terça-feira, 24 de maio de 2016

Falsa advogada de Cataguases é presa em Muriaé

Na tarde de ontem (23), a Polícia Civil prendeu em flagrante uma mulher de 25 anos, suspeita de estar se passando por advogada em Muriaé e lesando os clientes de uma financeira, na qual é proprietária.

A ação foi possível após uma denúncia da OAB, dando conta de que a jovem, natural de Cataguases, estaria usando o cadastro de uma advogada do Triângulo Mineiro para oferecer serviços advocatícios e cobrar honorários antecipadamente de seus clientes. As propagandas estariam sendo divulgadas por meio de uma rádio e do perfil da investigada em uma rede social. 

Investigações apontam que ela estaria agindo há cerca de dois meses e teria feito diversas vítimas. Documentos foram apreendidos e as vítimas - constantes nos comprovantes, recibos e contratos - serão chamadas à Delegacia para prestar esclarecimentos.  


Conforme o delegado responsável pelo caso, Eduardo Freitas (foto abaixo), da 31ª delegacia da Polícia Civil (31ª DP), na AISP, bairro Gávea em Muriaé, as investigações iniciadas a partir da denúncia confirmaram que a mulher atuava ilegalmente como advogada, representando pessoas em ações trabalhistas, contra o INSS, entre outras. 

O delegado contou que a mulher foi presa em flagrante por policiais civis que faziam campana próximo à loja onde ela exercia a atividade ilegal e a surpreenderam no momento em que recebia o pagamento por um serviço de advocacia:

“No momento em que uma pessoa entrou a equipe entrou em seguida e pôde flagrar a pessoa efetuando pagamento no valor de R$ 200,00 de um serviço já contratado e a investigada efetuado a entrega de um comprovante de pagamento - uma nota promissória - e um recibo datado, com dados irregulares, inclusive com o número da ordem, da advogada devidamente habilitada, da cidade de Uberlândia, que ela estava utilizando aqui na cidade de Muriaé”, detalhou.

A mulher foi levada inicialmente para a 31ª DP, onde, durante depoimento, confirmou os fatos e após ter a prisão ratificada, foi encaminhada à Penitenciária Dr. Manoel Martins Lisboa Junior, em Eugenópolis.

A Polícia Civil espera que, com a divulgação do caso, outras vítimas procurem a Delegacia.

Com informações da Ascom 4º DEPPC e Rádio Muriaé
Foto: Rádio Muriaé

Um comentário :

Farmácias de Plantão em Cataguases
23 Domingo
24 Segunda
25 Terça
26 Quarta
27 Quinta
28 Sexta
29 Sábado
Econômica II Atlas Sta Rita Dose Certa Inova Econômica III Droga Minas
Silveira (vila) Vasconcelos Saúde e Vida Drogasil Droga farma Campinho Pague Menos