terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Cesinha deixou mais de R$ 22 milhões de dívida para Willian diz secretário em coletiva que também apresentou balanço dos primeiros 45 dias de governo

Vinte e dois milhões, quatrocentos e dezenove mil reais, esta é a dívida passada pela administração anterior de Cesinha Samor para a atual administração de Willian Lobo, conforme expôs o atual Secretário Municipal de Fazenda, Mauro Fachini Gomes, durante coletiva de imprensa que aconteceu na tarde desta terça-feira (14) na Prefeitura Municipal de Cataguases.


Durante aproximadamente uma hora e quarenta minutos, o prefeito Willian Lobo apresentou para a plateia composta por secretários, vereadores, representantes da imprensa local e servidores, o quadro atual do Município, além de uma prestação de contas de seus 45 dias de governo.

Entre as ações imediatas, o prefeito destacou a proximidade com a população através da participação em atividades diversas de limpeza, o estudo das demandas da cidade junto com os secretários através da participação no seminário de Gestão Estratégica, entre outras.


O prefeito também listou as conquistas destes primeiros 45 dias que foram: a implantação do Serviço Municipal de Atendimento Especializado (SEMAE), trazendo as consultas que antes eram realizadas em Leopoldina para Cataguases; limpeza da Policlínica e mais cinco unidades de saúde; reativação do semáforo, gastando apenas R$ 2 mil; 420m2 de calçamento e operação tapa buracos; limpeza de cinco escolas e 3 instituições assistenciais; retorno das atividades de limpeza exercidas pelos acautelados; patrolamento de 95 Km de estradas rurais; limpeza de 52 bueiros e 60 metros de rede pluvial; encontro com 900 servidores da educação; atendimento de 492 famílias do Programa Bolsa Família; abertura da Praça de Esportes nos finais de semana, com mais de 600 pessoas fazendo hidroginástica e natação; serviço de manutenção mecânica em 32 veículos; inserção de 7 novas famílias para geração de renda na feira de artesanato; regularização do transporte escolar para mais de 170 alunos do CEFET Leopoldina; iluminação da Praça Chácara Dona Catarina; início do projeto da sala do empreendedor; Centro de vacinação; aumento dos veículos da saúde de 5 para 13 e organização do Carnaval 2017. Ficou decidido também que o Município irá fiscalizar com maior intensidade o serviço de iluminação pública prestado pela Energisa Soluções e de esgotamento sanitário, prestado pela Copasa.

Willian também falou de algumas ações futuras que pretende implementar, como funcionamento do laboratório municipal, com compra de equipamentos e recolocação de 9 bioquímicos que fazem parte do quadro funcional e estão atualmente parados; serviço de fisioterapia que deverá iniciar na próxima sexta-feira às 10 horas; implantação do relógio de ponto em todos os setores com câmera e acompanhamento de veículos com GPS e controle da manutenção e abastecimento, este último previsto para ser implantado em no máximo 6 meses.

No entanto, ainda existe um grande desafio pela frente, ressaltou o prefeito, que é conseguir as certidões negativas para o município poder receber verbas de emendas parlamentares. Para tanto, será necessário a obtenção de aproximadamente R$ 2 milhões, até março, para se fazer o parcelamento do INSS. O secretário de fazenda explicou que este mês, aproximadamente R$ 1,3 milhões do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), ficaram retidos para amortizar a dívida com a receita. Outro problema é que na dívida total de mais de R$ 22 milhões, não constam os precatórios que somam aproximadamente R$ 4,5 milhões e que podem, por determinação judicial, sequestrarem as receitas do Município a qualquer tempo.

Em relação ao dinheiro deixado em caixa pela gestão anterior, cerca de R$ 7 milhões, grande parte, aproximadamente R$ 5 milhões, refere-se a verbas carimbadas que pertencem  à saúde, educação, assistência social e obras, uma pequena parte corre o risco de retornar ao governo pela falta de projetos, explicou Fachini.

Outra mudança levantada pelo atual gestor, diz respeito as horas extras. Ele deixou claro que não suspendeu as horas extras, mas passou a permitir apenas as que são estritamente necessárias. "Na prefeitura tinha uma cultura de colocar horas extras para amigos da administração", disse Willian.


Carnaval

Em relação ao Carnaval, Willian deixou claro que não impediu as escolas de samba, que apenas não foi possível chegar a um consenso este ano em tempo hábil e destacou que estará investindo em maior segurança, com o aumento de efetivo policial e contratação de seguranças. A festa ficará por conta dos desfiles de blocos caricatos e de bandas apenas da cidade. O valor total que deverá ser gasto com o Carnaval, girará em torno de R$ 220 mil.

"Nos precisamos de muita força de vontade mas também paciência de vocês, porque nós não temos uma varinha de condão", finalizou o prefeito.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Farmácias de Plantão em Cataguases
23 Domingo
24 Segunda
25 Terça
26 Quarta
27 Quinta
28 Sexta
29 Sábado
Econômica III Droga Minas Coimbra Econômica FarmaCenter São Geraldo Droganova
Silveira Pague Menos Aeropharma Drogaria da Vila N. Sra. Rosário Silveira Farmanossa