sábado, 4 de junho de 2016

Cataguases: Índice de infestação de dengue cai mas trabalho para evitar epidemia continua

O Núcleo de Controle de Endemias da Secretaria de Saúde de Cataguases, realizou na última semana, mais uma etapa de limpeza e recolhimento de potenciais criadouros do Mosquito Aedes aegypti, responsável pela transmissão da Dengue, Zika e Chikungunya.

Desta vez, as ações foram concentradas na região da Vila Tereza, próximo ao ribeirão Meia Pataca e cabeceira das duas pontes, além do Cemitério Municipal, onde foram recolhidos vários sacos de material que podem acumular água.

A exemplo dos municípios vizinhos que compõem a regional de Leopoldina, o índice de incidência de Dengue em Cataguases caiu consideravelmente e hoje já é considerado baixo (quadro abaixo). 


Segundo o coordenador, Alencar Norte, o trabalho agora serve para evitar que ovos do mosquito fiquem em locais próximos a água ou que possam receber água da chuva e ecludam posteriormente, voltando a infestação, por este motivo, ainda é necessário que todos tirem 10 minutos por semana, sempre em um dia fixo, para eliminar potenciais criadouros em residências e assim quebrar o ciclo do mosquito. "Nós estamos fazendo um trabalho de preparação para o final do ano, no intuito de evitar uma possível epidemia" disse o coordenador.

Os ovos podem permanecer sem eclodir por um grande período de tempo, aguardando até o próximo período chuvoso. Estudos sugerem que os ovos de Aedes aegypti resistam por até 450 dias, uma vez que são extremamente resistentes ao ressecamento. A eclosão do ovo ocorre quando a água entra em contato com essa estrutura.





Nenhum comentário :

Postar um comentário

Whatsapp Mídia Mineira
Farmácias de Plantão em Cataguases
03 - Domingo 04 - Segunda 05 - Terça 06 - Quarta 07 - Quinta 08 - Sexta 09 - Sábado
Econômica III Droga Minas Coimbra Econômica FarmaCenter Cataguases II Droganova
Vasconcelos Pague Menos Aeropharma Drogaria da Vila N. Sra. Rosário Silveira Farmanossa