - Ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação
  • Eduardo Braga - Ministro de Minas e Energia 
  • Mauro Lopes - Secretaria de Aviação Civil 
  • Kátia Abreu - Ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento 
  • Helder Barbalho - Secretaria de Portos 
  • Marcelo Castro - Ministro da Saúde 
  • Henrique Alves - Ministro do Turismo
Mas não é só no governo federal que os números peemedebistas são expressivos. Na Câmara, 13,25% dos deputados em exercídio pertencem ao PMDB. Já no Senado, 18 dos 81 senadores são filiados à sigla. Ou seja, dos 594 parlamentares no Congresso Nacional, 86 são peemedebistas, o que equivale a 14,47%.

Nos estados, o PMDB elegeu sete governadores, dentre as 27 unidades da federação - o que equivale a 25,92% -, além de 996 prefeitos e 142 deputados estaduais. 






Nenhum comentário :

Postar um comentário

Whatsapp Mídia Mineira
Farmácias de Plantão em Cataguases
22 - Domingo 23 - Segunda 24 - Terça 25 - Quarta 26 - Quinta 27 - Sexta 28 - Sábado
Droganova São Francisco N. Sra. Aparecida Brasil Sta Tereza Econômica II Atlas
Farmanossa Cataguases Campinho São Mateus Silveira II Silveira (vila) Vasconcelos