terça-feira, 17 de maio de 2016

Tour da Tocha Olímpica passa por Bicas, Leopoldina e Muriaé em seu último dia em Minas

Após 10 dias e mais de 2.700 quilômetros percorridos, chegou ao fim o Tour da Tocha Olímpica por Minas Gerais. Nesta segunda-feira (16/5), o revezamento visitou os municípios de Bicas, Leopoldina e Muriaé, na Zona da Mata, e encerrou com chave de ouro sua passagem pelo território mineiro do maior evento esportivo do mundo.

Bicas

Foto: BRADESCO/Wander Roberto
Foi no portal da cidade, na Rua Santa Teresa, que o revezamento da Tocha Olímpica Rio 2016 começou em Bicas. O comboio seguiu pelas ruas da cidade até a Praça São José, onde uma grande festa foi realizada, com apresentações de grupos de dança, bandas de música e de capoeira, além de experimentação esportiva.

Foto: BRADESCO/Wander Roberto

O medalhista paralímpico Alexandre Ank deu aulas de tênis de mesa no local. O jornalista Marcelo Barreto, que conduziu a tocha olímpica na cidade, participou de um bate-papo sobre esporte com a população.

Leopoldina

Em Leopoldina, a tocha olímpica foi acesa em frente ao Ginásio Poliesportivo Carlota Mendonça Gama, localizado na Avenida Getúlio Vargas, sendo recepcionado pelo prefeito José Roberto e pela secretária municipal de esportes, lazer e turismo, Jussara de Almeida Thomaz. O revezamento percorreu 3,2 quilômetros, passando pelas ruas José Peres, José Silva, Praça João XXIII, Presidente Carlos Luz, Sete de Setembro, Lucas Augusto, Barão de Cotegipe e Doutor Custódio Junqueira.

Alunos das escolas da rede pública fizeram a festa em vários pontos da cidade, milhares de pessoas acompanharam o evento histórico, de vários municípios da região, como os alunos da pequena cidade de Silveirânia, a quase 100 quilômetros de Leopoldina, que vieram especialmente para o evento, deixando todos os locais por onde a tocha passou, completamente lotados. Como o Executivo não decretou feriado na cidade, o comércio local agradeceu o movimento gerado em épocas de crise.

O revezamento terminou na Praça João XXIII, onde um flash mob especial foi realizado, a secretária Jussara Thomaz e o prefeito José Roberto, discursaram, agradecendo a todos os presentes e expressando a alegria por estarem vivendo aquele momento. "Sonho que se sonha só, é so um sonho que se sonha só, mas sonho que se sonha junto é realidade" parafraseou Cervantes o prefeito José Roberto em seu discurso.

Os condutores da tocha em Leopoldina foram:
  • Carlos Augusto Nunes - atleta de Kung Fu;
  • Vítor Guilherme - atleta de Jiu Jitsu;
  • Leyla Charpentier;
  • Júlio Cesar Nogueira Gesualdo (Pulê) - professor de educação física;
  • Dimas Diego de Souza - educador físico;
  • Maria Helena Machado - dos Correios de Leopoldina;
  • Bárbara Reis;
  • Hudson Rodrigues de Jesus - professor de educação física
  • Cássia de Souza - aluna da Apae de Leopoldina
  • Katrine Keyte;
  • Marcelo Portela - moutain bike
  • Karla Oliveira
  • Júlio Antônio Carraro Mendonça - empresário
  • Rodrigo Pereira Soares (Ubá)
  • Othon Valentim Filho - Jogador de futebol




Confira o álbum de fotos: (Clique aqui para abrir o álbum)

Muriaé

O comboio olímpico se despediu de Minas Gerais em Muriaé, no dia em que a cidade completa 161 anos de emancipação político-administrativa. O percurso na cidade começou na Ponte da Barra. A caravana passou pela Praça João Pinheiro, onde a tocha olímpica foi levada ao Grande Hotel Muriahé.

No evento de celebração, em umas das janelas do prédio, uma intérprete utilizava a Linguagem Brasileira de Sinais para transmitir informações às pessoas. Neste momento, grupos culturais locais se apresentaram, como a Escola de Samba Unidos do Santa Terezinha, a Banda Marcial de Muriaé, a Fundação Internacional de Capoeira Artes das Gerais, entre outros.

Foto: Marcelo Sant'Anna/Imprensa MG

Farmácias de Plantão em Cataguases
27 Domingo
28 Segunda
29 Terça
30 Quarta
01 Quinta
02 Sexta
03 Sábado
Droga Minas Coimbra Econômica
Pague Menos Aeropharma Drogaria da vila