-->

sábado, 14 de maio de 2016

Comissão de Direitos Humanos da ALMG vai a Santos Dumont debater possível adoção ilegal

Direitos Humanos quer esclarecer processo coorrido nos anos 80 em cidades da Zona da Mata mineira.

Os possíveis processos ilegais de adoção e tráfico internacional de crianças ocorridos em Santos Dumont (Zona da Mata) e cidades vizinhas na década dos anos 1980 serão debatidos em audiência pública nesta segunda-feira (16/5/16), da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). A reunião, solicitada pelo presidente da comissão, deputado Cristiano Silveira (PT) (foto), está marcada para as 19 horas no Salão da Primeira Igreja Batista de Santos Dumont (Rua Doutor Guilherme de Castro, 1331, bairro São Sebastião).

“Recebemos denúncias de que várias crianças foram adotadas de forma ilegal em Santos Dumont e outras cidades da região. Há, inclusive, suspeitas de que algumas dessas crianças foram para fora do País. É preciso que sejam feitas investigações para que esses casos fiquem esclarecidos. E que possamos fortalecer nossas instituições para que este tipo de crime seja coibido”, disse Cristiano Silveira.

Ainda de acordo com o parlamentar, o poder público precisa dar respostas às famílias dessas crianças. “É uma aflição muito grande para os familiares não saber o que aconteceu com essas crianças. Principalmente para os pais. Por isso defendemos que seja feito um esforço dos órgãos competentes para que esses casos possam ser solucionados”.

Foram convidados para a reunião o procurador Regional da República em Juiz de Fora, Onofre de Faria Martins; a juíza de direito diretora do Foro da Comarca de Santos Dumont, Maria Cristina de Souza Trulio; a promotora de justiça da Infância e Juventude da Comarca de Santos Dumont, Rita de Cássia Graziosi Gama; o sociólogo e conselheiro Estadual de Minas Gerais dos Direitos da Criança e do Adolescente de Juiz de Fora, Claudinei dos Santos Lima; o chefe do Departamento da Polícia Federal de Juiz de Fora, Ronaldo Guilherme Campos; o conselheiro tutelar de Juiz de Fora, Abraão Fernandes Nogueira; o instrutor das disciplinas de Direitos Humanos e Cidadania, Ética e Sociedade, Estado e Polícia da Polícia Rodoviária - Unidade de Juiz de Fora, Junie Penna; a ex-coordenadora do ex-Juizado de Menores de Santos Dumont, Josiane Tavares da Silva; o advogado Conrado Luciano Baptista e as vítimas Izabel Maria de Jesus e Itamar Pedro Lemeur, de Santos Dumont/MG.

Com informações da Assessoria de Comunicação da ALMG

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Farmácias de Plantão em Cataguases
17 Domingo
18 Segunda
19 Terça
20 Quarta
21 Quinta
22 Sexta
23 Sábado
Econômica FarmaCenter Cataguases II Droganova São Francisco N. Sra. Aparecida Brasil
Drogaria da Vila N. Sra. Rosário Silveira Farmanossa Cataguases Campinho São Mateus