xxxxx

quarta-feira, 11 de maio de 2016

Senado cassa mandato de Delcídio do Amaral por quebra de decoro

O senador pelo Mato Grosso do Sul, Delcídio do Amaral, sem partido, teve o mandato cassado pelo plenário do Senado, nessa terça-feira (10). Por 74 votos a favor, nenhum contra, uma abstenção e seis ausências o plenário aceitou cassar Delcídio por quebra de decoro parlamentar.

O relator do caso no Conselho de Ética, senador Telmário Motta, do PDT, argumentou que Delcício cometeu grave irregularidade e mereceu perder o mandato.

Delcídio do Amaral, ex-líder do governo, foi preso em novembro do ano passado, acusado de tentar atrapalhar as investigações da Lava Jato. O senador foi flagrado em áudio oferecendo dinheiro e fuga da prisão ao ex-diretor da Petrobras, Nestor Cerveró.

O senador Randolfe Rodrigues, do partido Rede, disse que Delcídio constrangeu toda a Casa Legislativa ao ser preso.

Como nem Delcídio nem os seus advogados estavam presentes, quem fez a defesa do senador no plenário foi o consultor Legislativo do Senado, Danilo Barboza Aguiar.

Delcídio só apareceu no Senado para se defender da acusação na segunda-feira, quando assumiu o erro e pediu para não ser cassado.

Com a cassação de Delcídio quem deve assumir o posto de senador pelo Mato Grosso do Sul é o suplente, o empresário Pedro Chaves, do PSC, de 75 anos.

Agência Brasil

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Farmácias de Plantão em Cataguases
27 Domingo
28 Segunda
29 Terça
30 Quarta
01 Quinta
02 Sexta
03 Sábado
Droga Minas Coimbra Econômica
Pague Menos Aeropharma Drogaria da vila