domingo, 24 de abril de 2016

Deputado quer acabar com as festas "open bar" em Minas Gerais

Consumo excessivo de álcool por jovens está entre os temas a serem abordados em audiência marcada para quarta (27).

Parlamentares de seis comissões temáticas da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) realizam, nesta quarta-feira (27), uma audiência pública com o objetivo de debater a realização de festas e eventos com bebidas liberadas, denominados “open bar” ou similares, e o Projeto de Lei (PL) 704/15, que dispõe sobre a proibição da prática no Estado. A reunião, que acontece às 14h30, no Plenarinho IV, foi solicitada pelos deputados Roberto Andrade e Wander Borges (ambos do PSB), e terá participação das Comissões de Saúde; Assuntos Municipais e Regionalização; Defesa do Consumidor e do Contribuinte; Segurança Pública; Esporte, Lazer e Juventude; e de Prevenção e Combate ao uso de Crack e outras Drogas.

O projeto, que é de autoria do deputado Roberto Andrade, quer coibir a modalidade que vincule a entrada em estabelecimentos à consumação mínima de bebidas alcoólicas. Para tanto, conceitua como eventos “open bar” aqueles cujo valor de consumo de bebidas esteja embutido no preço do ingresso. A matéria estabelece ainda como condição à concessão de licença ou do alvará de funcionamento a comprovação prévia à autoridade competente de que o evento ou o estabelecimento não realizam as práticas por ela vedadas, fixando ainda as sanções cabíveis.

Segundo o parlamentar, esse tipo de evento é uma afronta ao Código de Defesa do Consumidor (Lei Federal 8.078, de 1990), porque institui a chamada “venda casada”, prática lesiva vedada pela legislação. Além disso, o deputado diz acreditar que essas festas causam prejuízos à saúde e à segurança pública. Ele afirma, também, que milhares de adolescentes e jovens são introduzidos ao consumo excessivo de bebidas alcoólicas por essa modalidade de evento, em que o preço da bebida está parcial ou totalmente incluído no valor da entrada.

Convidados – Para o debate, as comissões convidaram o comandante-geral da Polícia Militar do Estado, coronel PM Marco Antônio Badaró Bianchini; o procurador-geral de Justiça do Estado, Carlos André Mariani Bittencourt; a diretora hospitalar do Centro Mineiro de Toxicomania da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig), Daniela Maria Dinardi Alves Pinto; o presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes em Minas Gerais (Abrasel/MG), Ricardo Rodrigues; a presidente da Associação Brasileira de Empresas de Eventos no Estado de Minas Gerais (Abeoc/MG), Ana Maria Diniz Braga; o vice-presidente da mesma associação, Bruno Bechelany; o psicólogo Jairo Stacanelli Barros; o divulgador de eventos, Valdez Maranhão Ferreira Cruz; o proprietário da Zeus Produções, de Viçosa (Mata), Wilson Ribeiro de Almeida Filho; e o produtor de eventos, Manoel Juvêncio.

Com informações e foto
da Assessoria de Comunicação
do Dep Roberto Andrade

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Farmácias de Plantão em Cataguases
27 Domingo
28 Segunda
29 Terça
30 Quarta
01 Quinta
02 Sexta
03 Sábado
Droga Minas Coimbra Econômica
Pague Menos Aeropharma Drogaria da vila