sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Em reunião na Defensoria Pública de Cataguases, Município, MP e Copasa assinam compromisso para resolver problema da Vila Reis

Uma reunião que aconteceu na sede da Defensoria Pública de Cataguases, mediada pela coordenadora da instituição, Dra. Eliana Maria de Oliveira Spíndola, na tarde desta sexta-feira (27), parece ter trago um final feliz ao sofrimento dos moradores da Rua Nossa Senhora da Conceição e parte baixa da Avenida Maria Fernandes de Barros, conforme matéria exclusiva publicada no Site Mídia Mineira no dia 23 de janeiro último, mostrando que mesmo após a realização de obras de esgotamento sanitário por parte da Copasa, os moradores estavam sendo obrigados a conviver com esgoto a céu aberto, insetos, ratos, mau cheiro e alagamentos. Clique aqui para ler a matéria na íntegra.

O problema veio a tona após a reportagem do site ter acompanhado os vereadores Henrique Thurram, Maria Ângela Girardi e Rafael Moreira em atendimento a solicitação do presidente da Associação de Moradores, André Luiz dos Santos Silva, o Dedé, no domingo (22), o qual mostrou todo o problema aos representantes do Legislativo Municipal. Sensibilizada, a Dra. Eliana Spíndola, responsável pela defensoria pública no município, resolveu ir até o local, na última quarta-feira (25), acompanhada de representantes da prefeitura e Copasa para juntos proporem uma solução amigável, o que foi ratificado nesta sexta-feira.

Na Ata da reunião que o site Mídia Mineira teve acesso, os representantes da Copasa informaram que já deram início a separação da rede de esgoto da pluvial e que será realizada em seguida a lavagem do córrego à margem da linha férrea devendo ser concluída no mesmo dia. Posteriormente será realizada a interligação dos ramais que foram suprimidos pelos moradores, instalando válvulas de retenção para evitar o refluxo do esgoto para o interior das residências. O prazo para esta última etapa foi estipulado em 15 a 20 dias, após uma vistoria que terá início no dia 30 de janeiro com acompanhamento do presidente do bairro.

Quanto a parte da prefeitura, ficou estabelecido que o Município fará a limpeza do entorno da linha férrea e do córrego, parte com a utilização de maquinário e parte manualmente. As intervenções estão previstas para iniciarem em até 20 dias com prazo de término da execução em até 120 dias após o início.

Além da Defensoria Pública, participaram da reunião e assinaram o documento: o promotor Dr. Rodrigo Ladeira de Araújo Abreu, representando o Ministério Público; os representantes do Poder Executivo de Cataguases, Dr. Yegros Martins Malta (procurador geral), José Emilton Silva (secretário de meio ambiente) e José Ângelo Lavorato (secretário de serviços urbanos); os representantes do Legislativo, Michelangelo de Melo Correa (presidente), Maria Ângela Girardi (vereadora) e Henrique Silva Oliveira "Thurram" (vereador); os representantes da Copasa, Alexandre José Grego (gerente regional) e Lúcio Moreira (engenheiro encarregado por Cataguases), além do presidente da Associação de Moradores da Vila Reis, André Luiz dos Santos Silva e do morador do local, Sr. Raimundo Furtado de Amorim.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Whatsapp Mídia Mineira
Farmácias de Plantão em Cataguases
03 - Domingo 04 - Segunda 05 - Terça 06 - Quarta 07 - Quinta 08 - Sexta 09 - Sábado
Econômica III Droga Minas Coimbra Econômica FarmaCenter Cataguases II Droganova
Vasconcelos Pague Menos Aeropharma Drogaria da Vila N. Sra. Rosário Silveira Farmanossa