quinta-feira, 27 de abril de 2017

Autoridades discutem acessibilidade na Câmara de Cataguases




Representantes dos Poderes Legislativo e Executivo, juntamente com Ministério Público, Defensoria Pública, Polícia Militar, empresários e Sociedade Civil Organizada, discutiram no plenário da Câmara Municipal na noite de quarta-feira (26), sobre o tema acessibilidade em Cataguases. A audiência pública, primeira desta legislatura, foi solicitada pelos vereadores doutora Maria Ângela Girardi e Betão do Remo, após várias reuniões com o grupo "Acessibilidade Já".


Os problemas enfrentados pelos portadores de necessidades especiais, foram divididos em tópicos quanto a exequibilidade de curto, médio ou longo prazo e repassados para o Executivo a fim de que o mesmo possa elaborar um plano de trabalho focado em desenvolver uma cidade mais acessível. A questão urbanística como um todo, como a adaptação de prédios antigos, a obrigatoriedade da acessibilidade nas novas construções, a mobilidade urbana, a modernização da legislação vigente, a necessidade de novas leis, a criação de canais de reclamações/sugestões para maior controle e fiscalização, foram temas debatidos. 

Dois alunos do colégio Equipe exibiram um vídeo de um trabalho realizado onde a estudante passou um dia inteiro como cadeirante e sentiu na pele a dificuldade diária enfrentada por um portador de deficiência em uma cidade onde ainda há muito o que fazer.

Empresários do ramo de transporte coletivo também ouviram atentamente as reclamações no tocante a adaptação dos veículos e da manutenção da carteira de gratuidade para os usuários com deficiência, mas também alertaram que no Município a gratuidade é muito alta e que as Leis precisam ser revistas. Eles também explicaram que a frota do transporte coletivo dentro do município já está 100% adaptada mas que os elevadores hidráulicos necessitam de uma infraestrutura melhor, como bases planas nos locais de embarque para que os mesmos não venham a danificar. O empresário Léo Ângelo Farage Martins, da empresa Transportes Coletivos Leo, revelou que conforme dados de sua empresa, em aproximadamente 2700 embarques de deficientes por mês, apenas 90 deixam de ser atendidos por problemas mecânicos.

A vereadora Doutora Maria Ângela disse que já está em estudo um Projeto de lei Complementar para  agregar ao Código de Obras a fim de contribuir com melhorias na questão no Município.

Ao final, José Wellington, o Zé Piu, disse para nossa reportagem que a audiência serviu para despertar nos entes públicos, o querer fazer e que poderá produzir bons frutos.

Betão do Remo se revelou satisfeito com a audiência e disse que a pauta com as demandas a curto, médio e longo prazo será encaminhada ao Executivo, podendo trazer melhorias imediatas para o município.

Doutora Maria Ângela, avaliou positivamente a audiência e se mostrou muito feliz com os resultados. "Eu acho que serviu de ponto de partida pois estes anos todos a gente não teve uma audiência sobre acessibilidade. Acho que foi muito importante, principalmente pela presença do Ministério Público, da Defensoria Publica, do Poder Executivo na voz do secretário de obras, Walber, o que possibilitou a gente traçar uma linha de ação, então, com certeza foi muito importante sim".












Um comentário :

  1. Acessibilidade consiste na possibilidade de acesso a um lugar ou conjunto de lugares. Significa não apenas permitir que pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida participem de atividades que incluem o uso de produtos, serviços e informação, mas a inclusão e extensão do uso destes por todas as parcelas presentes em uma determinada população, visando sua adaptação e locomoção, eliminando as barreiras, consiste também em ter acesso a todo e qualquer material produzido, em áudio ou vídeo, para tanto adaptando todos os meios que a tecnologia permite."Nada sobre nós, sem nós" Boa sorte Cidade de Cataguases.

    ResponderExcluir

Whatsapp Mídia Mineira
Farmácias de Plantão em Cataguases
19 - Domingo 20 - Segunda 21 - Terça 22 - Quarta 23 - Quinta 24 - Sexta 25 - Sábado
Coimbra Econômica FarmaCenter Cataguases II Droganova São Francisco N. Sra. Aparecida
Aeropharma Drogaria da Vila N. Sra. Rosário Silveira Farmanossa Cataguases Campinho