quinta-feira, 23 de junho de 2016

Em rápida visita a Cataguases Pimentel entrega quadra de escola e autoriza repasses de recursos

Governo do Estado investiu R$ 1,5 milhão para compra de maquinário e pavimentação de ruas, e doou ao município prédio para instalação de centro oncológico






O governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, visitou o Município de Cataguases na manhã desta quinta-feira (23/6).

O evento aconteceu no Centro Cultural Humberto Mauro para um público restrito. Na ocasião, o governador descerrou a placa que marca a entrega oficial de uma quadra na Escola Estadual Astolfo Dutra, assinou a Lei para doação de um prédio para implantação de uma unidade oncológica e o repasse de recursos à prefeitura para compra de máquinas e recuperação de ruas e estradas.

O prefeito Cesinha Samor leu um discurso demonstrando sua satisfação com os investimentos recebidos e lembrou que Cataguases é reconhecida como cidade histórica e que não se pode retardar o crescimento por políticas equivocadas. “Confesso a vocês que nossa administração trabalhou arduamente e sonhou com este momento” disse o prefeito. Ele também ressaltou que os interesses do Município estão acima de interesses pessoais e de siglas partidárias.

O prefeito demonstrou sua alegria com a doação do prédio do antigo Pronto Socorro para o Município, dizendo que se conseguir a implantação do tratamento oncológico  na cidade, este será o maior feito de sua administração. Cesinha lembrou o nome dos deputados que recentemente indicaram quatro ônibus para Cataguases mas cometeu uma gafe em não citar o deputado Celinho da Sinttrocel que, a pedido do vereador Russo (PC do B - mesmo partido de Cesinha), foram os responsáveis pela indicação que culminou na doação do antigo Pronto Socorro. Cesinha lembrou que a construção do centro de tratamento oncológico está em fase de negociação por meio de uma Parceria Público-Privada.

“Agradeço e congratulo com a presença do governador Fernando Pimentel que traz um fôlego a nossa administração pois, como é sabido por todos, sem o apoio de  Estado e União, nenhum município desse imenso Brasil consegue trilhar com segurança o caminho da prosperidade” finalizou o prefeito.

Em seu discurso, o governador relembrou uma frase do orador português Padre Antônio Vieira. “Ele tem no sermão da sexagésima uma frase que eu gosto muito e que diz assim: ‘Palavras falam ao vento. Obras falam ao coração’. E é por isso que nós viemos aqui hoje anunciar obras”, disse.

“O que estamos fazendo aqui, na verdade, e o prefeito Cesinha Samor falou disso muito bem, é resgatando uma dívida antiga do Governo do Estado com Cataguases, que ficou meio esquecida, abandonada, nesse período anterior. Não está sendo fácil, nós estamos vivendo um período de enorme dificuldade financeira e orçamentária, mas sobra um dinheirinho a gente lembra do interior, corre pra cá, e é claro que na fila, primeiro, estão os municípios que ficaram mais esquecidos. E Cataguases é um exemplo disso”, afirmou.

Durante a cerimônia, Pimentel descerrou placa marcando a entrega de uma quadra poliesportiva para a Escola Estadual Astolfo Dutra, na qual foram investidos R$ 197 mil, sendo R$ 33 mil oriundos dos cofres estaduais e o restante em parceria com o governo federal. A escola atende 286 alunos do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental. “Quando eu era prefeito de Belo Horizonte gostava de visitar depois de ver a coisa funcionando. Porque não dá para você ir lá, anunciar que vai fazer e depois não fazer, como já fizeram aqui em Cataguases várias vezes, faz o convênio e depois não executa”, alfinetou.

O Governo do Estado transferiu R$ 1,5 milhão aos cofres do município para a realização de obras de infraestrutura e compra de maquinário. Desse montante, R$ 1,2 milhão será para compra de equipamentos (uma retroescavadeira, uma motoniveladora e um caminhão-caçamba) e os outros R$ 300 mil serão usados para recapeamento de ruas em dois bairros. Ainda durante o evento, Pimentel sancionou lei que autoriza a doação de um imóvel do governo estadual ao município, onde irá funcionar um centro de tratamento oncológico.

O governador também se defendeu das acusações que vem enfrentando, dizendo que o país está vivendo um momento difícil, de denuncismos. “Hoje, as acusações são feitas de forma pública, com estardalhaço, baseadas na palavra de uma pessoa, de um delator, seja lá quem for, e mistura tudo. O joio e o trigo vão juntos, ao mesmo tempo, nas manchetes de jornal, nos noticiários das televisões. E agora inverteu: quem acusa não tem que provar nada, só falar que o outro praticou um ilícito e cabe ao acusado o ônus de provar que ele é inocente”, afirmou. “É preciso ter mais consciência, é preciso ter mais responsabilidade na divulgação destas denuncias porque isso feito da forma em que está sendo feito acaba prejudicando o país” argumentou.

Ao final da cerimônia, muitos da imprensa local e da região aguardaram o governador mas ele acabou saindo sem falar com os jornalistas.

Participaram também do evento os secretários de Estado Odair Cunha (Governo), Macaé Evaristo (Educação) e Murilo Valadares (Transportes e Obras Públicas), além de prefeitos, vereadores e lideranças políticas da região.

Confira abaixo vídeo com os discursos de Cesinha e Pimentel:



Nenhum comentário :

Postar um comentário

Farmácias de Plantão em Cataguases
27 Domingo
28 Segunda
29 Terça
30 Quarta
01 Quinta
02 Sexta
03 Sábado
Droga Minas Coimbra Econômica
Pague Menos Aeropharma Drogaria da vila