quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Grupo Impacto faz duas apresentações em Cataguases nesta quarta

A Escola Estadual Professor Quaresma vai receber o Grupo Impacto de dança, de Viçosa, para duas apresentações. Às 9h50 da manhã e às 14h o Grupo Viçosense apresentará o espetáculo Três Gritos, que já esteve em 13 cidades de Minas Gerais na última circulação. Na oportunidade, os bailarinos ainda farão um bate papo com estudantes de escolas públicas que receberão o trabalho. A conversa será sobre a influência da arte na vida dos bailarinos do Grupo.

Contemplado com o Prêmio Cena Minas 2015 iniciou nova circulação, especial em escolas, do espetáculo. O Grupo já esteve em escolas de Viçosa e de Ubá, e ainda visitará as cidades de Visconde do Rio Branco e Ponte Nova. O Grupo Impacto foi contemplado pela 7ª edição do Prêmio Cena Minas na categoria Aquisição de Equipamentos e Materiais cênicos o que também contribui para a manutenção da estrutura básica para ensaios e apresentações e que busca a continuidade do trabalho do Grupo.

O Objetivo do Premio é de fortalecer o circo, a dança e o teatro em Minas Gerais; Contribuir para a melhoria das condições de trabalho dos artistas cênicos; Incentivar a pesquisa de linguagem e os processos de criação; Valorizar as manifestações tradicionais da cultura no estado; Favorecer a circulação de espetáculos; Contribuir para a formação de público; Facilitar o acesso a produções de qualidade.

A diretora artística do Impacto, Lidiane Jacinto afirmou levar o espetáculo a cidades parceiras e oferecer a oficina é “uma oportunidade de compartilhamento de experiências e de mostrar às pessoas o crescimento do grupo”.

A apresentação aconteceu como parte da circulação do Prêmio Cena Minas. O Prêmio Estado de Minas Gerais de Artes Cênicas 7ª Edição é uma iniciativa do Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado da Cultura, e da Copasa – Companhia de Saneamento de Minas Gerais, em parceria com o Instituto Cultural Sérgio Magnani, sob aprovação da Lei Federal de Incentivo à Cultura, o PRONAC n° 13 10428.

Grupo Impacto

O Grupo Impacto de Dança comemora, em 2016, 21 anos de atividades. Composto por bailarinos formados no Núcleo de Arte e Dança onde, por meio de parcerias com projetos sociais, iniciaram seus estudos como bolsistas. Durante esses anos, de forma inquieta, movidos por sua paixão pelo hip hop, se mantiveram unidos com o objetivo de pesquisar, desenvolver e aperfeiçoar sua arte vinda das ruas.

Desde o início de sua formação, o Grupo Impacto participou de diversos cursos, festivais e concursos nos quais sempre obteve destaque, com coreografias próprias ou criadas por grandes nomes do Hip Hop.

Conquistou o Prêmio Cenas Minas em 2009; foi selecionado entre duzentos grupos inscritos para se apresentar no 25º Inverno Cultural de São João Del Rei, que é um dos mais importantes festivais de Minas Gerais, em 2012; conquistou 7 prêmios no 3º Festival de Inverno de Danças do Piranga, em Ponte Nova (MG), também em 2012. Foi semifinalista do Programa "Se ela dança eu danço", do SBT, em 2011; e as conquistas mais recentes foram: o título de 1º lugar e prêmio de melhor grupo no 14º Festival Internacional de Hip Hop realizado em Curitiba (FIH2) , em julho de 2015, na categoria avançada que reuniu 40 grupos de todo o Brasil e da Argentina. No FIH2 o Grupo apresentou a coreografia In Sanidade.

Os prêmios e as turnês com grande público demonstram o amadurecimento do Impacto que realizou a montagem de seis espetáculos inéditos de dança de rua e contemporânea. “No Alto da Rua”, de Mário Nascimento, em 2009/2010, marcou a estreia do Grupo como profissional, conquistou o Prêmio Cena Minas e foi visto por cerca de 13 mil pessoas, chegando a ser muito elogiado na capital carioca. Com o espetáculo “Obstáculos”, em 2011, o grupo alcançou mais de 11 mil espectadores. E consolidou-se definitivamente no cenário da dança, em 2012, com o espetáculo “In Sanidade”, visto por 14 mil pessoas.

Após esse momento o Grupo Impacto teve a oportunidade de se aperfeiçoar ainda mais com o coreógrafo Octávio Nassur, que se interessou pelo Grupo após assistí-lo na abertura do 11º Festival Dançaraxá. Dessa parceria, surgiu "Cromossomo Y" que, em 2013, alcançou um público de 18 mil pessoas.

Em 2014 estreou "Universo Lúdico" também de Octávio Nassur que atingiu grande público. Nesse ano também, o Grupo Impacto foi contemplado com o Prêmio Estímulo as Artes Cênicas da Fundação Clóvis Salgado e conquistou, dentre 700 participantes, o Prêmio Hip Hop promovido pelo Ministério da Cultura e realizado pela Funarte em parceria com a Secretaria de Cidadania e da Diversidade Cultural.

O concurso premiou iniciativas de fortalecimento das expressões culturais do Movimento Hip Hop, a fim de contribuir para a continuidade e para o fomento de artistas, grupos e comunidades praticantes dos diferentes elementos do gênero no Brasil, e contemplou todas as regiões.

O sexto trabalho inédito do Grupo, Três Gritos, que circulou em 2015/2016, coreografado por Mário Nascimento e Grupo Impacto alcançou mais de 14 mil pessoas em Minas Gerais. O espetáculo contou com o patrocínio da Petrobras.

Fonte: Assessoria de Comunicação

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Farmácias de Plantão em Cataguases
27 Domingo
28 Segunda
29 Terça
30 Quarta
01 Quinta
02 Sexta
03 Sábado
Droga Minas Coimbra Econômica
Pague Menos Aeropharma Drogaria da vila