sábado, 21 de maio de 2016

Vacinação contra influenza: A exemplo do Estado Cataguases também supera meta no geral mas ainda faltam atingir meta de crianças e gestantes

Vacina continuará sendo disponibilizada na próxima semana em Cataguases

Foto: Gil Leonardi / Imprensa MG

Minas Gerais alcançou na tarde dessa quinta-feira (19/5) a meta de vacinar 80% do público-prioritário composto por idosos; crianças de 6 meses a 5 anos; gestantes; puérperas (até 45 dias após o parto); população privada de liberdade; profissionais de saúde; indígenas e pessoas com doenças crônicas.

A Campanha de Vacinação contra a Gripe, que teve início no dia 30 de abril e terminou nesta sexta-feira (20/5), já levou, até o momento, mais de 4 milhões de pessoas aos postos de saúde em Minas Gerais, o que corresponde a cerca de 82% da população que tem direito a vacina oferecida pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Os dados estão disponíveis no site do Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SIPNI).

Cataguases

Em Cataguases, conforme a coordenadora do setor de epidemiologia, Lívia Milane, o município também superou a meta, alcançando o percentual de 81,71% de imunização do grupo alvo no geral, na sexta-feira (20). Segundo ela, a vacina continuará  sendo disponibilizada nos postos de saúde durante a próxima semana.

"O município atingiu a cobertura do grupo de idosos, puérperas e trabalhadores de saúde,  falta atingir crianças e gestantes, ultrapassamos a meta preconizada, mas precisamos garantir a homogeneidade da cobertura atingindo a vacinação das crianças  e gestantes". disse a coordenadora revelando que já foram atingidas 77,81% de crianças e 56,70% de gestantes, até as 17 horas de sexta-feira. A meta é vacinar 80% de cada grupo do público alvo.

Prevenção

As pessoas que fazem parte do público-prioritário possuem um risco maior de desenvolver complicações causadas pela doença, que pode levar a óbito caso não seja tratada.

Doença infecciosa, a gripe é causada pelo vírus Influenza e acomete as vias respiratórias. Pode ser causada pelos vírus Influenza A (H1N1), B e C. “Os tipos A e B são responsáveis pelas epidemias e mortes por pneumonia. Já o tipo C causa problemas respiratórios leves e infecta humanos, cachorros e porcos”, diz Tatiane Bettoni. Entre os sintomas, é comum o aparecimento de espirro, coriza, tosse, febre alta, dor de cabeça e prostração.

A transmissão é feita, geralmente, pela inalação de partículas de saliva infectada suspensas no ar e por secreções. Por isso, para se prevenir contra a gripe é essencial adotar alguns hábitos como, por exemplo, lavar a mão com mais frequência e levar o antebraço ao espirrar ou tossir, prática denominada como etiqueta da tosse.

De acordo com Tatiane Bettoni, a lavagem das mãos deve durar aproximadamente um minuto. “É necessário lavar integralmente a superfície das mãos, iniciando pelas palmas, indo até as pontas dos dedos, passando pelo meio deles, unhas, dorso e punho”, afirma à coordenadora.

É importante ressaltar que a vacina contra a gripe deve ser tomada anualmente pelas pessoas que fazem parte do grupo-prioritário. “A constante mudança do vírus Influenza requer uma frequente reformulação da vacina, de forma que é estritamente necessário se vacinar anualmente contra a doença”, finaliza Tatiane Bettoni.

Com informações e foto da Agência Minas

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Whatsapp Mídia Mineira
Farmácias de Plantão em Cataguases
08 - Domingo 09 - Segunda 10 - Terça 11 - Quarta 12 - Quinta 13 - Sexta 14 - Sábado
N. Sra. Aparecida Brasil Sta Tereza Econômica II Atlas Sta Rita Dose Certa
Campinho São Mateus Silveira II Silveira (vila) Vasconcelos Saúde e vida Drogasil