quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Cataguases: obras das creches dos bairros Popular e Taquara Preta podem parar por falta de pagamento






Os empresários responsáveis pelas construtoras: Prima Casa Ltda e P.M.A. Construções Edificação e Pavimentação, responsáveis pela execução das obras das creches nos bairros Taquara Preta e Popular respectivamente, compareceram na sessão da Câmara Municipal de Cataguases na última terça-feira (6), para alertar sobre a interrupção dos repasses por parte do Governo Federal para pagamento das empresas.

Nossa reportagem visitou a creche no bairro Popular e conversou com o responsável pela empresa PMA, Silvio Ricardo Queiroz Pereira, sobre o assunto. Na ocasião, o vereador Michelângelo de Melo Correa, também estava presente.

Segundo Silvio, a obra no bairro Popular, iniciou no dia 11 de dezembro de 2015, com previsão de execução de 9 meses, mas devido a descontinuação dos recursos oriundos do  Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), o quadro de funcionários e os materiais acabaram reduzidos, provocando atraso no cronograma. Atualmente, quase 60% da obra já está concluída e já foram repassados aproximadamente R$ 700 mil.  Três depósitos já foram liberados pelo Governo, especificamente para a creche do Popular, mas ainda não foram efetivados na conta da Prefeitura: R$ 191.361,60 no dia 26 de agosto, R$ 90.951,33 no dia 26 de outubro e R$ 54.570,80 no dia 17 de novembro deste ano. O empresário explicou que resolveu ir a Câmara para somar forças e juntamente com o Legislativo tentar encontrar uma solução. Conforme disse, a obra corre risco de ser paralisada. "Lamentavelmente, a gente fez uma programação para a execução desse projeto que deveria, a princípio, ser executado em 9 meses mas em função dessa falta de recurso, tem se alongado. A gente tem diminuído o quadro de funcionários e colaboradores mas estamos chegando em um ponto extremamente crítico, a gente não sabe quanto tempo vamos aguentar face a falta de recursos financeiros", disse o empresário.

Silvio Ricardo fez questão de frisar que foi bem acolhido na Câmara de vereadores, sendo atendido prontamente pelo presidente e todos os vereadores que se prontificaram a acionar os deputados de suas siglas partidárias para tentar solucionar o problema.

O vereador Michelângelo Correa reafirmou para nossa reportagem o desejo de somar esforços juntamente com o prefeito eleito, Willian Lobo. No local o edil elogiou a estrutura e grandiosidade da obra mas se mostrou preocupado em relação a manutenção do local após inaugurado.

Há rumores de que os valores não estariam sendo repassados, pelo fato de que o Município poderia estar sem as certidões negativas. O Site Mídia Mineira entrou em contato com o Secretário Municipal de Fazenda, Paulo Sérgio Ferreira de Souza (Paulete), para confirmar ou não essa informação mas ainda não obtivemos resposta, devido a pessoa responsável pelo setor de convênio não se encontrar na prefeitura no horário de nosso contato.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Whatsapp Mídia Mineira
Farmácias de Plantão em Cataguases
08 - Domingo 09 - Segunda 10 - Terça 11 - Quarta 12 - Quinta 13 - Sexta 14 - Sábado
N. Sra. Aparecida Brasil Sta Tereza Econômica II Atlas Sta Rita Dose Certa
Campinho São Mateus Silveira II Silveira (vila) Vasconcelos Saúde e vida Drogasil