sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Vereadores de Leopoldina pretendem criar o Dia da Consciência Negra



A Câmara Municipal de Leopoldina realizou audiência pública na noite desta quinta-feira (24), para discutir a proposição do vereador Rosalvo Domiciano Flauzino (PDT) que pretende observar no município o "Dia da Consciência Negra".

Além do propositor, participaram da audiência, outros nove vereadores (Darci Jose Portella, "Pastor Darci" (PV); Elvecio de Souza Barbosa (PR); José Ferraz Rodrigues (DEM); Jurandy Fofano Vieira, "Didi de Piacatuba" (PPS); Kelvia Raquel de Souza Ribeiro Santos (PHS); Rogerio Campos Machado, " Rogério Suino" (PR); Sebastião Geraldo Valentim, "Tião das três Cruzes" (Pc do B); Valdilucio Malaquias, "Didi" (PV) e Waldair Barbosa Costa (PSD)). Os demais vereadores não puderam ir e justificaram a ausência.
O historiador e carteiro
Paulo Lúcio participou
da Mesa de Debates

Embora o Procurador Geral, Dr. Wesley, tenha manifestado parecer pela inconstitucionalidade, o autor contestou e a maioria dos vereadores presentes manifestaram voto contrário ao parecer, fazendo com que a discussão passe ao plenário.

O vice-prefeito, Marcinho Pimentel, representou o Executivo e manifestou apoio ao projeto de Lei, dizendo que o Município tem uma dívida com os negros por ter sido um dos últimos da Zona da Mata a libertar os escravos e que o nome da Rua Barão de Cotegipe, no Centro, deveria ser mudado para "Rua da Abolição", uma vez que o nome atual faz menção a um político que foi contrário a Lei Áurea.

Os membros da Comissão de Constituição, Legislação e Redação que estavam presentes, Kelvia e Rogério Suíno, manifestaram apoio ao projeto e disseram que deverão votar pela constitucionalidade e regimentalidade, mesmo com parecer contrário do procurador.

Alguns participantes da Mesa de Debates, também entenderam que a Lei pode ser interpretada, contrariando o parecer do procurador, caso do historiador e carteiro Paulo Lúcio. Acompanhando esse raciocínio, o vereador Dr. Ferraz disse que caso semelhante aconteceu no impeachment da ex-presidente Dilma que foi afastada sem perder os direitos políticos.

O projeto seguirá agora o trâmite para ser votado posteriormente em sessão ordinária.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Farmácias de Plantão em Cataguases
21 Domingo
22 Segunda
23 Terça
24 Quarta
25 Quinta
26 Sexta
27 Sábado
Atlas Sta Rita Dose certa Inova Econômica III Droga Minas Coimbra
Vasconcelos Saúde e Vida Drogasil Droga Farma Farmanossa Pague Menos Aeropharma