quarta-feira, 26 de abril de 2017

Alunos do CEFET em Leopoldina residentes em Cataguases pedem fiscalização por parte dos vereadores para que transporte permaneça como está

Alunos residentes em Cataguases que estudam no Centro Federal de Educação Tecnológica (CEFET) em Leopoldina compareceram a sessão ordinária da Câmara Municipal na noite desta terça-feira (25), para pedir aos vereadores que fiscalizem no sentido do serviço continuar da forma que vem sendo prestado pela atual administração.

Conforme explicou na tribuna, Carlos Eduardo Pessoa Seixas Sobreira, representante dos alunos, a empresa licitada na gestão anterior, não desempenhava o serviço como deveria, pois o ônibus disponibilizado até novembro do ano passado, possuía diversos problemas mecânicos e de acomodação dos passageiros que comprometiam a segurança do mesmo. Segundo ele, o motorista do veículo chegou a fugir de fiscalização através de atalhos por estradas vicinais, o que culminou com um acidente que poderia ter atingido graves consequências. O temor dos alunos, conforme disseram, é que como a empresa vencedora da licitação deste ano pertence a mesma proprietária, o serviço volte a ser prestado de forma ruim.  

Em conversa por telefone com secretário municipal de educação, José Fernando Milane, fomos informados que quando ele assumiu a pasta, em janeiro deste ano, o contrato para o transporte dos alunos havia vencido e por se tratar de emergência, houve uma dispensa de licitação. Na época, a mesma empresa que realizava o transporte na administração passada se apresentou na tomada de preços, mas devido ao fato de não possuir os três ônibus necessários foi desclassificada e o Município pôde contratar outra empresa. No entanto, findo o prazo, nova licitação aconteceu para cumprir a legislação e outra empresa pertencente a mesma proprietária apresentou os veículos necessários e menor preço, vindo a vencer a licitação. Um recurso por parte da empresa que ficou em segundo lugar está sendo analisado e só após o julgamento do mesmo o contrato será homologado. Conforme o secretário, ele não pode interferir no processo licitatório e nem exigir itens como ar condicionado, valor de ônibus, entre outros, mas que os veículos apresentados devem ter condições de trafegar dentro dos padrões de segurança e tranquilidade para locomoção dos alunos. O secretário explicou, que devido ao fato de ficar limitado quanto as exigências da licitação, o nível de conforto dos veículos poderá cair, mas que se acontecer qualquer problema como os reclamados anteriormente, como defeitos mecânicos, furo na lataria, má direção, os alunos devem ser os fiscais e entrar em contato imediatamente com a Secretaria Municipal de Educação para que a mesma possa intervir.

Nossa reportagem tentou contato com a empresa vencedora da licitação, mas as ligações não foram atendidas.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Farmácias de Plantão em Cataguases
21 Domingo
22 Segunda
23 Terça
24 Quarta
25 Quinta
26 Sexta
27 Sábado
Atlas Sta Rita Dose certa Inova Econômica III Droga Minas Coimbra
Vasconcelos Saúde e Vida Drogasil Droga Farma Farmanossa Pague Menos Aeropharma