segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Polícia Civil de Minas Gerais forma mais 121 investigadores

Policiais atuarão em todas as regiões do Estado; ao todo, corporação recebeu, somente neste ano, 1.066 novos investigadores


O Governo do Estado de Minas Gerais vai receber um reforço de 121 investigadores da Polícia Civil de Minas Gerais. Eles concluíram o curso de formação e, a partir de agora, se unem aos outros 945 profissionais nomeados somente neste ano. Ao todo, 1.066 investigadores passaram a integrar o efetivo da corporação neste ano. O secretário de Estado de Segurança Pública, Sérgio Menezes, representou o governador Fernando Pimentel na cerimônia de formatura dos novos investigadores nesta segunda-feira (21/11), no Auditório JK, na Cidade Administrativa.

Durante o evento, o secretário leu uma carta do governador aos formandos. Na carta, o governador ressaltou a necessidade de investimentos em segurança pública, demanda apresentada pelos mineiros de todas as regiões do estado.  “Durante a realização dos Fóruns Regionais, a população reivindicou por mais segurança pública de forma muito clara, muito objetiva. Essa foi a tônica em todo o Estado, nos 17 Territórios de Desenvolvimento”, afirmou.

O governador também destacou, no texto lido pelo secretário Sérgio Menezes, a importância da nomeação de mais de mil investigadores somente neste ano. “Somadas essas duas turmas, temos um contingente considerável, o que demonstra a importância da segurança pública e da Polícia Civil para o governo. A recomposição dos quadros de agentes é uma demanda legítima da Polícia Civil, mas também de cada mineiro e de cada mineira”, disse.

O chefe da Polícia Civil, delegado-geral João Octacílio Silva Neto, destacou a formação de novos oficiais e a oportunidade de melhorar o atendimento à população. “Temos a honra de formar mais 121 investigadores, que passaram por treinamentos específicos e que irão reforçar o atendimento à população do estado. Com esse investimento na Polícia Civil, agradeço ao governador Fernando Pimentel, que não só vem melhor equipando nossa corporação com novas viaturas, mas também mostrando-se dedicado em aumentar o nosso efetivo para atendermos melhor a sociedade”, frisou.

Novos investigadores


Os novos investigadores serão distribuídos em postos de trabalho em todo o estado, de acordo com critérios técnicos e objetivos que compreendem, dentre outras coisas, nota classificatória do concurso, análise da demanda de novos policiais em cada região, previsão legislativa, índice de criminalidade e o tamanho da população de cada município. A formatura dos investigadores permite também a recomposição do quadro de aposentadoria.

Os novos policiais passaram, durante quatro meses, pelo curso de formação da Academia de Polícia Civil (Acadepol). A função do investigador é, dentre outras, cumprir e formalizar diligências policiais, colher as impressões digitais para fins de identificação civil e criminal, captar e interceptar dados, comunicações e informações, assegurar a custódia provisória de pessoas no curso dos procedimentos policiais, realizar inspeções e operações policiais e promover a mediação de conflitos.

A investigadora Pâmela Alves Machado de Souza, oradora da turma, falou sobre as expectativas e responsabilidades do cargo. “É o final de um curso, mas o início de uma brilhante carreira. Subimos mais um degrau e, com ele, eleva-se a responsabilidade”, afirmou.

Também compareceram à cerimônia de formatura dos investigadores da Polícia Civil o diretor da Acadepol, Helberth Alexandre do Carmo, deputados ligados à área da segurança pública, familiares dos formandos e membros da corporação.

Agência Minas

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Farmácias de Plantão em Cataguases
13 Domingo
14 Segunda
15 Terça
16 Quarta
17 Quinta
18 Sexta
19 Sábado
Econômica III Droga Minas Coimbra Econômica FarmaCenter São Geraldo Droganova
Brasil Pague Menos Aeropharma Drogaria da Vila N.Sra.do Rosário Silveira Farmanossa