sábado, 7 de maio de 2016

Vereadores querem saber o que foi feito com o dinheiro do PMAQ

O vereador Walmir Linhares, entrou com requerimento solicitando o valor que foi repassado pelo Ministério da Saúde e onde foram aplicados os recursos, relativo ao Programa de Melhoria do Acesso e Qualidade na Atenção Básica PMAQ-AB Municipal, mas o Executivo, retornou com um ofício, dizendo que como o Projeto foi declarado inconstitucional, o requerimento de Walmir teria perdido o objeto, não retornando a resposta sobre o mesmo.

O vereador Vinícius Machado, argumentou que o requerimento de Walmir, diz respeito a informação de onde a verba do PMAQ foi aplicada e não se o projeto foi declarado inconstitucional ou não. "É necessário, que o Poder Executivo, já que o Projeto foi declarado inconstitucional, dê um direcionamento para essa verba do PMAQ. O que será feito com ela? Ela só pode ser usada como gratificação para os servidores da saúde. Porque esse dinheiro está parado até hoje? Caberia de bom tom, que o Executivo encaminhasse para esta Casa um projeto para resolver a questão do PMAQ" disse.

O vereador Serafim Spíndola, fez um discurso contundente, iniciando por dizer que tem evitado de comentar assuntos da administração porque seguindo conselho de amigos, não deveria "chutar cachorro morto" e continuou: "Eu fico pasmo, fico estarrecido, me dá nojo, de ver um administrador que bate no peito que é honesto, que é direito - Eu até acredito que ele seja honesto e direito - mas a vaidade dele é tamanha que por não ser um projeto de autoria dele, ele prefere prejudicar os funcionários da saúde, entra com uma ação de inconstitucionalidade só para dizer que ele não é o autor. De que adianta nós termos um prefeito honesto, direito, mas vaidoso ao extremo? Pra mim, não existe honestidade nisso: Um prefeito que prefere perder uma verba por capricho deixando os funcionários prejudicados" disse o vereador.

O Presidente Antônio Beleza, disse que entende que o requerimento de Walmir ainda está valendo.

Walmir reiterou que seu requerimento deseja saber o que foi feito da verba e que essa informação é direito do vereador. "Eu vou aguardar o prazo, não respondendo, eu vou acionar ao Ministério Público para que faça com que o prefeito responda" completou.

Farmácias de Plantão em Cataguases
27 Domingo
28 Segunda
29 Terça
30 Quarta
01 Quinta
02 Sexta
03 Sábado
Droga Minas Coimbra Econômica
Pague Menos Aeropharma Drogaria da vila